1. Spirit Fanfics >
  2. Vinte e sete e os cometas >
  3. Ágatas de fogo

História Vinte e sete e os cometas - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


não pensei, é cru, achei legalzinho, mas não reli.

Capítulo 1 - Ágatas de fogo


 

Renjun tem o mais puro sangue cintilante da Tribo dos Cometas, dos mais furtivos, que emergem na negritude gentil dos pólos em noites corriqueiras, abraçam as auroras em sigilo e beijam o Sol que rasga a madrugada quando menos se espera. Renjun também se nega a aceitar esse parentesco, mesmo que nos seus sonos mais profundos existam as memórias de centenas que não são ele, ainda que os olhos que vibrem como as Ágatas de Fogo sejam inegáveis, reconhecíveis em metros e metros quadrados na estranheza maciça do Universo, ele prefere que não seja ele a carregar nos órgãos e trejeitos as tradições que há muito se perderam; que sua mãe abandonou, fugindo das leituras, dos pretendentes, dos tim-tim-tim dos sinos e jóias. Renjun quer correr e sentir essa mesma vibração da fuga ineficaz nos pulmões como sua mãe pôde sentir por alguns bons anos de sua vida, mas a sua Mãe Celeste o aprisiona nas inconsciências inegáveis, nessa atração pelas pedras, no piscar voraz e na admiração pelo desconhecido, então ele aceita, mas não como um todo e continua a tentar se esconder dessa consciência coletiva que o assombra: troca de cidade, troca de casa, mas dessa vez não de cidade e aí, mais uma vez, troca de cidade, mas também de Distrito, porém as coisas das quais ele foge o acompanham com uma velocidade ainda maior. Se acumulam, retorcem, sobem o céu como fumaça de cigarro e, antes de alcançar o Paraíso, se desfazem numa liquidez esquisita. Ele acha um tanto bucólico, sua companhia estelar também, mas nenhum deles comenta, dando de ombros, em seguida, batendo os ombros, batendo os lábios, tocando pele. De dia, toca o frio, e tudo bem, é o esperado, ele fez algumas boas memórias na Terra, mas sabe que aos vinte e sete, meia noite do dia de amanhã, que pode ser hoje, nem ele sabe, os Cometas irão o levar, então ele encontrará algum conforto no colo gentil das suas duas mães.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...