História Vingativa - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Justin Bieber
Visualizações 5
Palavras 509
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem!

Capítulo 1 - Liberates


 Vadia,estou de volta pela demanda popular.

Formation-Beyoncé.

 

 Ar puro,minhas narinas mal acostumadas agradecem por não haver qualquer outro cheiro podre que costumava contaminar o ambiente dentro do buraco do inferno atrás de mim,consigo sentir o gosto bom de ser um ser humano livre estamos em meados de julho.Quanto tempo se passou?15 anos. 

5475 dias.

132.400 horas. 

7.844.000 minutos.

473.040.000 segundos.

Graças a meu querido ex namorado pelo qual eu fui perdidamente apaixonada,um mero traficantizinho barato,eu tinha apenas 19 belos anos de vida,tanto a viver,porém foi tudo jogado as traças quando fui usada por ele.

  Flashback

Estava chovendo,estavamos reunidos em casa contado os lucros e averiguando toda as drogas que recebemos de diversos fornecedores,justin soltava a fumaça de seu cigarro enquanto sorria ao ver seus ''negócios'' tomaram o rumo que tanto queria,desde pequenos quis superar seu adversários e finalmente estava conseguindo.

-justin!.

Ryan diz se levantando e indo até a janela da sala,olhei oara justin assustada e o mesmo seguiu até janela.

-merda!(exclamou jogando seu cigarro fora).

-os tiras!.

Ah tiras,como eu odeio essa palavra.

-justin(grito)

Ele olha para ryan e depois vem ao meu encontro entrelaça seus braços tatuados e fortes em minha cintura e me beija.

-eu vou pegar o dinheiro e colocar no carro apenas se acalme e espere aqui.

Droga,como pude ser tão burra.

-certo.

Eles estavam demorando,os carros dos policiais estacionaram bruscamente na calçada,corri até a parte de trás da casa aonde o carro normalmente ficava,e adivinhem,ele não estava mais lá.

Ele me abandonou.

Passei minhas mãos em minha cinturas em desespero,pude sentir no bolso largo da minha calça de moletom uma pequena arma.Ele deixou tudo que tinha ali para me incriminar.

Tipico de um filho da puta do porte dele.

O estrondo na sala ecoou pela casa,os policiais começaram a revirar casa e eu somente conseguia olhar a arma em minhas mãos sem acreditar,meu corpo inteiro vibrou ao sentir em minha cabeça o formo perfeito de um cano de uma arma.Eu estava mais do que fodida.

-você está presa por comandar trafico de drogas,porte de armas e diversas mortes senhorita.

Fui puxada e algemada me guiaram até o carro que me levaria ao lugar que jamais imaginei um dia abitar.

Presídio,foram 15 anos em meio a mulheres perigosas e eu fazia parte delas,pelos menos eram o que as pessoas achavam de mim.

Flashback Off

Se elas ao menos soubessem que o verdadeiro culpado está esse tempo todo solto e o pior de tudo.Que ele havia crescido em meio a isso tudo,eu o carreguei em minhas costas,eu compri sua pena.

Mais agora estou de volta pra acabar com essa putaria o destino quis assim, e assim,será.

O conversivel prateado parou em minha frente,joguei meu corpo no banco e o mesmo com as minha poucas coisas no banco  de tras.

-está atrasada ametista(á olhei)15 minutos.

-eles estão na cidade(ela diz acendo o cigarro)chegaram hoje,você tem quatro semanas para agir,tem um plano?.

-uma arma e uma local adequado(pego o cigarro de suas mãos e trago soltando logo a fumaça e a olho sorrindo)é tudo o que preciso.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...