História Vidas do destino - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Batalha, Demônio, Espada
Visualizações 1
Palavras 1.478
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Shounen, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Com atrasado, mas sempre mensal...

Capítulo 9 - Lâmina fantasma


Um homem de vestes cinzas surge atrás de um trono de ouro e se ajoelha.

-Senhor “Hyoros” temos um novo relatório sobre os sumiços dos Nyamas de alguns Nommo’s e da presença de algumas Marionette’s, fala o homem de cinza.
       -Com esse já são sete relatórios com o desaparecimento desses monstros, isso até que é bom, mas deixarmos as cegas, nos deixa de mãos atadas, fala Hyoros indignado.
       -No setor 274 ao noroeste identificamos os corpos de três Nommo’s e duas Marionette’s, os corpos não apresentavam nenhum sinal de perfuração ou sangramento, mas suas vitalidades estavam zerada, eles estavam com a pele em uma tonalidade azulada, como se estivessem com frio antes de morrerem, nenhum corpo humano foi visto pelo setor ou em suas proximidades, fala o homem de cinza.

Hyoros se levanta do trono e se vira para o homem de cinzas.

-Informe a todos os anciões que eu estou requerindo uma reunião de urgência, peça para que eles se reúnam no salão central ao badalar do sino do meio dia de hoje, fala Hyoros.
           -Sim senhor, com a sua licença, fala o homem de cinza.

O homem de cinza se levanta e some, Hyoros coloca a mão esquerda sobre o trono e respira fundo. Lorena deitada em sua cama abre os olhos e se senta na beirada da cama, ela boceja e fica de pé, vai andando até o banheiro fica de frente a pia e lava o rosto e respira calmamente.

-Já fazem seis dias que não sou designada para nenhuma missão, eu entendo a decisão dos anciãos, falhei em duas missões seguidas, eles devem está com mais cautela em relação a mim, eu também não sei o estado de saúde de Hammor, os Heiler’s disseram que assim que acordou ele foi embora do departamento médico, esses dias têm sido difíceis, só fiz ficar em casa, nem mesmo o que eu pedi a Matthew me interessei de ir atrás, ele também não me procurou nesses dias, deve ter se ocupado com os treinamentos, eu deveria ir até ele, mas estou muito frustada para isso, fala Lorena pra si.

Um homem de cinza surge ajoelhado na porta do banheiro de Lorena, Lorena vê o homem de cinza e se assusta.

-Você não está vendo que estou de roupas íntimas, saia já daqui e espere lá fora, eu vou me vestir, fala Lorena gritando.
           -Você foi convocada a comparecer ao salão central, onde está em andamento uma reunião com todos os anciões, fala o homem de cinza.

Lorena fica surpresa.

-Irei me vestir e ir direto para o salão central assim como foi ordenado, fala Lorena seria.

O homem de cinza fica de pé e fica olhando para Lorena, Lorena fica enfurecida.

-Você já pode ir embora, seu mensageiro tarado, grita Lorena.

O homem de cinza fica corado, baixa a cabeça e some, Lorena sai do banheiro, vai até o quarto e começa a se vestir.

-Reunião de todos os anciões! O que os velhos estão discutindo? Se pergunta Lorena.

Lorena termina de se vestir e sai de seus aposentos e vê o mensageiro de pé a esperando.

-Não me diga que vou ser escoltada? Pergunta Lorena 
            -São apenas ordens dos anciões, fala o homem de cinza. 
            -Eu devo está encrencada, fala Lorena pra si.
            -Vamos, fala o homem de cinza.

Lorena coloca a mão direita no ombro do homem de cinza e eles somem, eles surgem no portão de entrada do salão central.

-Eu só posso trazê-la até aqui, não me foi permitido entrar, fala o homem de cinza.
          -Tudo bem, desde do início eu sabia vir sozinha, mas obrigado, fala Lorena.

Lorena empurra o portão e ele se abre, ela adentra no salão, fica perplexa e vai andando.

-Todos os anciões reunidos num único lugar, fazem quarenta anos desde da ultima reunião geral deles, todos os oito castelo representados, eles estão divididos por iguais, os quatro do lado esquerdo do trono são; “Litz” do castelo NEUSCHWANSTEIN, Hyoros do castelo HEIDELBERG, “Gaus” do castelo ELTZ e “Hanthor” do castelo MANNHEIM, ao lado direito estão; aquele dito ser o mais forte Jäger dos últimos cinquenta anos, “Kaiser” do castelo LUDWIGSBURG, “Erin” o mais jovem a assumir o posto de ancião, do castelo SCHWERIN, “Holfer” do castelo HOHENZOLLERN e Olus do castelo KAISERBURG, a atmosfera do salão está tensa, o quão impressionante seria vê eles em ação, fala Lorena pra si.
             -...

Lorena fica de frente para as costas do trono e se ajoelha.

-Eu estou sempre a vossa disposição senhor, fala Lorena.
            -...
       -Não, para mim foi uma surpresa ter sido chamada para uma reunião entre todos os anciões, fala Lorena.
            -...
          -Estou sendo designada para matar uma Jäger? Pergunta Lorena com espanto.
        -Na verdade é apenas uma suposição, pois segundo os relatórios todos os corpos encontrado tinham as mesmas características e só tem uma pessoa no mundo que tinha um poder compatível com essas características, “Claudia”, fala Hyoros.
            -Claudia “a rainha do gelo”? Pergunta Lorena surpresa.
            -...
          -Impossível para as minhas habilidades, segundo as histórias que eu ouvi dela, era ela uma das mais fortes Jäger que já existiram, em certo momento ela enfrentou dois Rank S sozinha, como eu vou ser capaz de matá-la? Pergunta Lorena preocupada.
           -Não sabemos se realmente é ela, você irá ser mandada para os arredores dos setores em que aconteceu os incidentes e irá investigar, caso se confirme ser ela, aproxime-se dela, aja como uma companheira que fugiu e abandonou as suas obrigações como Jäger, a personalidade dela pode ser forte, mas ela é acolhedora e se identifica com o próximo, após ganhar a sua confiança a mate e roube a sua alma com sua habilidade, fala Kaiser.
             -Eu não posso fazer isso, eu não sou assim, eu não posso tirar a vida de uma companheira, mesmo que ela tenha deixado suas obrigações, fala Lorena.

Olus olha para Lorena é uma corrente de ar se forma.

-Não me envergonhe na frente de todos os demais anciões, isso não é uma ordem minha ou deles, é uma ordem direta do senhor, você é a única capaz de aprisionar uma alma, se não fizer o que o senhor ordena, será acusada de traição, fala Olus enfurecido.
             -Me desculpe senhor Olus, fala Lorena.
             -...
          -Não senhor, eu irei cumprir suas ordens conforme o ordenado, fala Lorena.
             -...
        -Sim senhor, irei me retirar e iniciar o mais rápido possível a missão, diz Lorena.

Lorena fica de pé, da as costas e começa a andar para a saída do salão e abre o portão e sai.

-Eu não acho que ela vá conseguir concluir a missão, fala Erin.
         -Hyoros deveria mandar seu próprio pessoal, pois se for realmente Claudia, ela pertencia a seu castelo, fala Litz.
       -Eu não acho que os Rank S de seu castelo possam cumprir a missão de matá-la, fala Hanthor com deboche.
         -Já que foi passada a missão para alguém de meu castelo, irei me retirar, fala Olus.
          -...
        -Eu fiquei informado sobre o incidente do Jäger Noit, ele também pertencia ao meu castelo, fala Olus.
        -Pois bem, naquela noite, quando Lorena falhou em uma missão, Noit estava em uma outra ocorrência... diz Gaus que é interrompido.
           -Eu sei, eu quem ordenei a missão a ele, fala Olus irritado.
         -Alguns espiões detectaram um grande Nyama naquele setor e ao mesmo tempo que alguns Nyamas de Jäger’s se esvaiam, logo após essas ocorrências o grande Nyama desapareceu, segundo os relatórios dos espiões, a sensação de sentirem aquele Nyama era o mesmo que sentirem o de um Rank S ou até superior, fala Gaus.
           -Está supondo que um Nommo de alta hierarquia estava naquele setor e os espiões falharam em detectar, para que pudéssemos tomar as devidas medidas? Pergunta Olus.
        -Sim, ele está supondo, e ao mesmo tempo que recebemos os relatórios enviamos três Jäger’s de Rank A, para pegar e analisar os ferimentos do falecido Noit, fala Hanthor.
      -A seis dias um Rank S, dois Rank A+ e um Rank A foram designados a caçar um Nommo da mais alta hierarquia, fala Gaus sério.
           -Vocês estão fazendo as coisas por conta própria, já que Noit era membro de meu castelo, eu deveria ter o direito de ter recebido essas informações também, pois eu teria tomado algumas medidas, isso é uma ofensa contra mim, fala Olus irritado.

Olus começa a andar em direção ao portão do salão e seu corpo fica paralisado, todos os anciões ficam surpresos.

-...
            -Mas senhor, eu estou me sentindo ridicularizado, fala Olus.
            -...
          -Me desculpe senhor, eu sei que tudo é para o bem do mundo e da harmonia do véu do destino, fala Olus.
            -... 
           -sim senhor, fala Olus.

Os anciões passam andando ao lado de Olus e saem pelo portão do salão, Olus de cabeça baixa começa a andar e sai do salão central e ao sair não vê mais nenhum dos anciões e ele some. 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...