História Vírgulas - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 5
Palavras 700
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Aleatório igual minha mente

Capítulo 1 - Sei la


Fanfic / Fanfiction Vírgulas - Capítulo 1 - Sei la

Tudo me incomoda cara, porra como é que é possível? Eu me incomodo com meu jeito de ser, com minha aparência e tudo em mim. Eu me sinto merda sempre e isso de fato me machuca. Eu não tenho uma vida ruim, mano eu reclamo de que? Não tenho do que reclamar. Meu emocional tá sempre fudido, eu tento sorrir, consigo, mas mano, cansa. Eu tento ser perfeita, fazer tudo bonitinho sem erros nem nada que incomode de fato alguém. Mas eu me sinto um encosto, uma pedra na vida das pessoas. Ao meu lado elas estão sempre me elogiando, sempre dizendo o quanto eu sou legal, e etc. Elogiam meu físico, minha aparência facial, minha personalidade, tudo.  Mas me sinto mal, insuficiente. Tenho neuroses sobre minha personalidade, minha mente é uma confusão, as vezes me acho perfeita "caralho que mulherão da porra que eu sou", mas depois eu esqueço tudo de bom que já fiz pelas pessoas e obtive sucesso e euforia da parte delas e só consigo imaginar o quão merda eu fui depois de cometer apenas um erro. Eu não aguento errar, eu tento consertar usando todas minhas forças, mas elas acabam. Tudo é motivo pra neurose, até mesmo um prato que eu não lavei direito – sente o nível.

Eu surto, nunca conversei com especialista para afirmar o que eu tenho, mas eu sei que tenho inúmeras dores emocionais que são solucionáveis, mas  que eu me prendo a elas e fico nessa "sofrência" inútil.

 Eu me comparo com os outros, é inevitável. Sou rodeada de pessoas felizes consigo mesmas, que bom. Não devia, mas eu os invejo. Tem pessoas incríveis por aí e eu aqui existindo e desistindo cada dia que passa. Eu me rebaixo por elas, eu de fato me entrego, sinto que não conseguirei ultrapassá-las de uma forma benéfica. Horas eu penso "pra mim chega, deu". Mas eu sei que tá errado, eu não preciso fazer isso.

Eu tenho medo de tudo. Ou eu encaro tudo de uma vez ou eu fujo. Ou faço um depois o outro. É foda. Me digam o que quiserem, agradeço. Talvez faça alguma diferença naquele determinado momento. Mas meu mundo vai desabar depois. Eu me finjo de forte, mas só finjo. Passo tanto tempo pensando se sou mesmo suficiente para as pessoas ao meu redor, eu tenho medo de ser isolada de tudo, por isso eu faço de tudo para me manter. Tenho medo que de fato uma hora eu fique sem absolutamente ninguém. Numa situação em que de fato ninguém se importe e nem tenta ajudar, onde não terei para onde ir.

 Eu já fui melhor para mim, ja fui mais eu. Mas vivia entre pessoas do meu nível apenas, que viviam na mesma que eu, eu estava igualitária. Mas agora, estou rodeada de pessoas com personalidades, gostos e hábitos diferentes demais pra mim. Eu não consigo me adaptar. Tudo bem, eu sei que não tenho que ser igual a todos, mas ser diferente é estranho. Eu comecei de uns tempos para cá, a ser mais eu de verdade ao invés de fingir, mas não consegui manter por muito tempo.  Eu to mudando, eu não quero isso, como parar? Sei lá não to ligando para nada, eu to me tornando equivalente. Eu não possoooooo, eu sou um ser humaninho perfeitinho, eles não são. Eu tomo tanto cuidado com tudo, agora eu to só decaindo e deixando isso acontecer. Eu vejo tudo como desnecessário, mas eu continuo fazendo. Ai eu me sinto mais merda, porque por mais que eu erre, eu permaneço, eu não tô mais ligando tanto. E isso não pode acontecer. Mas eu nao tenho forças.

Eu não gosto de errar com os outros, não gosto de magoar os outros, não gosto de decepcionar os outros, não gosto de incomodar os outros, mas a mim realmente nunca liguei, eu não tô nem aí sobre o que vai acontecer comigo, o que eu vou ser. Eu decai. 

Mas olha, chega, pra mim chega. Eu vou viver mesmo. Do jeito que estiver indo, vai continuar indo. Se haverá melhora ou não, não posso afirmar, mas eu vou viver, tentarei parar de apenas existir. Eu to aqui, mundo. Me enxerga porque eu existo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...