História Vídeo - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Hitoshi Shinsou, Shouta Aizawa (Eraserhead)
Tags Bnh, Drama, Hitoshishinso, Myheroacademia, Shinso
Visualizações 23
Palavras 1.459
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hey gente, amo o Shinso e pretendo escrever uma historia com o foco nele e no Aizawa como seu sensei.

Essa é uma historia curta que eu tive a ideia de fazer depois de ver essa imagem, espero de verdade que vocês gostem.

Boa leitura <3

Capítulo 1 - A caixa do armário


Fanfic / Fanfiction Vídeo - Capítulo 1 - A caixa do armário

" Don't Cry Hero... "

Não conseguia levantar a cabeça para encarar o celular tocando em sua mão, provavelmente era seu pai ligando para falar como estava orgulhoso de ter o assistido no torneio, mesmo não tendo ganhado. Hitoshi não conseguia controlar a raiva em seu peito, havia perdido a unica oportunidade para ser transferido para o departamento de heróis. Ele agarra sua camisa sobre seu peito e da um forte soco no armário a sua frente, sente o arrependimento logo em seguida vendo uma caixa caindo e espalhando tanto CDs velhos no chão.

Ele respira fundo antes de se ajoelhar e começar a guardar as coisas novamente na caixa, a decepção em seu olhar era evidente para qualquer pessoa que pudesse o ver. Ele pega tudo e coloca a caixa novamente no armário, quando volta seu olhar para a cama suspira alto, ainda tinha um CD que estava caindo um pouco abaixo da cama. Shinsou pega o CD e se surpreende com o que estava escrito: " Para Hitoshi Shinsou, meu filho.", a curiosidade tomou conta de sua cabeça, ele pega o notebook e coloca o Cd dentro. 

Sentia a ansiedade começar a aparecer, veria sua mãe depois de tantos anos. 

Play.

 

Suas mãos gentilmente arrumam a câmera em cima da mesa, a mulher se senta no sofá e sorri vendo que finalmente o aparelho conseguiu ter o foco que queria. Não sabia como começar o vídeo para seu filho, sabia que não tinha muito tempo, mas não queria de jeito algum mostrar qualquer rastro de tristeza em seu rosto.

O garotinho em seus braços puxa seu cabelo inocentemente, uma risada gostosa se espalha no ar arrancando o riso de sua mãe. A mulher de cabelos azuis não conseguia evitar não achar a cena extremamente fofa, o pequeno vestia um pijama de gatinho cobrindo seu rosto com a touca. 

- Hitoshi, o que você está fazendo? - O sorriso bobo nos lábios da mulher apenas realçava sua beleza. 

- Miaaaau, miau miau miaau. - Ela tenta controlar seu riso tentando se concentrar em fazer o vídeo. 

- Meu deus, você virou um gato? - A mulher finge surpresa olhando o pequeno escondendo seu sorrido com as mãos. 

- Miaaaau. - Ele balança sua cabeça concordando.

- Hajime! - A mulher grita e logo um homem de cabelos roxos como de Hitoshi aparece assustado com uma escova de dente em sua mão e a boca cheia de espuma. - Nosso filho virou um gato. 

A risada da azulada é contagiante, o desespero no olhar do homem logo some e seu rosto fica mais tranquilo encarando o menino que observava a cena em pé em cima do sofá com um grande sorriso estampado em seu rosto. Não precisou nem do segundo olhar da mulher para o homem entrar na brincadeira, ele tenta fingir seu melhor olhar de espanto e se aproxima devagar da criança que segurava o riso. 

-Hitoshi? - Shinso ri mais ainda vendo seu pai tentando falar com a boca cheia de espuma.

- Miaau. - Hajime não consegue segurar o riso e agarra o garoto o derrubando no sofá e o torturando com cocegas em sua barriga. 

- Coitado do nosso gatinho. - A voz da azulada toma a atenção de seu marido que cora ao ver seu sorriso tão grande e belo, já estava com saudades de o ver. 

- Papai...chega. - A voz do garoto sai entre seu riso, o garotinho já estava quase chorando de tanto rir.

- Olha só Mihoko, o gatinho ta falando. - Hitoshi faz uma cara emburrada e se senta com os braços cruzados deixando alguns fios de seu cabelo roxo cair sobre seu rosto. - Agora ta chateado é? 

A mulher abraça o menino e beija sua bochecha, sua mão passa sobre o cabelo lilas de seu filho e o mesmo logo solta uma risada baixa parecendo cansado. 

- Hora de dormir, gatinho. - O menino boceja e estende seus braços logo sendo puxado para o colo de seu pai, ele apoia sua cabeça no ombro do mesmo logo fechando os olhos. - Não demora muito, amor.

- Já estou indo, Haj. - A mulher sorri calmamente observando o marido se afastando com seu filho dormindo em seu ombro. 

Seus olhos se voltam para a câmera na mesa gravando tudo, não sabia por onde começar a falar. Queria tanto poder ver a reação de seu filho vendo esse vídeo, sentia seus olhos começar a lagrimejar mas não iria chorar agora. 

- Hey Hitoshi, está bem? Tem dormido muito? Espero que esteja tudo bem... - Mihoko desvia seu olhar para o chão por alguns segundo e volta a olhar a câmera. - Você deve estar tão bonito, puxou muito para o lado de seu pai. Queria tanto poder te abraçar agora, imagino que você deva estar triste e sem entender muita coisa, certo? Afinal, você só vai ver esse vídeo quando eu já não estiver mais aqui, tem algumas coisas que você não entenderia se eu explicasse agora então estou fazendo esse vídeo, espero que seu pai não esqueça de te entregar. 

" Sua individualidade ainda não apareceu, mas tenho certeza que sera muito poderosa. Se caso a sua individualidade pareça com a minha, não escute o que os outros falarem para você. Seu coração é puro e lindo, nunca se deixe ser manipulado ou rebaixado, ok? Se torne o melhor herói que puder, não arranje brigas sem motivos, não use seu poder para machucar ninguém e principalmente não se torne um vilão. Mesmo que algum dia você não alcance a luz em seu coração, apenas lembre que sempre tem outro caminho a seguir. "

" Aposto que você vai querer ser um herói, as escolas tem um senso invalido de avaliação, não fique bravo se não for aceito de primeira, apenas não desista. Você tera que enfrentar muitos desafios, e até mesmo aceitar muitas derrotas. Contudo lembre-se que quando uma porta se fecha, outras duas se abrem. Plus Utra, Toshi! "

Mihoko limpa uma lagrima que escorre pelo seu rosto enquanto ria se lembrando da época que estudava na U.A, queria poder falar tantas coisas mas as palavras não pareciam sair.

- Eu amo você, eu sinceramente amo muito você e peço que me perdoe por não estar no seu lado agora. Não tenho muito tempo restando, os médicos dizem que só me restam alguns meses, seu pai está tentando de tudo para tentar me dar tempo mas...- Sua voz falha por alguns segundos. - Antes estaria tudo bem aceitar isso, porem agora eu tenho você e Hajime e me doí tanto imaginar vocês sofrendo por minha causa, é até injusto isso tudo estar acontecendo, eu queria tanto poder te ver crescer e envelhecer ao lado do Haj...Me desculpe, Toshi, não vou poder estar com você quando precisar... - Mihoko respira fundo já não segurando as lagrimas.

" Apenas alimente-se bem, não durma muito tarde e faça muitos amigos. Na verdade não precisa ser muitos, apenas aqueles em quem você possa confiar de verdade. Estude muito, não precisa ser um Einsten, só não fique muito preguiçoso. Quando você se apaixonar, trate muito bem sua parceira ou parceiro, o amor é livre, Hitoshi. Cuide de seu pai por mim, ele finge ser o fortão mas por dentro é um maria mole, e não deixe ele ficar preso no hospital com tantos plantões. Ele se acha imortal pela individualidade dele, mas todo mundo precisa tirar um tempo de ferias. Se cuide, e lembre: você nunca esta sozinho... gatinho "

Mihoko abaixa sua cabeça e cobre seu rosto com as mãos, tentar controlar as lagrimas parecia inutil, não queria que Hajime a visse daquela forma e muito menos seu filho. Ela retira suas mãos do rosto e levanta a cabeça mostrando um enorme sorriso, seus olhos observam a câmera por alguns segundos até finalmente a mesma se levantar e desligar. 

 

O vídeo finalmente acaba, Hitoshi não conseguia controlar as lagrimas rolando em seu rosto. Não sabia o que dizer, pela primeira vez não conseguia dizer nada, sua mãe sabia o que ia acontecer e provavelmente passou por todo esse julgamento que estava passara. Seu soluços ficam mais altos, não conseguia parar de chorar. Por anos afastou sua mãe de sua vida e agora havia achado um vídeo de quando a mesma ainda estava viva. 

Shinso tenta controlar sua respiração enquanto limpava seu rosto com as mangas de seu moletom, já sabia o que devia fazer, como havia aceitado a ideia de desistir de ser um herói? Não podia aceitar isso, iria provar para sua mãe e para si mesmo que era capaz. No dia seguinte iria procurar Aizawa e pedir que o treinasse, era exatamente isso que faria.

Iria virar um herói. 

 


Notas Finais


Então, o que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...