1. Spirit Fanfics >
  2. Vírus >
  3. Capítulo 1

História Vírus - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Capítulo 1


25 de outubro de 2019

Faz dez dias desde que eu e minha família descobrimos sobre o novo vírus batizado de V.L.M (vírus de la muerte) o vírus recebeu esse nome pois recentemente foi descoberto que ele não surgiu na Europa como todos achávamos e sim na cidade de Cancún no México,eu descobri recentemente que se uma pessoa não infectada tiver algum tipo de ferimento e entrar em contato com um infectado e o sangue/lagrimas/urina ou coisas do tipo cair na ferida da pessoa não infectada ela contraí o vírus,desde o dia 15 as coisas só pioraram mais de 10 mil pessoas morreram no mundo todo.O mundo todo esta em pânico e várias noticias fakes estão rolando pela internet,coisas do tipo ''os infectados pelo V.L.M estão tendo ataques de canibalismo'' ''infectados estão se levantado horas depois do coração parar de bater''.Aqui em La já tem 20 casos confirmados do vírus o que aterrorizou ainda mais a população local,mas continuamos a viver normalmente pois a chance de contrairmos o vírus sem ter contato direto com um infectado é quase nula,mas isso não impede quase metade da escola de faltar as aulas.

Em casa meus pais não estão nos deixando sair de casa,eu só posso ir para a escola já Tae,Jina e Mina que não estudam mais só tem permissão para ir para o trabalho,tentamos usar o argumento de já sermos maiores de idade mas eles não ligaram muito para isso e nos paramos de insistir quando percebemos que eles estavam morrendo de medo de tudo isso,como papai tem problemas de coração e a mamãe não é a melhor pessoa no quesito acalma-lo decidimos nunca deixar eles sozinhos,quando estou na escola eles ficam com Tae e Jina e quando eles estão no trabalho eu e Mina assumimos o posto.Jina trabalha até tarde da noite o que preocupa muito todos nós mas Tae chega cedo pois ele só entrega pizzas.

24 dezembro de 2019

A duas semanas um infectado fugiu de um hospital daqui de La e com isso cancelaram minha formatura,Jina e Mina também estão dispensadas do trabalho,mas por conta do medo das pessoas e o toque de recolher os pedidos na pizzaria que Tae trabalha aumentaram as entregas e agora ele e o outro entregador trabalham até tarde da noite.faz semanas que o Jornal local não nos da noticias de outros países e nem sequer outras cidades,dizem que esta tudo bem e que não devemos sair de casa,mas eu tenho certeza que é mentira pois o prefeito da cidade fechou todas as entradas da cidade e qualquer um que for pego na rua sem ter uma autorização é preso e pode pagar uma multa de até três mil dólares.

Como hoje é natal estamos todos reunidos,porem sem ceia,os mercados estão fechados então Tae trouxe algumas caixas de pizza e estamos comendo assistindo um filme,nem lembro qual foi a ultimas vez que nos reunimos para dar umas risadas e não pensar no caos que esta la fora.

-Taehyung,para de brincar com a comida e come logo.Mamãe chama a atenção de do garoto que estava tentando comer um pedaço de pizza sem as mãos

-Quem conseguir comer mais rápido sem usar as mãos ganha o ultimo pote de pudim que tem na geladeira.Digo colocando a fatia na boca e sendo seguida pelos meus irmãos,mamãe desistiu de brigar com a gente quando viu que o papai também estava na brincadeira 

-Ganhei!.grita Tae animado 

-Não vale você roub.....

Sou interrompida por altas batidas na porta,assustando todos nos

-Quem está ai?.Gritou meu pai ainda sentado no sofá,mas as batidas continuaram interruptas.-Eu tenho uma arma!.Gritou novamente meu pai

As batidas na porta pararam nos dando cinco segundos de alivio até perceber uma sombra na janela que não demorou muito começou a bater fortemente na janela,Tae se aproxima um pouco para ver melhor e o estranho do lado de fora começa a bater no vidro freneticamente

-Meu Deus!.diz Tae aparentemente em choque.-Está com roupa de hospital,é o infectado que fugiu.Entramos em pânico assim que Tae terminou sua fala

Antes mesmo de conseguirmos pensar em qualquer coisa o vidro se quebra e Tae cai no chão por conta do susto,o homem na janela gritava coisas sem sentido,parecendo uma criança quando está aprendendo a falar,não saia nem uma palavra concreta da boca daquele homem

-Pro quarto!.Jina grita sem pensar duas vezes

Corremos todos para o quarto dos nossos pais e nos trancamos la,como é no segundo andar ele n ira conseguir quebrar a janela,como se tudo não tivesse ruim o suficiente a luz do bairro todo acabou e na hora do desespero todos esqueceram o celular na sala e não vamos nos arriscar a descer para buscar,colocamos a cama e tudo que conseguimos na frente da porta e nos sentamos no tapete em silencio para tentar ouvir algo

-Ele não entrou,os gritos continuam vindo do mesmo lugar.Digo tentando acalmar todos,mas não adiantou muito

Depois de algumas horas ouvimos gritos e fogos na rua,olho no relógio do quarto 

-Meia noite.Digo com um ar triste na voz,desejamos feliz natal a todos mas com um ar triste na 

Depois de alguns minutos percebemos que os gritos no andar de baixo pararam mas resolvemos só ir olhar de manhã,pois ainda estava sem luz

25 de dezembro de 2019 6:30 da manhã

Sou a primeira a acordar,me levanto silenciosamente e olho pela janela ''tudo parece normal'',coloco o ouvido na parede tentando ouvir algo no andar de baixo,nada,vejo a luz da televisão ligada sinalizando que a luz havia voltado.Fico em pé olhando pela janela pensando nos barulhos que ouvimos durante a madrugada e espero todos estarem acordados

***

Tiramos tudo da frente da porta e olhamos por baixo da porta mas não havia nada,Papai deu sua arma para Tae que ia ver se o homem havia ido embora.Destrancamos a porta e quando Tae saiu fechamos a mesma mas sem trancar caso ele tenha que entrar as pressas.

Passaram se dois minutos e nada cinco minutos e já estávamos preocupados pensando em ir atras dele mas ouvimos algo se quebrando e logo em seguida um grito ''Abre a porta'',sem pensar duas vezes Mina abre a porta e eu e Jina ficamos na frente dos nossos pais para protege-los com armas improvisadas com cabides.Vejo Tae correndo e sendo perseguido pelo homem de ontem a noite,quando Tae entra no quarto Mina fecha a porta e tranca,o estranho começa a bater freneticamente na porta,colocamos a cama novamente na frente da cama enquanto Tae se recuperava do susto ele ligava para a polícia

***

Estamos aguardando a chegada da polícia e as batidas na porta não param,Tae nos contou que a porta dos fundos estava aberta e foi assim que o homem deve ter entrado mas não entendemos por que ele não veio nos procurara,segundo Tae ele passou por traz do homem em silencio sem ser notado e por isso demorou mas na hora que esta voltando derrubou um copo chamando a atenção do homem que imediatamente foi pra cima dele

***

Depois de muita luta a polícia levou o homem de volta para o hospital e nos fomos reforças as portas e janelas e prometemos nunca mais abrir a porta dos fundos inutilmente,depois de algumas horas de arrumação Tae se arruma para trabalhar mesmo com nossos pais o proibindo de ir ele foi usando o argumento de ''precisamos de dinheiro'',mandamos ele aproveitar que ia na rua e mandamos ele comprar comida 

Os jornais ainda não dão novas notícias e nem disseram que o infectado invadiu nossa casa,disseram no máximo um ''ele foi encontrado e agora esta tudo bem'',estamos revoltados com as ações dos jornalistas mas talvez eles só não queiram pânico

22:50

O Taehyung está o dia todo fora e ainda não deu um sinal de vida,pela hora ele já devia estar em casa,ligamos para ele e para a pizzaria centenas de vezes mas ninguém atende,eu queria ir procura-lo mas não deixaram dizendo ser muito perigoso

26 de dezembro de 2019 12:20

Tae nunca foi de sumir sem dar noticias,mesmo quando ia em festas e ficava até de manhã ele mandava mensagens avisando,estamos pensando em ir atras dele as o papai não quer correr o risco de mais um filho sumir,ele quer ir no nosso lugar mas um senhor de 60 anos com problemas de coração sozinho na rua no meio de todo esse caos não parece ser uma boa ideia


Notas Finais


Até o próximo cap ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...