1. Spirit Fanfics >
  2. Virtual Love - JENSOO >
  3. Dezesseis

História Virtual Love - JENSOO - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


viws em "How You Like That"
FICOU PERFEITO COMO SEMPRE
boa leitura ♥️🍑💙

Capítulo 16 - Dezesseis


Jisoo P.O.V 

o relógio marcava três da manhã e nada do sono vir para usar como desculpa para ir embora. Hyungwon e seu poder de persuadir qualquer um, me fez aceitar várias bebidas e eu já estava um pouco tonta...mas vida que segue.

- Jisoo prova isso! - lá vem o Hyungwon me levar pro mal caminho....e eu seguindo - por favozinho!!!

- tudo bem - peguei o copo e tomei um pouco do drink - até que é bom

desviei o olhar do garoto a minha frente para a Jennie que dançava junto da Sana uma música bastante agitada, sorri vendo ela...estava dançando com passos tão ousados que meu Deus, um cara estava olhando ela há um tempo e fazendo sinais positivos com a cabeça, como se a Jennie se importasse, bebi um pouco mais depois me levantei indo até ela, passei meus braços por seu pescoço e ela ficou um pouco surpresa mas relaxou ao me ver. 

- achei que ia ficar sentada naquele sofá o tempo inteiro - ela disse abraçando meu pescoço

juntei nossos lábios em um beijo quente e lento, com uma mão eu segurava o copo e com a outra apertava levemente a fina cintura da Jennie. nos separamos um pouco e ela me olhou sorrindo.

- tinha um cara te olhando muito - falei tomando todo o líquido e deixando meu copo em uma pequena mesa que havia ali - não gostei nem um pouquinho

- sabe que eu sou toda sua...não sabe? - assenti a abraçando agora com meus dois braços, ela colocou a cabeça na curva do meu pescoço e eu sorri ao sentir seus beijos ali

- não está cansada? - perguntei fazendo carinho no cabelo dela 

- eu estou...meio tonta - respondeu 

levei ela para o sofá que eu estava sentada antes, e a ajudei a sentar lá ficando ao seu lado.

- quer ir embora? posso chamar um táxi - falei perto do ouvido dela por conta da música enquanto fazia carinho em sua mão  

- por favor - colocou a cabeça na curva do meu pescoço, tão fofa. vi que meu celular estava sem nenhum número, já que o Jhonny pediu...ou melhor obrigou que eu tirasse 

- amor tem como emprestar seu celular? - assentiu apontando para sua bolsa, peguei o aparelho que não tinha senha e fui procurar o número de algum táxi

uma notificação de uma rede social me chamou atenção, resolvi abrir só por curiosidade e creio que a Jennie não se importaria.

@Jhonny_Jun pediu para seguir você  

- não pode ser - falei assustada - amor....dormiu? 

- não - falou sonolenta

- vamos, o táxi já está esperando - ela segurou no meu pescoço e eu a ajudei a caminhar até a porta de entrada.

ela dizia coisas sem sentindo enquanto andávamos, me fazendo rir. chegamos e ela se jogou no banco me fazendo ficar com um pouco de vergonha porque o dono não gostou nadinha.

- desculpa moço - ele assentiu começando a dirigir - Jennie se ajeita pelo amor dos deuses 


(...) 


chegamos no pequeno apartamento da Jennie, e ela ia desajeitada até sua cama, acompanhei ela sorrindo boba. ela se jogou na cama e aposto que já estava dormindo.

mandei uma mensagem no grupo falando que já estavamos em casa para os outros.

- amor onde está meu celular? - entreguei o aparelho pra ela que pelo incrível que pareça não tinha dormido ainda - conhece algum Jhonny? 

- não aceita! tem foto sua sobre a gente lá - me deitei ao seu lado e ela aparentava estar confusa - é meu irmão, o Jhonny

- e por que você não excluiu logo? assim que viu quando pegou meu celular - Jennie disse largando o celular alguns segundos depois deitando e me puxando para deitar sobre ela 

- são suas coisas, não queria mexer - sorri pra ela que retribuiu de forma fofa 

- por céus! eu te amo tanto Jisoo - seu sorriso era encantado, tem como não se apaixonar? 

- eu retribuo seus sentimentos na mesma intensidade amor - falei sincera beijando seu rosto várias vezes 

- fofa - riu acariciando meu pescoço - trouxe roupa? quer que eu te empreste alguma? 

- não se preocupe eu trouxe - falei me sentando na cama dela - vou me trocar ok?

- certo 

fui até o banheiro com minha bolsa, troquei de roupa rapidamente colocando um moletom que ia até minhas coxas, era do Jimin que inclusive nem sabia que eu tinha pegado dele no dia que me mudei, espero que não sinta falta, optei por vestir só uma langerie por baixo do moletom e voltei ao quarto. a Jennie já dormia vestida com um pijama rosinha com listras pretas. deitei ao seu lado e não demorou nada para ela se aconchegar nos meus braços, era incrível dormir abraçada com alguém e era mais incrível ainda quando você ama esse alguém.


Jennie P.O.V 

agora nem dormir mais eu posso! a porra da kitnet tem campainha e o indivíduo sem futuro bate na porta como se quisesse derrubar ela. me levantei sem nenhuma vontade cobrindo o corpo de Jisoo com o cobertor, já que ela usava apenas calcinha e moletom, sua bunda tão atraente estava a mostra....enfim fui até a porta abrindo ela.

esquece a parte de indivíduo sem futuro, é apenas minha mãe.

- Jennie que cara é essa?! horrível - sorri para a senhora que foi logo me empurrando para entrar - quem é ela filha? matou alguém? parece que ela está morta largada desse jeito 

- primeiro, que belo jeito de falar com sua filha - comecei - e segundo eu não matei ninguém, aquela garota é minha namorada 

- namorada?! com "a" no final?! - assenti receosa - certo....presta pelo menos? já que todos os homens que você namora não prestam, as mulheres tem que prestar pelo menos 

- mãe você vai acabar acordando ela - falei baixo com os olhos fechados - ela vai ser a primeira e única mulher com quem vou ter algo 

- como? quer terminar com ela e começar com outro homem? - olhei para ela incrédula, mas acabei por sorrir por conta de sua expressão 

- mãe Kim Jisoo é a mulher perfeita para casar - comemorei abraçando minha mãe

- que ótimo filha! que bom que você está feliz - eu amava minha mãe por tudo, sempre pude contar com ela pra tudo e falar de tudo, ela sempre me ajudava e me apoiava. 

- Jen? - ouvi a voz rouca da Jisoo e olhei para a cama vendo ela coçando os olhos enquanto se acostumava com a luz do cômodo

- oi meu amor - fui até ela enchendo seu rosto de beijos, ela gargalhou me abraçando - dormiu bem? 

- dormir com Jennie Kim é sinônimo de dormir bem - sorri fofa enabracei ela agarrando seu pescoço, depois olhei para minha mãe rapidamente, sibilei as palavras "eu disse que ela é perfeita pra casar" e a mais velha assentiu sorridente

- bom, amor essa é minha mãe - só então Jisoo percebeu que nãos estamos sozinhas e levantou fazendo uma reverência a minha mãe.

e como ela inclinou o corpo me deu uma bela visão.....meu senhor que pecado.

- olá senhora Kim - não olhei para as duas apenas me deitei na cama que ficava no chão, me dando uma baita visão do que tinha debaixo daquele moletom masculino....depois vou procurar saber quem é o dono desse moletom - me chamo Kim Jisoo 

- é um prazer querida - minha mãe sorriu para Jisoo e depois me olhou séria, não ousei sair daquela posição - eu iria te chamar de filha da puta Jennie Kim, mas deixa...levanta daí agora! 

- claro mamãe - levantei passando o braço pelo pescoço de Jisoo, que estava corada - belo corpo amor - falei em seu ouvido e ela riu um pouco agradecendo

- há quanto tempo namoram? - e agora? quanto tempo mesmo?

- pouco mais de um mês senhora - Jisoo seja louvada 

- e onde se conheceram? - minha mãe perguntou se aproximando de nós

- na internet, aí depois a Jisoo veio saiu da Coreia do Sul e veio morar aqui com o irmão dela - respondi sorridente

- e porque Jisoo? a Coreia do Sul é um bom país, você devia ter uma vida lá porque deixou tudo? - Jisoo abaixou o olhar e suspirou

- meu irmão é minha única família, já que ele se mudou pra ca em busca de emprego quis me levar junto - sorriu abertamente....era isso mesmo? 

- certo - minha mãe sorriu - vão tomar banho, nove horas começa a primeira aula de vocês 

assenti pegando na mão de Jisoo e a levando para o banheiro, ela foi primeiro enquanto eu arrumava a cama. minha mãe era professora do departamento de artes da faculdade, muito próxima do Kang Daesung, meu professor sempre que eu cometia um deslize não tinha outro jeito, ela sempre sabia e eu aqui escutava tudo.


(...)


chegamos na faculdade sem um pingo de vontade de estudar, bom eu não....agora a Jisoo queria muito conhecer o departamento dela logo, professor, colegas de turma e tudo! da onde surge tanta animação em plena nove horas da manhã? 

- bom dia - Jisoo disse sorridente quando chegamos perto do Noah, Jiwoo, Hyungwon, Sofia, Namjoon e Sana 

- dia - Jiwoo disse - bom era quando eu tava dormindo 

- gente olha o Taehyung olhando pra Jisoo e a Jennie de mãos dadas - Sofia falou e eu olhei discretamente

revirei os olhos indo para trás de Jisoo e a abraçando, colocando minha cabeça no ombro dela 

- não liga pra ele amor - sussurei no ouvido dela sorrindo - se ele mexer com você, me avise 

- certo - ela sorriu, mas estava preocupada e eu sabia disso. não tinha necessidade de falar sobre o Taehyung agora, não mesmo 

- porra eu sou vela mesmo - Sana disse nos empurrando - Jisoo oque tu faz mesmo? 

- teatro - respondeu e seu semblante preocupado sumiu, ela amava oque fazia e mesmo que não a conhecessem iriam saber disso 

- desgruda Jennie Kim, que a Jisoo é dos nossos - Noah falou abraçando minha namorada junto da Sofia - teatro é tudo 

- gera lucro meu bom - Sofia falou rindo, Jisoo e Noah olharam pra ela sem nenhuma expressão me fazendo gargalhar - diversão meu bom, diversão

- vamos logo 

uma manhã na porta dessa faculdade nunca tinha sido tão divertida quanto hoje. a Jisoo chegou para completar nosso grupo de loucos e para completar minha vida 

céus! como eu amo essa garota! 



Notas Finais


anjos perdoem a demora!! é muito difícil atualizar frequentemente 5 histórias e eu acabo ficando com bloqueio de criatividade e nem sempre tenho tempo, eu tô correndo pra terminar Mi Casa e My Angel On The Earth, pra focar em Virtual Love, She Movies With Me e Destiny. desde já agradeço a compreensão de vcs❤️
obrigada por ler até aqui ♥️🍑💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...