História Vigilantes (HIATUS) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Arrow, The Flash
Personagens Barry Allen (Flash), Cisco Ramon (Vibro), Detetive Joe West, Donna Smoak, Dr. Harrison Wells, Dra. Caitlin Snow (Nevasca / Killer Frost), Eddie Thawne, Eobard Thawne (Flash Reverso), Felicity Smoak, Iris West, Laurel Lance, Leonard Snart (Capitão Frio), Mick Rory (Onda Térmica), Moira Queen, Oliver Queen (Arqueiro Verde), Personagens Originais, Ronald "Ronnie" Raymond (Nuclear / Firestorm), Sara Lance (Canário Branco), Thea Queen, Tommy Merlyn
Tags Arrow, Barry^^, Caitlin, Felicity, Flash, Flashfrost, Frostar, Heróis, Killer Frost, Olicity, Oliver, Savifrost, Snowallen, Snowbarry, Universo Alternativo, Vilões, Westhawne
Visualizações 101
Palavras 1.109
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLHA QUEM APARECEU 👏🎉
Chegayyy kkkkk

Espero que gostem ❤❤
Boa leitura 💕

Capítulo 6 - Capítulo 02: Velhos Amigos


Fanfic / Fanfiction Vigilantes (HIATUS) - Capítulo 6 - Capítulo 02: Velhos Amigos

Para cada atitude tomada, existe uma consequência que logo chegará. Felicity sabia disso, e naquele momento não era possível medir o tamanho de seu arrependimento pela decisão que tinha tomado anos atrás.

Por que diabos tinha que ter contado à Oliver como lhe encontrar?

Sentia o nervosismo se espalhar por cada parte de seu corpo por conta da ideia de rever o famoso vigilante de Star City. Se lembrava exatamente de como tinha sido a parceria feita por ambos anos atrás, mas não esperava revê-lo pessoalmente.

Respirou fundo em uma tentativa falha de se acalmar, enquanto se mexia na cadeira em que estava sentada, tentando procurar uma posição confortável para si. O vestido justo estampado que abraçava o seu corpo era bastante desconfortável, mas era a única roupa formal que tinha sobrado em seu armário. Ao descobrir o local onde o Green Arrow queria que se encontrassem, foi obrigada a desapegar do seu amado jeans.

Olhou para a bebida em sua mesa, afundada em seus pensamentos. Ninguém naquele lugar prestava atenção na mesma, principalmente pelo fato dela estar na mesa mais distante da movimentação. Pessoas de roupas parcialmente formais desfilavam pelo estabelecimento, degustando suas bebidas ou dançando na pista de dança do bar, um dos mais populares de Star City.

Ela sentia que estava à beira de um ataque de pânico, mesmo sem saber o porquê. Se confortou ao encarar o celular em suas mãos, ferramenta que ela poderia usar para fugir ou para prender Oliver em uma prisão cibernética, de onde ele com certeza não consegueria sair.

Não entendia o motivo de tanta preocupação. Oliver e ela se davam parcialmente bem – se não fosse contado as múltiplas brigas que tiveram. –, mas a simples ideia de vê-lo o fazia querer fugir pelo seu celular. Se não fosse tamanha a sua curiosidade em saber o que ele queria, o teria ignorado e seguido sua vida normalmente.

Droga, por que ela era tão curiosa?

Passou a observar os seus arredores, no mesmo momento em que ele passou pela porta do estabelecimento. Trajava um terno preto simples, que abraçava os músculos dos braços do homem. Seu cabelo bem aparado dava maior destaque aos seus olhos azuis, que Felicity pôde visualizar por alguns segundos. O desgraçado estava ainda mais bonito que da última vez que ela o vira. Um suspiro escapou de seus lábios.

Se xingou mentalmente no mesmo segundo. O que ela estava fazendo?

Assistiu ele andar até o balcão para pegar alguma bebida, sem ter notado a sua presença. Ela desviou a atenção para a sua bebida, sentindo-se ainda mais tentada a fugir pelo seu celular. Quando trabalhavam juntos ela tinha aprendido a lidar com a presença dele, mas agora a simples ideia de ficar no mesmo local que Oliver Queen lhe apavorava. Talvez fosse a aura sombria dele que a incomodava, ou ela simplesmente não gostava de sua companhia.

Mesmo com todo o barulho do lugar, Felicity conseguiu perceber os passos vindo em sua direção, acompanhados pela sensação de que alguém a estava observando.

Inspira, expira, não pira.

Sabendo que era ele, a loira ergueu a cabeça para encará-lo, conseguindo disfarçar de forma perfeita o seu nervosismo.

O encontro de olhares foi o suficiente para prendê-los naquele momento.

Azul se dissolveu no azul, em uma conexão inegável.

Green Arrow. — falou firme, sem demonstrar seu nervosismo. Tinha aperfeiçoado aquela técnica no decorrer dos anos.

Um sorriso se formou nos lábios de Oliver, enquanto ele se sentava na cadeira livre em frente à loira.

— Depois de tudo achei que tínhamos alguma intimidade, Overwatch. — declarou, cruzando as mãos ao redor do copo de sua bebida. — Está diferente, Felicity.

Aquilo era algo inegável, e a loira sabia disso. Além de apresentar alguns traços físicos mais maduros, sua postura e atitude mudaram. Estava mais confiante, ao contrário da jovem adulta de anos atrás.

— Eu sei disso, Oliver. Mas acho que você não veio discutir isso, não é mesmo? — disse ela, tomando um gole de sua bebida.

— Direta como sempre. Fico feliz ao saber que não mudou tanto assim. — ele sorriu novamente, fazendo a loira revirar os olhos.

— Fale logo, não tenho todo o tempo do mundo. — falou, rígida. Aquela enrolação toda estava lhe irritando.

Ele suspirou, encarando os olhos de Felicity. Um arrepio gelado subiu pela sua coluna vertebral, fazendo-a desejar fugir. Sabia muito bem que não seria algo agradável o que ele iria falar e ela não sabia se desejava fazer parte do que fosse.

— Felicity, eu sei de tudo. Sobre as ameaças, os jogos cibernéticos e como essa pessoa parece ser a única que consegue te encontrar. — ele falou rápido, fazendo Felicity ficar estática.

A loira piscou algumas vezes, desviando o olhar para a sua bebida. Se perguntava como Oliver sabia daquela informação, tanto que foi a próxima pergunta que saiu de seus lábios.

— Como sabe? — ela perguntou sem rodeios. O seu nervosismo estava se tornando mais difícil de disfarçar.

— Não importa — falou, fazendo um gesto desinteressado com uma das mãos. —, mas isso também está acontecendo comigo. Conseguiu descobrir algo?

Ela ainda não voltou a encará-lo, mesmo ainda estando confusa pelas informações do homem sentado a sua frente. Uma sensação de frustração a consumiu, ao lembrar do seu fracasso em suas buscas. Tentou de toda as formas achar o autor daquele terror que estava acontecendo em sua vida. Nunca tinha ficado tão apavorada desde que se tornara a Overwatch.

— Não. — falou, não escondendo sua frustração. Odiava não conseguir cumprir algo que se colocava para fazer.

Oliver não disse nada por alguns segundos. Felicity não voltou a encará-lo, aguardando pacientemente que ele falasse algo.

— Era o esperado. Também não consegui encontrar nada sobre essa pessoa, mas esperava que pudesse me ajudar. — disse, fazendo Felicity finalmente erguer a cabeça, encarando fixamente os olhos azuis dele.

— Como nos velhos tempos? — perguntou, fazendo-o abrir um sorriso fraco.

— Mais ou menos. — disse ele. — Encontrei alguns aliados que podem nos ajudar.

— Como assim? — ela o questionou, fazendo-o rir com a sua expressão confusa.

Oliver mexeu nos bolsos internos de seu paletó, tirando de lá um pequeno cartão e estendendo para ela. Felicity o pegou, mas não leu o conteúdo escrito. Continuava a encará-lo, esperando se ele lhe diria mais alguma coisa.

O homem tomou o resto de sua bebida de uma só vez, antes de se levantar de sua cadeira.

— Me encontre nesse local amanhã à noite. Prometo que lhe darei mais explicações. — ele ajeitou o seu paletó, sob o olhar atento de Felicity. — Foi um prazer revê-la, Overwatch.

E deu as costas, caminhando em direção a saída do estabelecimento. Felicity acompanhou a sua caminhada, antes de finalmente analisar o cartão em suas mãos e o que estava escrito nele.

S.T.A.R. Labs. 


Notas Finais


É Olicity que vcs querem, então peguem kkkkk.

Dsculp pela demora, o bloqueio criativo me atingiu com tudo. Nem lendo o planejamento da fanfic e os capítulos anteriores tinha me dado alguma ideia de como escrever. Mas desceu uma inspiração do céu e eu finalmente escrevi kkk.

Vcs tem alguma teoria, já?
Se tiverem, coloquem nos comentários. Acho legal ler o que vcs acham o que vai acontecer.

Obrigado pelos comentários no capítulo anterior ❤
Como sempre, não se esqueçam de comentar! Isso me deixa muito feliz!
Até 🌻

~ Yasmin


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...