História Vingança Obsessiva - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Cachorro, Louco, Medo, Obsessão, Piscicopata, Suspense, Susto, Terror, Vingança
Visualizações 4
Palavras 443
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Apenas uma visitinha.


Fanfic / Fanfiction Vingança Obsessiva - Capítulo 3 - Apenas uma visitinha.

Bruna e Erick são deixados na casa de Bruna. As luzes estão todas apagadas, ela mora sozinha. 

                            *

-Erick, diz que você vai dormir aqui hoje!? -pergunta ela ainda assustada.

-Claro, amor -responde Erick, aproximando-se e alisando as pernas de sua namorada -o que iremos fazer, em?

-Sai daqui, idiota. Eu estou assustada e você só pensa sexo.

-Eu também estou, Bruna. Choramingar não vai adiantar... Aah, quer saber? Fica aqui sozinha, eu vou embora. Tô cansado de fazer tudo o que você me pede -Ele se levanta e sai da casa batendo as portas com tudo. Bruna se levanta e o segue até a esquina, correndo e gritando o seu nome, mas ele a ignora completamente.

-Vai se ferrar então - balbucia, voltando para a casa, com os braços cruzados.

Ela entra em sua casa com a impressão de que à alguém ali. Com medo, rapidamente ela tranca a porta e corre para o seu quarto.

Bruna nunca foi uma pessoa que crê na existência de Deus, mas nessa noite, nesse momento, ela começa a procurar suas peças de roupa cantando a música Noites traiçoeiras, que sua avó cantava para ela dormir.

                              *

Os pingos de água, em conjunto, caindo no chão dão um tipo de medo à mais para Bruna. 

-Deus, está aqui nesse momento... é real em meu viver... -ela para por um momento, esquecendo novamente a letra da música -para de ser retardada Bruna, você está segura aqui caramba! Aí, como eu sou idiota, Deus nem existe.

Ela dá um suspiro e desliga o chuveiro.

Um barulho vem de seu quarto, seu coração começa a acelerar mais rápido, ela engole em seco e pergunta:

-Erick? É você?

"Eu acho que não." -diz uma voz com um ar alegre

Bruna começa a chorar ao mesmo tempo que tenta procurar uma saída, ela sabe que não tem, mas o medo fala mais alto.

"Calma, Bruna. Não quero que fique com medo. Estou só fazendo uma visitinha. O Spike gostava de visitas... você não gosta?"

A voz vinda do quarto é como a de um típico assassino de filme de terror.

-Eu, eu não gosto -responde Bruna gaguejando.

"Não deixe a porta aberta... Pessoas ruins podem entrar aqui hihihihihi, pessoas ruiiins, Bruninha hihihihi"

Ela ouve passos, passos exagerados. É como se ele quizesse que ela ouvisse ele caminhar.

"Quer que eu vá embora?"

-Sim.

"Só vou se você me disser onde eu posso encontrar o Erick!"

-Dez ruas para baixo, número 1278-O... Ele mora com os pais e...

"Vejam, só... que namorada fiel. Bay, Bay."

Ela ouve ele saindo de sua casa, mas mesmo assim não se sente segura, permanece no banheiro. O canto do cômodo está sendo o seu aconchego... Ali ela se sentou, colocou seu queixo em seus joelhos e abraçou as suas pernas. 









Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...