1. Spirit Fanfics >
  2. Vingadores - histórias eróticas >
  3. Capítulo 3

História Vingadores - histórias eróticas - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


A Darcy, para quem nao sabe, é aquela amiga da Jane que aparece no filme 1 e 2 do thor, gosto muito dela, ela é bem divertida, por isso merecia um conto erótico aqui!

Capítulo 3 - Capítulo 3


Era impossível para Darcy não ficar incomodada com Loki fitando-a do canto do olho no outro lado da sala. Ela tentava se concentrar em seu trabalho, mas tudo que pensava era que o deus estava planejando algo muito maléfico e que esse plano acaba envolvendo-a. Darcy imaginava que sua participação seria provavelmente da refém que precisava ser resgatada, algo meio frustrante e clichê, mas que utilidade era teria para o deus além dessa? E, mais importante que isso, porque diabos ele não parava de olhar para ela?!

- Você quer me deixar trabalhar?! – disse irritada parando de digitar em seu computador. Que inveja tinha de Thor e Jane que deviam estar provavelmente se dando uns amassos naquele momento.

Loki estava esparramado no sofá confortavelmente, o sofá dela. Bem tecnicamente não era só dela, mas dela e de Jane, mas do que importava? Com toda certeza não era dele. O pior era que Loki parecia se divertir com a irritação dela. Ele sorriu daquele seu jeito irônico que, apesar de conhece-lo a apenas vinte minutos, ela já conhecia bem.

- Mas eu não estou fazendo nada – disse em uma falsa modéstia.

- Seus pensamentos malignos estão me deixando louca! – retrucou irritada. Ela sentiu que sua irritação só o divertia e odiou isso, mas era impossível não se irritar com ele.

Foi então que algo bizarro aconteceu Loki se desmanchou em luz verde e simplesmente sumiu. Darcy levantou-se em um susto derramando a xicara de café que estava em cima da mesa.

- Puta merda não acredito que ele realmente me deixou em paz! – ela se sentia um pouco culpada. Por mais que Loki fosse irritante ele não havia feito realmente nada. Pelo menos ainda.

- Mas meus pensamentos não são malignos Darcy.

Era a voz dele de novo e vinha de trás dela. Darcy se virou e deu de cara com Loki que havia aparecido do nada ali. Ele estava bem próximo dela, próximo até demais. Com uma das mãos acariciou os cabelos da morena e ela tremeu, não só de medo, mas também com uma estranha sensação de excitação.

- Meus pensamentos em relação a você não são malignos embora... – seu sorriso irônico se alargou em seu rosto – não posso dizer que não são indecentes.

Darcy sentiu-se corar, suas bochechas ficaram tão vermelhas que pareciam dois tomates. Aquilo não estava certo, Thor era para ser o asgardiano gostoso, mas ao fitar Loki tão de perto ela constatou que ele não era de se jogar fora, na verdade, tinha grandes qualidades.. Sua postura elegante, seu jeito charmoso, a postura esbelta e o ar de inteligente. Ele também era um tipo bem atraente e a forma como acariciava os cabelos e o rosto de Darcy a faziam sentir o sangue ferver.

- Darcy Lewis, não está cansada de viver a sombra da Jane? Não acha que está na sua hora? – ele sorriu sedutor. Darcy engoliu em seco. Ela sentia que estava sendo usada por Loki, mas isso seria de fato ruim? Ser usada por um deus atraente não parecia má ideia.

- Eu não vivo na sombra dela – retrucou avançando dois passos, colando seu corpo no de Loki. O deus sorriu faceiro e colocou sua mão na cintura dela. Darcy não viu motivo para tirar aquela mão dali.

Eles se encararam, a tensão sexual pairava no ar como um aroma que envolvia tudo ao redor. Darcy sentia seu coração batendo acelerado no peito. Conseguia sentir o hálito quente de Loki. Ela se perguntou porque o deus estava demorando tanto para beija-la. Como se lendo seus pensamentos ele falou.

- Você é comprometida Darcy? – ele havia falado aquilo de forma tão sedutora que a fez derreter.

- Não, mas estou aberta a casos amorosos – fitou os lábios de Loki imaginando como seria seu gosto – inclusive com caras de outro mundo.

- Que bom, não que eu fosse deixar de fazer isso caso você fosse comprometida.

- Isso? – perguntou Darcy, mas a resposta veio em forma de um beijo ardente do deus. Ela sentiu o ar lhe escapar e seu coração quase saiu do peito. Loki a abraçou com firmeza, de uma forma possessiva e gostosa. Darcy o abraçou de volta. Ele andaram meio desengonçados entre beijos e amassos, ainda grudados um nos braços do outro, até uma parede aonde Loki imprensou Darcy com gosto e ambos se entregavam a uma sessão de beijos, mordiscadas e apalpões.

Aquilo era de tirar o folego, Loki podia não ser tão gostoso quanto seu irmão, mas em compensação sabia tocar uma mulher da forma certa, estimulando cada célula de seu corpo para o prazer. Ela se perguntou se todos os asgardianos eram bons na hora do sexo. Aquilo era algo interessante de se ter em mente, mas ela preferiu se ocupar primeiro com o deus que tinha em seus braços.

- Ah meu deus! – exclamou arfando.

- Pode me chamar de Loki - disse vaidoso. Ele era mesmo orgulhoso, mas Darcy teve que admitir que isso só o deixava mais atraente.

Ainda aos beijos Darcy retirou seu casaco e blusa, ficando apenas com uma saia marrom escura e sutiã branco. As mãos de Loki apalparam a barriga dela, subindo lascivamente aos seios e massageando-os com movimentos circulares. Ela gemeu de satisfação e então o deus avançou em suas caricias, beijando-lhe o pescoço e os ombros de uma forma torturantemente prazerosa. Darcy afundou as mãos nos cabelos sedosos do deus, alisando-os, puxando-os com força.

- Não é justo que eu esteja semi-nua e você ainda vestido – protestou – tire essas roupas Loki e me mostre o que você esconde de bom.

O deus riu orgulhoso e retirou sua blusa ficando nu da cintura para cima. Tinha um físico atraente com músculos bem definidos. Não era tão musculoso quanto o irmão, mas também não fazia feio. Darcy lambeu os lábios excitada, sua mente já estava fantasiando muitas formas de usar aquele corpo.

Mas ela queria começar de leve, acariciou a barriga de Loki, sentindo a rigidez de seus músculos. Ouvira dizer que asgardianos tinham um corpo muito mais resistente do que os humanos, mas não estava interessada em testar isso. Sua vontade era de provar aquele corpo e foi exatamente o que fez, deslizou sua língua de forma lasciva pelo abdômen dele deixando um rastro de saliva. Loki a observava com interesse e ela podia sentir que o que ele tinha no meio das pernas já estava no ponto.

Ela preferiu provoca-lo um pouco mais, distribui beijos sutis na barriga dele, suas mãos acariciando as costelas do deus. Loki acariciou o rosto e os cabelos dela e disse que ela estava indo muito bem.

- Estou só começando – afirmou com um sorriso cheio de malicia.

Ela levou a mão ao meio das pernas dele e apertou o volume que estava ali, ouviu o deus soltar um gemido contido e sexy e isso a excitou mais do que imaginava. Ela queria mais daqueles gemidos e sabia bem como consegui-los. Abaixou as calças dele revelando suas coxas firmes e a cueca branca inchada pelo volume que ele tinha entre as pernas. E que volume! Aquela coisa devia ser enorme. Darcy massageou o pênis por cima da cueca, sentindo toda sua rigidez. Loki gemeu novamente e a chamou de vadia.

E em resposta ela agiu como uma, lambeu o pênis por cima da cueca mesmo, por pura crueldade sabendo que isso só o deixaria mais excitado. Chupou e mordiscou-o até deixar Loki louco de desejo. Ele não aguentava mais aquela tortura e abaixou a cueca com um movimento brusco. Seu pênis saltou para fora tão repentinamente que bateu na bochecha de Darcy. Ela o segurou com a mão esquerda, masturbando-o, enquanto com a outra mão acariciava suas bolas.

- Gosta disso? – perguntou provocativa.

- Tenho que admitir que você me surpreendeu – disse sorrindo.

- É, você também me surpreendeu, pensei que era só um babaca, mas agora vejo que é um babaca muito gostoso.

Loki soltou uma risada alta se divertindo com a resposta. Darcy então começou a chupar, com força e gosto. Aquele pênis era enorme, mal cabia inteiro na sua boca, mas não tinha problema, poderia caber em outras partes dela.

Darcy continuou a chupar em um ritmo leve, as vezes parava para lamber o pênis ou dar chupões, melando-o totalmente de saliva. Ela estava muito excitada e toda aquela roupa que vestia estava começando a incomodar. Retirou seu sutiã que caiu no chão deixando seus seios livres, Darcy sempre achara que os seios eram o seu forte, redondinhos e macios. Loki olhou com aprovação para eles já imaginando como seria aperta-los e chupa-los, algo que ele pretendia fazer muito em breve.

Os movimentos de Darcy se tornavam cada vez mais firmes e ansiosos, a garota sugava com gosto o pênis do asgardiano, suas mãos se cravaram na bunda dele e a apertaram com força.

- Chega disso, vamos para a cama e eu te mostro o que é prazer querida – ele sorriu malicioso e completou – tem cama aqui nesse seu apartamento minúsculo não tem?

Darcy se levantou fuzilando-o com o olhar. Ela revirou os olhos e respondeu.

- Claro que tem, onde você acha que eu durmo?

Ela o guiou até seu quarto, não era um quarto muito grande e estava totalmente desarrumado com livros de estudo espalhados por toda parte. Uma saia dela estava no chão e uma de suas blusas em cima da mesa. Ela corou pela desarrumação. A única que ficava naquela casa além dela era Jane e a amiga já estava acostumada com isso. Se Darcy soubesse que um deus iria para sua casa transar com ela com certeza teria feito uma faxina na casa.

- Tudo bem, eu odeio quando as coisas estão em ordem – disse Loki com um sorriso malicioso – prefiro o caos.

Darcy sorriu. Ela retirou sua saia e calcinha, as peças de roupa já estavam se tornando muito incomodas. Ficou totalmente nua com suas coxas atraentes e sua bela bunda expostas. A vagina depilada e macia era bastante atraente e foi exatamente para essa parte de seu corpo que o olhar de Loki se dirigiu.

Ele a abraçou com gosto, beijando-a e apalpando-a sem o menor pudor. Darcy estava bastante excitada e também explorou o corpo do deus com gosto. Os dois se embrenharam, tocando-se e beijando-se famintos de desejo. Loki a empurrou na cama, ela caiu com a barriga para cima e as pernas levemente abertas. Era uma visão bem interessante e ele a saboreou por longos segundos, deliciando-se com a visão da morena louca de desejo a sua frente.

Ele se sentou sobre ela, com movimentos um pouco firmes abriu-lhe mais as pernas e inseriu seu pênis bem no meio delas. Darcy soltou um gemido alto e sensual. Cheio de desejo ele começou a penetração sem a menor delicadeza, a possuía com força, suas mãos apertando aqueles seios deliciosos, tocando em seus mamilos e em sua barriga fininha. Darcy gemia descontrolada, seu corpo se contorcendo a cada nova estocada. Ela dizia o nome de Loki as vezes, pedindo para ele não parar por nada nesse mundo.

- Não importa de qual mundo, vocês mulheres são a melhor coisa que existe – disse o deus. Quem diria que ele estaria pegando a melhor amiga da namorada de seu irmão? Loki não tinha pensando nisso inicialmente, mas Drcy lhe atraiu com seu jeito descontraído e seu humor sarcástico. E, depois de provar dos beijos dela o deus se sentiu preso pelo corpo atraente e a sensualidade levemente vulgar dela. Darcy era ousada e ele gostava disso.

Eles continuaram a fazer sexo com força. O cansaço começava a abate-los, mas nenhum dos dois queria que aquilo terminasse. Loki estava arfando de leve, jamais imaginou que Darcy o faria arfar, mas ficou feliz que ela tivesse superado suas expectativas. Ele se deitou sobre ela, sem cessar a penetração. Beijou-a com gosto, quase engolindo-a com seus beijos famintos. Ela o retribuiu com o mesmo desejo. Quando o beijo terminou ela perguntou, meio arfando, meio gemendo.

- Isso é só uma transa qualquer ou nos estamos tendo um lance?

Aquela pergunta o pegou de surpresa. Ele começou aquilo pensando apenas em sexo rápido, mas Darcy era atraente o suficiente para prender sua atenção e faze-lo desejar mais do que apenas uma noite de prazer.

- Acho que estamos tendo um lance Darcy, mas não se preocupe. Ao contrario de meu irmão eu costumo sair muito de Asgard... em especial para ficar com outras garotas.

- Outras garotas? Nem pense em ficar com outra garota além de mim – respondeu com um tom firme na voz.

Loki pensou por dois segundos antes de responder.

- Justo, agora que já discutimos a relação podemos voltar ao ponto onde estávamos?

Em resposta Darcy o beijou com desejo. Loki retribuiu o beijo e recomeçou a penetração. Eles passariam um longo e prazeroso tempo juntos e pretendiam repetir a dose, muitas vezes.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...