1. Spirit Fanfics >
  2. VINTE MINUTOS todomomo >
  3. Capítulo 3

História VINTE MINUTOS todomomo - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Capítulo 3


Todoroki deixou Yaoyorozu sentada na cama da enfermaria, enquanto aguardava pela chegada de Recovery Girl. Ela provavelmente estava ocupada com algum outro paciente da turma 1-B ou 1-C – ao menos era o que se pensava.

O garoto sentou-se na cadeira de madeira ao lado da cama da morena, cruzando os braços.

— Você não vai para a aula? — pergunta Yaoyorozu, preocupada. Shoto sabia muito bem que a menina se preocupava facilmente com os outros, por isso tentava ao máximo parecer preocupado com esta, na tentativa de parecer grato – embora ela não parecesse notar isso.

— Não. — os olhos heterocromáticos a fitaram com curiosidade. — Só vou quando Recovery Girl aparecer.

— Eu posso esperá-la sozinha, Todoroki-san. Seria péssimo se você perdesse um dia de treino. — e principalmente de fosse por causa dela.

— Não ligo. — murmurou, agora parando de encará-la da forma que encarava antes, desviando seu olhar em direção da porta, aguardando pacientemente pela chegada da mulher mais velha.

Momo se prontificou a ficar em silêncio, não planejando em incomodar o garoto, que já estava a fazer muito por ela só de permanecer ao seu lado. Apesar de sentir dor no tornozelo e estar sem assunto para conversar – mesmo querendo falar algo com o garoto –, ela poderia muito bem ficar sozinha até que Recovery Girl chegasse.

— Certeza? — tentou não aparecer irritante, mas realmente estava preocupada com Todoroki. Perder uma aula assim, apenas por ela? Isso seria horrível para o desempenho de Shoto, que poderia cair por água abaixo.

Talvez ela estivesse exagerando, apenas talvez, mas ela se preocupava com ele.

— Tenho.

Talvez por sorte ou não, a porta foi aberta, revelando a Recovery. Yaoyorozu sorriu sem jeito, e a idosa já sabia o que havia acontecido.

Shoto desviou o olhar apenas por não querer ver a típica cena em que ela beijava Momo para que ela se curasse.

— Tente não correr muito durante uma hora. — avisou. — Estão liberados.

Todoroki assentiu, saindo pela porta primeiramente, e segundamente Yaoyorozu saiu andando com cuidado e devagar.

— Não precisava fazer isso por mim. — a morena começou, insistindo no assunto.

— Não tem porquê de se preocupar, Yaoyorozu. — ele disse baixo, olhando para a mesma ao seu lado. — A aula já estava no fim.

— É, mas...

— Sem "mas".

Todo o trajeto de retorno para o ginásio foi feito em silêncio. A dona dos olhos escuros estava novamente nervosa, desta vez não porque iria treinar com Shoto, e sim porque ela teria de repôr esse treino perdido.

Quando a aula foi finalizada, todos retornaram ao edifício de dormitórios. Yaoyorozu foi a primeira a subir, dando uma desculpa qualquer para Jiro e Uraraka dizendo que iria dar uma caminhada pelo campus e treinar mais um bocado.

Trocou de roupa, pegando seu traje de heroína e saiu do lugar, indo em direção ao local em que treinava secretamente. Ninguém nunca ia ali em hipótese alguma, ao menos era o que ela pensava.

Era uma espécie de bosque, na parte de trás mais escondida do edifício de dormitórios, onde ela treinava usando armas manuais e batalhas corpo a corpo. Infelizmente suas únicas parceiras eram as árvores, mas ela realmente não queria envolver suas amigas em seus treinos diários.

Mesmo frustada pelo seu péssimo dia, ela já sabia que estava decidida ao fracasso. Ela mal conseguia dar chutes ou socos firmes, quem dirá ter um raciocínio rápido em lutas!

Ela sentou no gramado e engoliu em seco, tentando falhamente afastar a sensação de nó na garganta e a vontade de chorar. Momo se sentia inútil fazia algum tempo e hoje fora a conclusão. Yaoyorozu não servia para ser heroína.

— Yaoyorozu. — aquela voz foi como um baque surdo que só fora ouvido na mente da garota. Ela ergueu seus olhinhos negros e marejados ao dono da voz.

— To-todoroki-san?

— Você está socando errado. — disse, estendendo a mão para que a morena se levantasse do gramado. — Você deve fazer assim. — Ele socou a árvore, não com muita força, para mostrar-lhe a maneira ideal. — Assim você consegue transferir maior força para o punho e tem uma mobilidade maior.

— Oh. — ela secou as lágrimas de debaixo dos olhos com seu polegar, agora se posicionando para socar a árvore.

— Não se posicione assim, dessa forma você tem muitos lugares abertos para ataques inimigos. — murmurou, se posicionando para dar um soco. — Faz assim. — ela repetiu o ato de posicionamento e desferiu um soco na árvore, da mesma maneira que ele havia feito.

— Po-por que está me ajudando, assim? — Yaoyorozu perguntou, agora em sua postura normal e o olhando. Ele deu de ombros. — Mesmo assim, obrigada... — sorriu para Todoroki, as bochechas levemente rosadas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...