História Vida Nova - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Amor, Coragem, Descobertas, Drama, Medo, Mudanças, Sobrenatural, Vampiros, Violencia
Visualizações 6
Palavras 664
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 9 - Capítulo 9


Milena

Eu estava totalmente sem chão, o Bryan saiu e eu fiquei aqui, sem reação e sem saber o que fazer em relação a isso tudo. Eu não conseguia pensar em nada concreto, como podia ser real? Não posso acreditar que eles existem, isso só pode ser um pesadelo.

Suspiro fundo e a imagem dele com os olhos vermelhos e dentes tão afiados a mostra vem a mente. Sinto um arrepio por todo meu corpo, será que ele séria capaz de me machucar? Eu creio que não, se não ele já teria feito. Eu não quero abrir mão dele, o Bryan me conquistou tão rápido que eu me sinto igual uma adolescente quando arruma o primeiro crush. 

Eu acho que podemos conversar, preciso saber mais sobre ele, mais primeiro, preciso saber mais sobre vampiros.  Entrei no navegador da internet e coloquei "possível existência de vampiros."

Você também acha que esses seres existem? Creio que sim, pois se está aqui nessa página agora é porque acredita em algo. Pessoas de vários lugares do mundo alegam terem visto esses seres perambulando pelas ruas a noite. E é claro que eles existem sim pessoal, não acredita em mim? Então presta atenção na matéria que lhe está disponível logo abaixo. 

[...]

Eu lia cada palavra bem atenta, e não consigo  acreditar que o Bryan seja como esses outros vampiros aos quais a matéria se refere. Fiquei ali por mais alguns minutos e desisti de ficar lendo aquelas coisas que faziam bem pouco sentido. Eu vou conversar com o Bryan, essa é melhor forma de saber de tudo sobre ele.

Whatsapp on

Você pode vir aqui por favor?😐

Tem certeza que já quer conversar comigo?😥

Tenho sim, estou te esperando.

Já estou indo!

Whatsapp off

Sentei e fiquei esperando por ele, não demorou muito e ouvi batidas na porta. Respirei fundo mais uma vez e abri dando passagem para que ele entrasse. 

Milena- Senta aqui do meu lado pra gente conversar.

Bryan- Você não está com medo de mim?- Perguntou e eu podia ver tristeza em seus olhos.

Milena- Não, eu sei que você não vai me machucar.- Um leve sorriso brotou em seu rosto e por dentro eu também sorri.- Me fala sobre você...

Bryan- Quais são as coisas que você quer saber?

Milena- Tudo, vou fazendo perguntas e você me responde, pode ser?

Bryan- Claro, pode sim.

Milena- Porque você não se queima no sol?

Bryan- Porque isso não é verdade, os raios solares não afeta em nada o nosso corpo.

Milena- Hum, entendi... Vampiro não toma sangue? Porque tu come comida normal?

Bryan- É o sangue que me alimenta e me mantém ativo, a comida eu como para me adaptar melhor na convivência com os humanos.

Milena- E você suga o sangue das pessoas para se alimentar? 

Bryan- Não exatamente, eu hipnotizo as enfermeiras de hospitais e elas me dão todo o sangue que eu quero. Tomar o sangue direto da veia é muito mais prazeroso, mas já faz muito tempo que não faço isso.- Deu de ombros.

Milena- Sério que você pode hipnotizar pessoas? 

Bryan- É sim...

Milena- Aff, até parece que estou te entrevistando.- Gargalhei e ele me acompanhou, ficamos em silêncio por uns segundos até eu me pronunciar novamente.- Eu não quero te deixar ir, sair da minha vida só porque eu descobri isso sobre você... É estranho, mais em tão pouco tempo eu me apeguei em você.- Baixei minha cabeça e ele à levantou segurando meu rosto e olhando nos meus olhos.

Bryan- Eu não vou embora, também me apeguei a você.- Ele encostou nossas cabeças e depositou um beijo calmo em meus lábios, parou segundos depois e voltou a me encarar.- Não me deixa Milena...

Milena- Não vou te deixar.

Ficamos ali na sala por mais um tempo conversando e ele me falou tudo a seu respeito. Me chamou para ir jantar fora e eu aceitei, só era a noite, então ele foi para casa e me avisou que me pagaria as sete.








Notas Finais


Ela aceitou isso muito fácil não acham? Porém e mais a frente? Como ela irá reagir a tudo que está para acontecer?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...