História Virtual(Jensoo) - Capítulo 59


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, IKON, Red Velvet, TWICE
Personagens Jennie, Jisoo, Lisa, Rosé
Tags Blackpink, Chaelisa, Jensoo
Visualizações 180
Palavras 1.745
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi

Capítulo 59 - O bom senso é relativo.


Pov Jisoo

Há pedidos e pedidos, o meu foi levemente diferenciado, dependendo do ponto de vista foi muito bom ou muito ruim. No meu ponto de vista foi emocionante, no ponto de vista da polícia foi um crime. Mas quem liga para a opinião das leis? Muita gente na verdade...

Quem diria que um pedido de casamento me faria quase ser presa? Acho que ninguém diria. Afinal o meu planejamento feito juntamente com a Lisa foi perfeito, tivemos um ou dois erros, mas isso a gente tirou de letra, a arte da improvisação ajudou bastante.

Como isso aconteceu? Meu amigo, irei lhe contar. Então aperte o cinto e relaxe nessa aventura sem tamanho... parece bem dramático, ótimo.

Ah, e antes que você pergunte, sim, ela aceitou. Agora tenho certeza absoluta que ela me ama de verdade. Isso foi um pleonasmo, mas tudo bem.


Flashback ON

- Tudo pronto? - Pergunto para Lisa que coloca sua máscara.

- Sim, os meninos já estão vestidos adequadamente. - Lisa fala apontando para Bobby e Hanbin. 

- Você tem certeza disso? Não me parece uma ótima ideia. - Hanbin questiona e eu paro para pensar.

- Isso é uma ótima ideia sim. O que poderia dar de errado em sequestrar a Jennie de brincadeirinha? - Lisa fala interrompendo meus pensamentos.

- É, acho que não tem problema. - Falo.

- Tudo bem, mas ainda me sinto nervoso. - Hanbin fala com um olhar ansioso.

- Tente se acalmar, você quem vai dirigir a van. E ela é do meu tio, se a gente morresse acidentado, ele nos mataria. - Bobby fala também nervoso. 

- Mas a gente já estaria morto. - Hanbin fala confuso. 

- Tá, tá, gente. Vamos focar. Eu trouxe minhas armas de brinquedo. - Falo mostrando todas elas em um grande saco.

- Elas são bem realistas, duvido que a Jennie desconfie. - Lisa fala pegando uma AK-47. - Opa, essa é minha.

- Eu quero um lança míssil. - Bobby fala animado.

- Oh seu imbecil, lança míssil é a longa distância, até a Jennie sabe que se tu tentasse atirar nela com um desses todo mundo morreria. - Lisa dá um tapa na nuca de Bobby. - Isso que dá ficar jogando fortnite. 

- Ai, desculpa. - Bobby fala e pega um revólver.

- Ei, não fale mal do meu fortnite. - Reclamo.

- Falta pouco para 12:00 horas, então vamos logo. - Lisa fala ignorando minha reclamação. - Não se esqueçam de tentar mudar a voz, a Jennie conhece a nossa.

- E outra coisa, nada de nomes, eu sou a JS, a Lisa é a LS, Hanbin é HB e Bobby é BB. - Lembro.

- Okay, só vamos logo.

...

- Olha, já tem alguns alunos saindo. - Hanbin fala apontando para a entrada da universidade. - Por que eles estão tão arrumados? 

- Não sei. - Falo tentando lembrar sobre algum possível evento, mas não consigo.

- Só precisamos esperar a Jennie chegar, então eu e Bobby iremos trazer ela para dentro da van. - Lisa fala.

- Olha ela ali. - Hanbin aponta. - Se preparem, ela está se aproximando.

Abro a porta da van rapidamente fazendo com que Lisa e Bobby corram para fora em direção a Jennie.

- Olha, o Bobby caiu na frente da Jennie. - Hanbin fala quase morrendo de rir.

- Pare de rir. Temos que focar. - Falo. - Deu certo! Eles estão trazendo ela! 

Quando eles adentram o carro, fecho a porta.

- JS, olha para trás. - Bobby diz. Quando olho, me deparo com o pai da Jennie nos seguindo.

- Vamos HB, acelera esse carro. - Falo com minha voz diferenciada.

- O que é isso? Quem são vocês? Eu não quero morrer, me tira daqui. - Jennie fala desesperada. Deu até pena.

- Amarrem ela. - Digo em um tom de ordem.

- É para já. - Bobby fala com uma voz ridícula. Sinseramente, ninguém teria medo dessa voz que ele fez. 

- Não escoste em mim seu bastardo. - Jennie diz cospindo na máscara do Bobby. Essa é a minha garota!

Infelizmente Lisa e Bobby conseguem amarrar ela.

- Nós temos que despistar ele HB. - Lisa fala apontando para o carro de trás. O pai da Jennie estava fazendo uma ligação. Espero que não seja para a polícia.

- Nós vamos. - Hanbin fala determinado.

- O que vocês querem? Dinheiro? Eu dou, só me tirem daqui. - Jennie fala quase chorando.

- Não, não, não, não chore. É... BB dê um pouco de água para a Jennie. - Falo sem saber o que fazer para acalmar ela.

- Certo! - Bobby responde. Essa voz não passa um pingo de credibilidade. 

Ele pega a garrafinha de água, abre e joga na Jennie.

- Seu idiota, era para ela beber, não para tomar banho. - Digo com raiva. 

- Desculpa JS. - Bobby fala ridiculamente e Jennie ri por causa da voz dele.

Pego a garrafa com água e tento dar para a Jennie, mas ela se recusa a beber.

- Eu não quero isso, não posso confiar. - Fala virando o rosto.

- É melhor você beber com a JS te dando, porque se eu for aí eu faço você engolir a força. - Lisa aponta a arma para a Jennie.

- Não fale assim com ela! - Falo brava. - Vamos, tome um pouco. - Jennie aceita, porém ela armazena água na boca e cospe tudo na Lisa.

- Pirralha idiota, se você fizer mais uma gracinha dessas você vai se ver com a minha arma. - Lisa está indignada.

- Eu já disse, não fale assim com ela.

- Cala a boca JS!

- Gente, eu consegui despistar ele, agora podemor ir para nosso destino. - Hanbin fala. Respiro aliviada e Jennie respira nervosa.

- Fique calma não vamos te matar. - Falo sentando ao lado da Jennie.

- O que vocês querem? - Pergunta chorando.

- Não chora! - Falo abraçando a Jennie.

- Não me toque! - Diz e morde meu ombro com muita força.

- Ai ai ai, tá bom, parei! - Falo me afastando rapidamente.

- Está vendo, isso que você ganha por não ter moral. - Lisa fala brava.

- Cala a boca LS.

- Gente! - Hanbin chama, mas ninguém dá atenção.

- Não, cala a boca você! Não seja boa com ela! Ela está tirando com a nossa cara. - Lisa diz levantando.

- Não adianta ser grossa com ela. - Me levanto também.

- Gente! - Hanbin continua chamando.

- Adianta sim, ela só irá nos respeitar dessa forma! - Lisa se aproxima de mim.

- Não! - Falo encarando Lisa.

- GENTE! OLHA PARA FRENTE! - Hanbin grita.

- Ops. - Bobby fala.

Adivinha? Eu sei que vocês sabem! O pai da Jennie juntamemte com a polícia na nossa frente, bloqueando o nosso caminho.

- Saiam da van desarmados e com a mão para cima. - Um dos policiais fala em um megafone.

- Droga! - Falo.

- E agora? - Hanbin pergunta.

- Vamos né! - Lisa responde.

Saímos da van lentamente e Jennie corre para o seu pai.

Os caras fardados em nome da lei nos revistam e tiram nossas máscaras.

- O quê?! Vocês?! - Jennie fala. - Que idiota!

...

- Espera um pouco, então vocês estão me dizendo que esse foi o plano dessa moça para pedir a Jennie em casamento? - O policial pergunta.

- Sim, foi. - Falo envergonhada.

- Uma péssima ideia! Vocês podem ser presos, sua liberdade está nas mãos do senhor Michael. A sorte de vocês é que não tinha ninguém naquela parte do suposto sequestro, porque vocês poderiam ser presos por causar desordem em um local público. Agora tenho que me retirar. Esperem por respostas. Fiquem quietinhos aí.

Jennie estava sentada do outro lado da sala com a cabeça baixa e corberta por um pano.

- Oi. - Falo sentando ao seu lado.

- Oi. - Responde. - Sério que isso foi seu pedido de casamento? 

- Mais ou menos, eu ainda te levaria para um lugar e lá pediria. As coisas fugiram do controle.

- Percebi que fugiu. Desculpa por morder seu ombro. 

- Não peça desculpas, você deveria ter feito pior. Eu que tenho que pedir desculpas.

- Eu fiquei assustada, mas pelo menos sua personagem e a do Bobby passaram um pouco de segurança, ele parecia um retardado e você parecia a mais calma. 

- Desculpa por essa situação. 

- Vou deixar passar dessa vez.

- Obrigada.

- Você não consegue fazer nada normal, não é? - Pergunta rindo.

- Eu queria que fosse algo diferente e marcante.

- Então você conseguiu.

- Não, você não aceitou meu pedido.

- Isso porque você não pediu.

- Você aceitaria depois disso tudo?

- Isso foi ridículo, mas aceitaria sim.

- Sério? E se eu pedisse agora?

- Não sei, tente! 

Me ajoelho na sua frente e pergunto: 

- Jennie Kim, você aceita se casar comigo? 

- Não...

- Não? - Pergunto me levantando. - Eu sabia, as coisas não são como funcionam na minha cabeça de merda e...

- Deixa eu terminar de falar. - Jennie interrompe minha indignação contra o universo.

- Tudo bem. - Falo triste.

- Não achei que você fosse pedir isso tão cedo.

- Eu pedi, mas você não aceitou. - Cruzo meus braços e emburro.

- Quem disse que eu não aceitei, bebê chorão? - Pergunta brincalhona.

- Você aceitou? - Pergunto esperançosa.

- Não.

- Ah Jennie, para de me iludir.

- Você pode brincar e eu não? 

- Você pode, mas você é finalmente minha esposa ou você continua sendo minha namorada? Espera, você ainda quer ser minha namorada? 

- Eu sou sua esposa.

- Uhuuuuu! - Lisa, Hanbin e Bobby gritam comemorando.

- Silêncio! - O recepcionista reclama.

- Desculpa. - Falamos. 

- Voltei crianças! Graças ao senhor Michael vocês estão livres. Espero que não tenha uma próxima vez. Estarei de olho. - O policial diz.

- Não irá ter senhor, desculpa.

- Pelo menos foi legal, quase nunca acontece nada de emocionante por aqui. - O policial fala sonhador.

- Tá bom então... - Hanbin diz confuso.

- Vamos sair daqui. - Michael fala. - E nós teremos uma conversinha Jisoo. 

- Tudo bem! - Falo. Fiquei com mais medo dele do que fiquei da polícia.

Me ajude senhor Deus, sei que não fui uma boa menina, mas não foi intencional.


Notas Finais


Acho que se um dia eu pedir alguém em casamento irá ser assim.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...