História Vida sobre rodas - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Sou Luna
Tags Lutteo/antteo/lumon
Visualizações 30
Palavras 368
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 28 - Caindo da cama


Hoje era o  dia da competição não sei como consegui dormir de tanta ansiedade.
Delfina e Jazmin vieram dormir aqui em casa e foram logo junto com a minha irmã pulando na minha cama às sete para eu levantar.
Ámbar: Levanta Luna, seu melhor amigo tá aqui atrás de você, não só ele, seu namorado também tá aqui. Vem levanta.
Nossa esse povo não tinha algo chamado senso? Eu hein!
Eu: Ámbar  Simón  é seu namorado  vai lá cuidar dele e me deixa dormir.
Eu não precisava nem olhar pra saber que Ámbar estava vermelha.
Delfina e Jazmin riram, eu aprendi a gostar delas com o tempo,  elas não eram mais tão metidas assim, melhor  pra mim, imagine, seria horrível ficar brigando com as minhas cunhadas.
Matteo: Vem Luna levanta.
Eu: Sai daqui Matteo!
Ele não poderia me ver desse jeito toda desarrumada!
Ele sai do quarto.
Em segundos me levanto e vou tomar um banho.
Nós resolvemos tomar café no jardim, até Daniela estava aqui.
Eu: Ansiosos?
Simón: Mais é claro.
Eu: Por que todos vocês caíram da cama hoje?
Ámbar: Porque nós queremos  sua ajuda para convencer a mamãe e o papai a nos deixar dar uma festa aqui, depois da competição, nós tivemos a idéia ontem.
Eu: Festa pra quê?
Matteo: Para comemorar  horas!
Eu: Ok né! Mas sim pessoal vou tentar tá?   Mas se tipo o Roller perder?
Matteo: Vira essa boca pra lá Luna!
Luna: Tá!  Olha vou tentar tá gente, mas não prometo nada!
Todos: Ebaa!

Mônica: Não nunca! Não vai rolar!
Eu: Por favor mãe deixa!
Eu estava a quase uma hora tentando convencer minha mãe  a nos deixar fazer a festa, mas ela não mudava de opinião.
Miguel: Olha Mônica, deixa, só que Luna vai ter que nos prometer que não vai ter baixaria, porque não vamos estar aqui hoje a noite.
Eu: Eu prometo papai. Mas vocês vão me ver, né? Na competição?
Mônica: Claro, nós queremos ver onde isso vai dar. E quanto a festa, olha vou confiar em você viu? Meia noite quero todos fora!
Eu: Eu te amo mãe!  E você também pai.
Em seguida eu dou um beijo no rosto dela e do meu pai.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...