História Viva a Revolução - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Dizzee, Dizzee X Thor, The Get Down, Thor
Visualizações 1
Palavras 427
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Fluffy, Shonen-Ai
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Spoilers
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


queria expressar aqui minha indignação com a Netflix (por ter cancelado), com o Spirit (por não ter essa tag) e com a sociedade como um todo por não reconhecerem como The Get Down é uma série incrível

aproveitem porque bateu a saudade e eu amo esses dois

Capítulo 1 - Capítulo único


 

 

 

 

 

VIVA A REVOLUÇÃO

 

 

 

 

 

Foi então, apenas naquele momento, com os olhos verdes banhados pelas cores hipnotizantes da discoteca lhe fitando tão de perto e a respiração quente a passar por seus lábios vermelhos entreabertos, que Dizzee deu-se conta do quão encrencado estava. 

Thor sempre olhava para Dizzee daquela forma: concentrado e com um quê de fascínio. Desde o primeiro encontro no túnel do metrô, nervos à flor da pele e os peitos batendo como tambor pela adrenalina, as íris esverdeadas cintilaram no breu de tijolos e grafites, ainda mais intensas e vibrantes ao dar-se conta de que a sua frente estava Rumi. Dizz acreditava que se tratava de um sentimento nato de admiração por seu trabalho, pela felicidade de encontrar no meio do caos da cidade uma alma tão parecida com a sua.

Mas havia mais.

Dizzee, acostumado a ter o tapete puxado pela realidade, acreditava piamente que estava enganado, e que a companhia de Thor e seu fascínio eram dados exclusivamente por sua arte, libertadora e verdadeira. 

Contudo, ao vê-lo daquela forma, encolhendo-se com um meio sorriso tímido enquanto uma amiga cochichava algo ao pé de seu ouvido, mas sempre de olhos fixos no moreno, Dizzee sentiu uma flor rasgar-lhe o coração, abrindo-o de dentro para fora e libertar-se em meio a todos aqueles que buscavam o mesmo que si. 

Seu sorriso havia morrido, seus orbes pareciam tragar-lhe e, de fato, Dizzee sentiu-se ser puxado magneticamente para perto. O olhar, antes sempre oscilante entre o semelhante e os lábios alheios, agora conectava-se aos seus como se nada mais houvesse além de ambos, ali, naquele lugar e naquele instante. 

Dizzee fechou os olhos quando suas testas se encontraram, sentindo toda a serenidade e curiosidade do loiro correr como uma descarga elétrica por seu corpo; Thor era exatamente daquela forma, calmo e astuto, e o moreno percebeu que o adorava por isso. 

Seus lábios se encontraram de forma hesitante ao primeiro instante, quase tão suaves quanto a brisa da madrugada que bagunçava os cabelos do loiro sempre que Dizzee pegava-se observando-o pichar os vagões com destreza. E então o moreno fora surpreendido por seus próprios impulsos, que levaram-no ao encontro do outro novamente. 

Uma chama colorida e inebriante subia pelo corpo de Dizzee, incendiando-o por dentro enquanto sua boca encaixava-se repetidas vezes à do loiro; uma explosão de cores, uma euforia doce, do mesmo sabor do beijo que esquentara e anestesiara seu corpo quase imediatamente. 

Entre puxões e deslizares de lábios, Thor sorrira, e então o moreno soube que ali não era um mau lugar para se refugiar. 

 

 

 

 

 


Notas Finais


obrigada


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...