1. Spirit Fanfics >
  2. Vidas Destruídas (Vondy) (Delena) >
  3. Capítulo 25

História Vidas Destruídas (Vondy) (Delena) - Capítulo 26


Escrita por: vondy_delena

Capítulo 26 - Capítulo 25


Fanfic / Fanfiction Vidas Destruídas (Vondy) (Delena) - Capítulo 26 - Capítulo 25

Alguns dias depois...

Depois de deixar o filho na escola, Elena foi para a empresa. Antes de ir para sua sala, ela foi conversar com seu pai. Elena tinha dito a ele seus planos, e o mesmo ficou meio zangado com ela.

Elena: posso entrar?

Chris: entra. (disse sério)

Elena: ainda chateado comigo? (disse entrando na sala do pai)

Chris: claro Elena. O que você pretende fazer é loucura.

Elena: então isso quer dizer que você não vai me ajudar?

Christopher respirou fundo olhou para sua filha e decidiu.

Chris: eu vou te ajudar.

Elena: sério? (feliz)

Chris: é. Mas se eu ver que as coisas estão indo longe demais, você vai parar com tudo e voltaremos para cá, entendeu?

Elena: entendi. Obrigada papai. (disse o abraçando)

Chris: só tem um problema.

Elena: qual?

Chris: convencer a sua mãe.

Elena: isso vai ser difícil. Posso contar com sua ajuda pra isso também? (disse sorrindo)

Chris: pode.

Elena: obrigada. - (disse o abraçando novamente) – Bem vou trabalhar.

Chris: Elena.

Elena: sim.

Chris: antes de você ir, me responda uma coisa.

Elena: o que?

Chris: como você vai fazer o Damon cumprir a promessa que ele te fez de se casar com você?

Elena: já disse que eu tenho um plano.

Chris: eu sei, mas você não disse que plano é esse.

Elena: papai, não se preocupe. Na hora certa você vai saber.

Chris: Elena, não se esqueça que tem duas crianças envolvidas nisso. O seu filho e a filha dele, que não tem culpa de nada. (sério)

Elena: eu sei pai. Não vou fazer as coisas como a Nikki fez. Não se preocupe. Eu só vou mostrar a verdade ao Damon.

Chris: tudo bem. Vou confiar em você.

**************************************

Yucatán, México.

Depois de terminar seu trabalho, Damon decidiu levar Brenda para passear um pouco na cidade. Ao chegarem na praça duas meninas se aproximaram de Brenda.

****: oi você quer brincar com a gente?

Brenda: não!

Disse virando a cara fazendo pouco caso das meninas. E as mesmas se afastaram indo brincar com outras crianças.

Damon: Brenda, porque você fez isso? Porque não quer brincar com as outras crianças?

Brenda: porque a mamãe e a vovó disseram que eu não devo me misturar com essa gentinha.

Damon: Brenda, quantas vezes eu já te disse para você respeitar as pessoas.

Brenda: mas elas são pobres e eu não.

Damon: Brenda chega! Não seja preconceituosa. Não Sabe como estou decepcionado com você. Quando chegarmos em casa, vou colocar você de castigo.

Brenda: mas papai. Foi a mamãe e a vovó que disseram pra não me aproximar dessas pessoas.

Damon: sua mãe e sua avó estão erradas. Você devia me escutar, mas pelo visto você é igualzinha a sua mãe. Vamos.

**************************************

Na fazenda Herrera:

Damon: vai para o seu quarto Brenda. Você está de castigo.

Disse sério, e Brenda saiu correndo para o quarto emburrada.

Nikki: o que foi Damon? Porque a Brenda está daquele jeito?

Damon: Nikki quantas vezes eu já te disse pra você parar de enfiar coisas preconceituosas na cabeça dela?

Nikki: eu não estou enfiando nada na cabeça da minha filha. Só digo pra não se aproximar de gente que não é do mesmo nível que ela.

Damon: é justamente isso que estou dizendo Nikki. A Brenda está agindo como você e a minha mãe.

Nikki: qual é o problema nisso? Não quero que minha filha se misture com os filhos dos empregados e dessa gentinha que mora nessa cidade.

Damon respirou fundo tentando se acalmar. Era sempre assim. O casamento dele e de Nikki foi um completo erro. Os dois só viviam brigando, principalmente em relação a criação de Brenda.

Nikki: ai meu amor, esquece isso vai. Não quero brigar de novo.

Disse o abraçando, mas Damon se soltou do abraço.

Nikki: aonde você vai?

Damon: dar uma volta.

Nikki: então eu vou com você.

Damon: não. Preciso ficar sozinho. (saiu)

Nikki: com certeza vai ficar pensando naquela empregadinha. (disse com raiva)

Depois da discussão que teve com Nikki, Damon foi caminhar um pouco. Estava andando e sem perceber acabou parando em frente o celeiro onde se encontrava com Elena. Às vezes ele ia lá, e ficava pensando nela. Onde ela estaria. Com quem ela estaria. Damon queria tanto que as coisas fossem diferentes. Tinha certeza que se tivesse casado com Elena agora, ele seria mais feliz.

Damon: onde você está Elena? Será que ainda pensa em mim?

Disse pegando o anel de noivado que tinha comprado para ela alguns anos atrás. Damon tinha deixado o anel escondido no celeiro. Achou que seria um bom lugar para deixá-lo, já que era lá que eles se encontravam. E eram felizes. Pelo menos ele era feliz com ela.

Damon: porque você teve que fugir com outro? Por quê?

Disse com raiva jogando o anel no chão.

**************************************

Cidade do México, México.

Elena estava no quarto do filho o colocando para dormir. Depois que Christopher caiu no sono, Elena foi para seu quarto. Tinha sido um dia cansativo. Não foi fácil convencer Dulce e Alexandra a voltar para a fazenda e apoiá-la em seus planos. Mas conseguiu. E no fim de semana Elena e sua família iriam voltar para lá.

Elena não podia negar, estava nervosa. Mas iria continuar com seus planos. Porém o que a deixava mais nervosa, era ver Damon de novo. Queria ser forte na frente dele, mas Elena sabia que seu coração poderia amolecer. Pois ainda o amava com todas as forças.

Elena: será que ainda você pensa em mim Damon?

Disse olhando pela janela. Estava uma noite linda. Cheio de estrelas no céu. Assim como eram as noites quando se encontrava com Damon.

Elena: como será que você vai reagir quando conhecer seu filho?

**************************************



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...