História Virgem - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Bakugo Katsuki, Midoriya Izuku
Tags Bakudeku, Crack!fic, Ficlet, Pwp
Visualizações 257
Palavras 326
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, Lemon, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


A sapatão da Thaís fez essa capa linda pra mim. PODE PÁ


Mas gentchy, isso tá muito legal eu ri Pacaraia sjsksksksks

Capítulo 1 - Único


No âmbito daquele quarto escuro, duas presenças estavam lá; se beijando. Os gemidos roucos e manhosos exalavam-se em sincronia, fazendo qualquer um que esteja ouvindo, pensarem das coisas mais indecentes.

 

E era exatamente isso que acontecia, quando Bakugou pega de jeito, Izuku.

 

O dono de cabelos marfins gemia, enquanto Izuku engolia seu falo; Bakugou nunca imaginaria que Izuku fosse tão bom no boquete.

 

A pequena boca — em comparação ao membro do Loiro — tentava de toda forma, dar prazer ao loiro; e mesmo sendo tão inexperiente, Deku sentira-se feliz, ao ouvir os gemidos de Katsuki; este que, falava palavreados obscenos para Izuku.

 

“Chupa esse cacete, Putinha”, “mama na rola do papai, gostosa”, “é isso que você gosta, né?”

 

Para o esverdeado, sinceramente, Bakugou era um sem-criatividade.

 

E Izuku foi parado bruscamente por Katsuki; este que, estava corado. E Izuku sabia o que acontecerá agora; era o momento.


 

[...]

 

— Kacchan, tenha cuidado. — Izuku olhava para o outro, temeroso. O loiro olhava com uma carranca, para o menor

 

— Não se preocupe, ao contrário de você, eu não sou um virjão. — disse, olhando para o esverdeado; e, após lubrificar a entrada do menor, o mesmo tenta penetrar.

 

Mas, ao Izuku sentir — mesmo que pouco —, o membro de Katsuki o invadir, não conteve segurar tal dor.


 

Aí! — Gritou, tentando tirar a mão de Katsuki dos seus e chuta ele, tentando afastar — Aí, meu cu! Ai, ai! — Choraminga, o esverdeado. Sem o loiro não entender nada.

 

Deku? — Pegunta Kacchan, olhando Izuku choramingar de tal coisa. Pronunciando várias vezes a palavra: “meu cu tá doendo” ou "aí".

 

— Sai, Kacchan! — fala em um tom de voz mais alto, assustando o loiro. — meu cu tá doendo, tá vendo não? — resmungava Izuku, e então, o menor correu pegando suas roupas e vestindo-as — nem com milênios dando para um monte de caras que eu vou conseguir aguentar essa tromba, Kacchan.

 

Izuku abriu a porta, e saiu. Deixando um Loiro envergonhado e Atônito.


— Mas que porra aconteceu…?


Notas Finais


Formatei amém


Çocorru eu estou chorando de vergonha por fazer essa Fanfics KKkakakakakakak aí meu cu

É isso q acontece quando lubrifica com cuspe


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...