História Vidas Opostas - Yoonkook - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Yoonkook
Visualizações 229
Palavras 1.123
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Dois


— Você está nervoso? - meu pai pergunta sorridente do outro lado da mesa.

— Se eu disser que não eu estarei mentindo, papai.- abro um sorriso enquanto preparo um pão.

— Não sei porquê - minha mãe diz rabugenta. - Viveu num colégio interno durante a vida toda e agora está nervoso pra ir pra outro.

— Exatamente, por isso que eu acho que ele nem devia ir - meu pai diz.

— Ora homem! - ela grita - É durante quatro dias! Finais de semanas ele vem para casa se tudo ocorrer bem lá e não tiver trabalhos! Deixe de drama.

— Mesmo assim eu aind-

— Tudo bem, papai. Mamãe só quer o melhor pra mim - suspiro tentando acalmar a discussão.

— Garoto sensato.

— Termine de tomar o seu café que eu te levo - meu pai diz.

— Já terminei - me levanto - Só vou escovar os dentes.

Subo as escadas correndo e entro no meu banheiro. Escovo os dentes e vejo minha roupa no espelho.

Calça azul marinho, blusa branca, gravata vermelha, sapatos pretos e o blazer azul marinho por cima.

Típico uniforme escolar.

Pego minha mala enorme com roupas e outra mala cheia de livros. Desço as escadas e meu pai me ajuda com elas.

— Você está um homem feito, meu filho.- ele sorri.

— Obrigado, papai.- digo sorrindo.

— Você vai arrasar corações! - ele ri.

— Que isso pai, quem iria olhar para mim desse jeito?- pergunto ajeitando meus óculos.

— Vou fingir que nem escutei isso - ele diz e entra no carro - Entre logo.

Me sento no banco de trás e fico olhando a vista bela durante os longos quarenta e cinco minutos.

De repente o carro do meu pai para e eu vejo um enorme prédio. Com estilo antigo, mas sei que é só o estilo mesmo.

— Bom, é aqui.- ele diz.

— Uau. É lindo.- digo.

— Sim. Pelo menos no bom gosto sua mãe tem razão - ele diz rindo.

— É, e pelo menos o Taehyung está aqui né, papai!? - pergunto sorrindo e saio do carro.

— Claro - ele diz e sai também - Agora se cuida e não deixa ninguém se aproximar de você com segundas intenções, seja atento e estude bastante.

— Ok papai, mas o que seria segundas intenções... roubar alguma coisa? - pergunto não entendendo o que ele quis me dizer com essas palavras.

- Esquece, você veio de um colégio religioso - ele revira os olhos e ri baixinho.- Promete se cuidar?

— Sim.

— Agora nos vemos final de semana.- ele diz e me abraça.

— Tá'.

— Se cuida, filho.- diz ele entrando no carro e saindo dali sem esperar minha resposta.

— Se cuida papai...- digo fitando o nada e chuto uma pedra olhando pra baixo.

— Mais um louco falando sozinho...- um garoto de cabelos castanhos passa do meu lado revirando os olhos.

Eu não entendi o que ele quis dizer com isso.

[...]

— Ahh te achei!- Taehyung grita.- Até que enfim!

— Aish que susto seu doido!- coloco a mão na boca para evitar um grito.

— Haha, não é pra tanto vai.

— Não imagina se fosse.- digo e abraço ele.- Que saudades.

— Eu também. Mas olha, o diretor vai avisar quem vai ser nossos colegas de quarto - ele diz eufórico.

Taehyung é um poço de animação.

— Eu quero ir com você - digo — Digo, ficar no mesmo quarto.

— Eu também! - ele diz e segura meu pulso, me arrastando até o meio da multidão.

Ficamos ali conversando até o diretor aparecer lá em cima do palco e chamar nossa atenção.

— Sejam bem vindos! O meu colégio esta lisonjeado pelos alunos novos, e pelos alunos antigos que continuaram aqui. O nosso ano letivo vai ser muito emocionante e cheio de surpresas para todos.- ele diz fitando os rostos no meio da multidão - A relação dos colegas de quarto está ali no mural, do lado do refeitório. Bom descanso, amanhã começa as aulas! Finalmente!

Os alunos começam a andar rapidamente até aquele local, e eu fico parado no lugar. Taehyung se solta de mim e corre até lá.

Mas quem será que eu peguei? Eu espero que seja ele porque...

— Saia do caminho, idiota - um garoto de moreno me fita com raiva ao esbarrar em mim.

— O que... O que eu fiz? - Pergunto sem entender.

— Nasceu - ele diz e sai dali indo em direção a parede onde está os nomes dos alunos.

Ele chega lá e vejo seu sorriso ficar ainda maior ao ler o nome que deve estar do lado do seu.

— Ahhh! - Taehyung volta todo alegre.

— O que? Me diz que vamos ficar juntos! - faço careta.

— Vamos sim - ele diz - Você é meu colega de quarto. Isso é um máximo!

— É mesmo, mais uma vez como colegas de quarto. Colegas não, amigos.- digo rindo.

Depois nos dirigimos até nosso quarto, abro a porta e vejo duas camas uma na frente da outra, do lado de cada uma delas tem uma mesa de estudos que está encostada no canto da parede. Tem um tapete grande e fino que fica na frente da ponta da nossa cama e ele segue reto até a porta do banheiro.

— Uau, deve ser lindo - ele diz e abre a porta do banheiro.- É, realmente é lindo. Vem ver isso daqui, Yoon.

— Deixe-me ver.- ando até o mesmo e paro do seu lado - Realmente é lindo.

— Ahh eu amei esse quarto!  - ele grita - Ele é mais a nossa cara e aqui podemos colocar todos os nossos pôsteres, por que lá...

— ... Os freis não deixavam...- continuo por ele e sorrio.

— Exato! Vamos tirar um dia para nós ir no shopping e comprar coisas para decorar nosso quarto - o mesmo diz se jogando na cama que escolheu. A do lado da porta.

— É - concordo e me sento na minha cama.

Pego meu celular e digito uma mensagem para o meu pai, avisando para ele que o meu colega de quarto o Tae. Ele me responde com uma carinha de feliz e eu deixo meu celular em cima da cômoda.

— Vamos dar uma volta para conhecer pessoas novas? - Taehyung se levanta animado olhando sua roupa no espelho.

— Não... estou cansado. Vá você, ou não, você deveria ficar aqui para arrumar suas roupas no armário - aponto para os dois armários.

— Ahh deixa disso. Depois eu arrumo, não vai vir mesmo? - ele pergunta já na porta

— Não, pode ir. Não seja doido com as pessoas.

— Ah que isso.. Nem sou - ele sai rindo.

Reviro os olhos e ligo a televisão. Até que não está nada mal ficar aqui. Eu não fiz nenhuma amizade ainda, claro, porém em minha mente fica rondando aquele olhar de raiva que o garoto moreno me lançou, eu nunca lhe fiz nada, por que ele me olhou daquele jeito?





Notas Finais


os primeiros capítulos vão ser meio pombo, mas daqui a pouco começa os clichê... quem será esse garoto hein? Ksjsksksk

beijinho da yoonkooka mais apaixonada do site 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...