1. Spirit Fanfics >
  2. Virei Uma Garota. >
  3. O mar vermelho.

História Virei Uma Garota. - Capítulo 5



Notas do Autor


Boa leitura (◍•ᴗ•◍)❤
Nos vemos lá embaixo.

Capítulo 5 - O mar vermelho.


Jimin passou as costas da sua mão sobre a testa soada, tinha corrido da casa de mão até o seu apartamento. Abriu a porta e olhou para relógio no pulso que marcava 3:01 da manhã.  

Ele tinha saindo no meio da madrugada para compra absorvente para seu Hyung, este que o tinha ameaçado em conta ao Jungkook que ele colocava os dedos no buraco. Se ele não fosse o " salvar " daquilo.

O mesmo andou  em direção ao quarto do seu melhor amigo, na qual estava no banheiro. 

— Hyung ? — bateu seu ponho sobre a madeira da porta do mais velho. 

Que não demorou a ser aberta, revelando um Hoseok com os fios todo bagunçados. O mesmo viu a sacola na mão do mais novo, pegou e fechou a porta na cara de menor. Este que olhava para porta com olhar de passagem.

— De nada, Hoseok! — gritou para o mais velho escutar.

Quando Jimin ia virar de costas. Do nada Hoseok abriu a porta, novamente. E o menor lhe olhou por cima do ombro com questionamento. Contudo Hoseok apenas segurou seu pulso e o puxou para dentro do quarto.

— Me ajuda ? Eu não sei como usar isso. 

Hoseok ditou com desespero, pois sentia que tinha um rio escorrendo entre suas pernas. Jimin apenas suspirou e concordo, de qualquer forma ele sabia se negasse. Provável que Hoseok iria arrancar seu pau fora para não brincar de espada.

Hoseok foi em rumo ao banheiro sendo seguido pelo mais novo que estava com cara de tédio estampada. O mesmo parou e encostou no batente da porta, ele só ensinaria o seu Hyung a como usar aquilo. Para depois voltar a dormir.

— Que porra é isso, Park Jimin ?! — o menor saiu dos seus devaneios e olhou para mais velho.

Que tinha uma expressão na boa enquanto segurava um absorvente interno. Jimin cruzou os braços e levantou uma sombrancelha. 

— O quê foi ? — questionou o maior.

— O que foi ?! Seu porra! Por quê tu comprou um consolo ? Ainda feito disto aqui e pequeno! — jogou o absorvente no peitoral do menor que fez uma careta. 

— Você é idiota, Hyung ?.

Hoseok fechou os ponhos pronto para dar um soco na face do seu melhor amigo. 

— Caralho! Tu que e idiota por ter comprado isso. 

— Hyung, isso é um absorvente! Só mundar que você coloca dentro da sua boce-

— Chega, chega! Eu já entendi — interrompeu o menor e pegou o absorvente do chão. É começou analisar aquilo, parecia mais um consolo bem pequenino para si. — Está dizendo que as mulheres usam isso ? — perguntou para Jimin.

— Sim, Hyung. Minha irmã por exemplo, ela falou que prefere usar absorvente interno ao invés dos absorvente que as maiores das mulheres usam. — respondeu-lhe. — Ela se sente mais confortável.

— Gente que horrível. — olhou com uma careta feia — Eu não vou usar isso, não mesmo — negou com a cabeça enquanto ditava.

— Ué, por quê ?.

— Porque eu ainda sou mocinha. Não vou usar isso nem que me pague. — colocou o absorvente dentro do saco.

Hoseok ia pegar o outro quando escutou risada atrás de si. Então olhou por cima do ombro, levantou uma sombrancelha quando viu seu melhor amigo rindo alto.

— Que foi inferno ?! Se engasgou com pau de Jungkook, por acaso ? — virou defronte, aquele riso estava estressando o mais velho.

— Você é virgem nesse corpo, mas no seu... — segurou o riso quando viu a expressão alheia.

— O quê está querendo enciumar com isso, Park Jimin ?.

— Que você é mais rodando que hélice de ventilador. — Jimin não aguentou e começou a rir alto.

— Correr, só correr Park Jimin!. — viu o menor arregalar os olhos e correr para fora do quarto — Tu tá fudido na minha mão!.


[...]


— Jimin! — Hoseok gritou do quarto, o mesmo não demorou aparece com rosto de " que tu quer porra ?" escrito — Eu tou com dorzinha abaixo da minha barriga, me ajuda!.

Jimin olhou para o estado do mais velho, na qual estava encolhido na cama. Ele sabia que Hoseok estava tendo cólica, afinal sua irmã gritava com esta dor que nunca vai sentir. Outra razão por gosta de ser homem. 

— Eu vou compra um remédio, já volto. E fique aí — ditou.

— E você acha que eu vou pra onde nesse estado, caralho ?! — exclamou.

— Nossa, seu grosso. 

— Eu poderia dizer, meu pau também é grosso. Mas lembrei que nem pau eu tenho, não mais. — choramingou e fez um rostinho de dor. — Cacete de dor! — gritou — O que tu ainda tá fazendo aqui, Park Jimin ?.

— Pará de me chamar pelo nome completo. Isso me dar medo — ditou-lhe e saiu do quarto.

2 minutinhos tinham se passado até que a campainha de Hoseok começasse a tocar.

— Nossa, como foi rápido — ditou para si mesmo.

Contudo a campainha não parou de soar pelo o apartamento. Hoseok juntou as sombrancelhas. Jimin não levou a chave ? Se questou. Hoseok até podia ignorar-lo, mas sua salvão estava com ele, ou ele morreria com aquela dor.

Com muita dificuldade Hoseok conseguiu levantar da cama é em direção a porta. O mesmo estava puto, mataria o Jimin quando ele entrasse. Oh, se mataria. Hoseok abriu a porta com força do ódio sem ao menos ter olhado pelo olho mágico.

— Oh, caralho voc.... Taehyung!. — arregalou os olhos enquanto olhava o seu grande amor dos seus sonhos eróticos. 


Notas Finais


Sorry, pelos erros.


Bem, é isto
Lᵒᵛᵉᵧₒᵤ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...