História Vida Por Trás Dos Palcos-Bars And Melody-Chardre - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bars and Melody
Personagens Charlie Lenehan, Leondre Devries, Personagens Originais
Tags Bam, Bars And Melody, Char, Chardre, Charlie Lenehan, Dylan Dauzat, Lehandre, Leo, Leondre Devries
Visualizações 43
Palavras 1.825
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


LEMONNNN


Ola Pessoas Olha Quem Voltou

*Desculpem Pela Demora

*Eu Tenho Que Dizer Que Essa Fanfic É Obra Minha Não Copiei De Ninguém Mas Ela Tem Inspiraçoes Em Outras Que Eu Vou Citar Aqui Em Baixo

(Créditos A Fanfic APENAS AMIGOS BARS AND MELODY

& DESTINOS CRUZADOS POR ACASO)

Creditos A Os Criadores Dessas Fanfic

Chega De Enrolação E Bora Pra Fic

Capítulo 6 - Capitulo 6- Flashback Parte 2


Fanfic / Fanfiction Vida Por Trás Dos Palcos-Bars And Melody-Chardre - Capítulo 6 - Capitulo 6- Flashback Parte 2

P.V.O Charlie Leneham

Acordo Com o barulho insuportável do dispertador e com isso acabo lembrando que hoje tem aula,então tenho a melhor ideia da minha vida vou faltar....

Ainda Na cama fico meia hora igual um tonto olhando pro teto até que escuto meu celular tocando

Olho pra ver quem é e vejo que é a mae de Dylan 

Ligação On

-Alô

-Oi Quem É

-Oi Meu Nome É Rose Sou A Mae Do Dylan Gostaria De Falar Com Charlie

-É ele quem esta falando senhora

-Oi Charlie tudo bom eu gostaria de saber se vc quer vir almoçar aqui em casa 

-Gostaria Que Horas?

-Que Tal Agora?

-OK digo rindo já estou ai

Ligação Off

-Oxê Nem Conheço ela direito e já me chama pra ir na casa dela

Sera que o Dylan falou que eu gosto dele;sera que ele acha que nós estamos namorando(Bem Que Eu Queria);Oque Sera Que Ela Quer Falar CMG?

Levanto Da Cama Com A Maior Preguiça e Vou rumo ao banheiro

Tomo um banho rápido e Me Visto Com Uma Calça Preta Uma Camisa Branca Com Um Colete Preto 

Desço E AvLenehan

inha Mãe Que vou na casa de um amigo almoçar

Pego Minhas Coisas E Vou Andando Até A Casa Dele Que Não É Muito Longe

Toco A Campainha

Espero E A Mae Do Dylan Sai Na Porta

-oi Charlie pode entrar

Entro E Deixo As Minhas Coisas No Canto Da Porta 

-sente-se Charlie o dylan já vai descer

Sendo E Fico Esperando Até Que...

P.V.O Dylan Dauzat

Acordo E Como Não Estou Bem Devido A Acontecimentos recentes hoje eu não vou pra escola

Não Paro De Pensaram No Charlie

Então Falo Pra Minha Mae Convidar Ele Pra Vir Almoçar Aqui Em Casa Comigo (Sem A minha mãe é claro pq ela vai trabalhar)

Minha mae liga e Charlie aceita

-que horas ele vai vir mae?

-Agora Mesmo

Meu deus subo correndo pra me arrumar tudo isso pra agradar meu futuro noivo(ó as idéias)

Eu Nem começo a me arrumar e já ouço a campainha tocar

Putz ele já chegou

Como o flash termino de me arrumar e desço as escadas e vejo a maravilhosa visão do Charlie

Gente como alguem pode ser tao perfeito assim?

Obrigado universo!

-O o oi Charlie falo gaguejando

-iai 

-tudo bom?

-Sim,a sua mae vai comer com Agente

-Só Se For Pra Você me comer(Em Pensamentos)

-Não Ela vai ir trabalhar

-OK ennt

P.V.O Charlie Leneham

Sinto um arepio só De saber Que Vou Ficar Sozinho com Dylan

Mas provavelmente nada de ruim vai rolar só coisas boas

-Charlie VC sabia que eu tenho um irmão?

-serio?

-sim ele se chama lehandre ele mora aqui comigo mais ele não vai dormir aqui hoje

-ata Que Bom Né

-charlie aproveita que a minha mae trabalha anoite e dorme aqui

-Boa Ideia(Não,Péssima Ideia)

-Que Bom Então, Você Pode Dormir Comigo Se Quiser(Meu Deus Oque Eu Acabei De Dizer)

-Isso Nós Vamos Ver Mais Tarde

-Meninos Eu Já Vou Sair Se Comportem,minha mae diz saindo de casa

-OK Tchau,Nois Dois dizemos ao mesmo tempo

-Nossa Dylan eu dormi a noite toda e ainda to com sono

-que Tal Nós dois irmos lá no meu quarto ver um filme, ele diz pegando na minha mao e me levando pro seu quarto

chegamos em seu quarto e ele logo pula em cima da cama me chamando pra ir com ele

-ei Dylan eu queria falar um pouco sobre os acontecimentos recentes

-não precisamos falar nada Charlie,se você me ama e quer ter alguma coisa comigo fale agora(Término meio envergonhado pelo oque acabei de dizer)

-Eu te amo,agora,se vamos namorar acho melhor não irmos rápido demais,vamos dizer que estamos ficando OK

-ok

-ai Dylan como VC é lindo,me enche de tesão

-Digo o mesmo lenehan seu gostoso

m

-Quero te comer

-oque?

P.V.O Dylan Dauzat

- Só quero okay - Disse virando os olhos.

- Certo mas quem que vai é... ? - Charlie tenta explicar.

- Quem vai comer quem ? - Charlie concorda com a cabeça - Tanto faz mas de qualquer jeito vamos nós dois e eu vou primeiro - Disse apertando seu peito.

- Certo, o meu é maior mesmo preciso de mais tempo

Apenas ri e quando fui responder Charlie começa a me beijar sua boca e o desce pelo meu pescoço até parar no peito onde rodeou com a lingua continuou descendo e tirou meu short me deixando só de cueca

- Nossa é grande mesmo - Elogiei beijando o membro por cima da cueca.

- Obrigado - Charlie gemeu.

Todo aquele homem me despertava muito tesão, como eu poderia imaginar que meu amigo Um dia estaria assim mordendo os lábios segurando os gemidos totalmente duro dentro da cueca enquanto eu passo a língua por todo aquele abdômen que me chama a atenção.

- Posso ver como você fode ? - Pedi olhando seu rosto.

- Como assim ? - Perguntou sem entender.

- É eu sempre achei que suas pernas davam um impulso forte, queria me preparar antes - Expliquei rebolando encima da sua ereção.

- Entendi - Charlie começa a simular uma estocada - Mas vou ser bem gentil com você não pense que vou "fuder" com força - Disse me virando com velocidade e se encaixando entre minhas pernas que estavam levantadas - Mas é quase assim - Disse começando a estocar com velocidade.

Charlie ia e voltava com seu membro duro coberto pela cueca e fiquei louco porém assustado com toda aquela força que aquele homem poderia ter, eu sentia sua ereção tocar entre minha bunda e lá meu cu piscava em uma mistura de novas sensações.

- Gostou ? - Perguntou esfragando devagar seu pênis em minha bunda.

- Não sei se aguentaria - Admiti rindo.

- Que isso aguenta sim, com jeitinho aguenta - Charlie riu e libertou seu membro da cueca.

Charlie realmente era grande e se com ele deitado de lado ja tinha um tamanho quando ele deitou de volta e deixou o pênis solto na barriga eu pude ve-lo, chegava quase no umbigo seu mastro curvado para cima grosso e com rasos pelos, aquele homem circuncidado tinha a glande inchada e vermelha que jorrava pré gozo.

- Nossa Charlie- Digo impressionado.

-E Logo Coloco Todo Seu Membro E Minha Boca

- Aaaah... Você engole bem - Charlie geme alto empurrando a cintura contra minha garganta.

O gosto era diferente tinha o gosto exótico de um órgão genital Masculino,engolir tudo aquilo foi a melhor coisa

- Oh... Aaa.. Day para vem aqui - Chamou me beijando.

Char me colocou deitado e com uma mão baixou minha cueca soltando meu membro que saltou para fora, ele o segurou e se inclinou para analisar os dois e riu.

- Acho que não sou tão maior não - Analisou rindo.

Meu pênis chegava na mesma altura que o de Charlie mas mesmo assim era menor já que tinha ele reto, minha glande não ficava tão irritada como a dele e também não havia nenhuma pele em volta e minha depilação era incrivelmente Lisa

-Charlie Pega Meu pau e começa a chupalo loucamente

- Char... Meu... Ah... Isso é tão... - Tentei falar alguma coisa

,Ele Para De Me Chupar E inverte nossas posições

P.V.O Charlie Leneham

Estendo Minha Mao Até A Minha Bolsa E Pego Lubrificante E Passo No Day E Insiro meu Pênis Em Sua Entrada

-Já vai passar...- digo. Começo a penetrar um dedo em si e o sinto ser esmagado pelo garoto que gemia de dor no meu ombro, esperei um pouco até colocar o outro, não me movimentei, o esperei acostumar-se.

O puxei para um beijo calmo para fazê-lo desviar o foco da dor... O sentí relaxar e comecei a tesourá-lo. Não demorou muito e ele estava conpletamente acostumado, tirei os dedos dele e me posicionei para penetrá-lo... Comecei o percurso e me senti ser esmagado pelo seu interior, não pude conter um gemido alto e extenso:

-AAHHH tão aperta..do...

Senti suas unhas cravarem com toda força nas minhas costas, senti uma lágrima escorrer pelo meu pescoço, onde ele apoiava a testa, e para minha surpresa o sinto descer sobre mim de uma vez, e o ouço gritar de dor juntamente com meu gemido de prazer...

Me controlo para me manter parado até que ele se acostume e assim eu fiz, não demorou muito e o senti rebolar levemente sobre meu membro de forma que ninguém jamais fizera antes, me levando a loucura... Não tem condições desse garoto não saber o que está fazendo...

Comecei a estocá-lo lentamente e já podia sentir que ele não aguentaria por muito tempo, na verdade percebi que ele estava a beira do seu ápice e se segurando há bastante tempo... O vi jogar a cabeça para trás, com os olhos fechados, gemendo cada vez mais alto:

-Aah Char... Char.. Oooh ... huum

-I... Isso... ge...me pra mim aaah

-Eu eu.... AAAAH

Estoquei a próstata do garoto o fazendo se contorcer, cravar ainda mais suas unhas em minhas costas, suspirar alto, morder com toda a força a pele de meu pescoço e me esmagar, atingi o ponto mais duas vezes e senti seu gozo escorrer entre nossos corpos... Olhei para seu rosto e vi um Dylan descabelado, com alguns fios pregados na testa pelo suor, olhos fechados, lábios entreaberdos, respiração falha, e todo sujo de gozo... Essa imagem foi demais para mim e foi preciso de mais uma estocada e me desmanchei dentro do pequeno que soltou um último gemido me fazendo companhia...

Senti Dylan se desmanchar nos meus braços, ele estava completamente sem forças, mas ainda lindo, o dei um selinho demorado e ele se encostou no meu ombro... Saí de dentro dele, o ouvindo suspirar pesadamente, e mesmo cansado o carreguei até o banheiro... coloquei-o no chuveiro e dei um banho rápido nele, que mal se aguentava em pé, e em mim, não conversamos, não falamos nada, ele estava agarrado a mim e mesmo estando morto de cansaço não desviou seus olhos dos meus nem por um instante. O banho seguiu assim, apenas nos olhando e sorrindo vez ou outra, e isso foi o suficiente...

Voltamos para a cama, carreguei Dylan no colo até lá, ele estava grudado a mim com as pernas entrlaçadas ao meu quadril, cabeça apoiada na curva do meu pescoço e quaaaase dormindo. Sentei Dylan na poltrona que havia próxima a janela, joguei o cobertor no cesto de roupas sujas e recoloquei os travesseiros sobre a cama, Day e deitou com um pouco de dificuldade enquanto eu procurava por cobertores limpos, achei... Também me vesti com uma cueca box preta e peguei outra igual vestindo no loirinho que quase pegava no sono... Me deitei ao seu lado o puxando para se deitar sobre meu peito, ele se aconchegou ali, nos cobri e logo senti a respiração calma do outro em meu corpo...O observei domir por alguns minutos...

-Você é lindo, Day e Adormecido


Notas Finais


Oi Pessoas Eu Demorei Mas Ta Ai O Novo Capítulo Com Esse Lemon
Maravilhoso


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...