1. Spirit Fanfics >
  2. Vivendo em uma mansão mal-assombrada? (REESCRITA) >
  3. O nascer de um novo luar.

História Vivendo em uma mansão mal-assombrada? (REESCRITA) - Capítulo 96


Escrita por: Rafa_13 e Espeon_33

Notas do Autor


Hey Minna! Trazendo mais um capítulo novo para vocês, espero que gostem.

Boa leitura :)

Capítulo 96 - O nascer de um novo luar.


Fanfic / Fanfiction Vivendo em uma mansão mal-assombrada? (REESCRITA) - Capítulo 96 - O nascer de um novo luar.

~ P.O.V Narrador off ~ ~ P.O.V Ash on ~



Se passou uma semana após aquele dia conturbado em que Moon nos deixou.

Na hora eu fiquei calmo pois ela estava bem e segundo as garotas não estavam ameaçando ela para falar aquelas palavras, contudo o jeito que ela sumiu foi bem suspeito...

Principalmente por conta da pessoa misteriosa que a atraiu, as garotas falaram que não reconhecia-a. Mas que possuía uma magia diferente das demais. Além disso, levantaram a hipótese dela ter feito aquilo a pedido de Lillie. Isso vem em minha cabeça desde então, por isso espero vê-la para esclarecer essa história.

Mas como nossa vida não para, tive de continuar minhas tarefas da escola e do trabalho. Estava em meu quarto agora tentando agilizar isso. Até que Rosa entra no meu quarto.


- Você está aqui, tá afim de das uma saidinha comigo? - ela pergunta entrando e deitando em minha cama.


- Sair? Estou ocupado hoje... tenho que terminar essas coisas do trabalho para amanhã.


- Que!? Você não pode deixar isso pra Dawn fazer?


- Ela nunca faria isso... ultimamente ela vem sendo mais gentil, mas não posso me aproveitar dela assim.


- Hmmm... verdade, vocês dois tão bem mais amiguinhos, o que foi que aconteceu naquela viagem hein?


Assim que ela fala eu lembro do meu momento mais íntimo com a Dawn, isso faz meu rosto corar, acho que vacilei, não deveria ter tido esse tipo de reação justamente na frente da Rosa.


- N-Não aconteceu nada... - digo tentando desfaçar.


- Seiiii, não aconteceu nada né seu cachorro! Até onde vocês foram? Você meteu nela?


- J-Já te disse, não fizemos nada disso! Nós apenas nos beijamos...


- Para Ash, pode ser sincero comigo, eu conheço seu lado quando se trata de garotas, você sempre é tarado.


- Tarado não, eu só não controlo bem minha vontade... De toda forma eu não vou contar tudo o que aconteceu, mas nós sim... fizemos sexo... - digo bem envergonhado, desculpa Dawn por contar isso, mas melhor dizer a verdade logo do que ela ficar imaginando mais coisas do que aconteceu.


- Não precisa ficar assim, só estava te provocando. Mas incrível que conseguiu fazer com ela, sinto um pouco de inveja... Dawn é muito linda e com aquela personalidade dela, deixa ainda melhor dominar ela na cama... - ela fala quase babando.


- Você parece um velho tarado...


- Opa, acabei me animando demais, mas é que garotas assim mexem comigo, tipo a Lillie.


- A Lillie... - Ao lembrar dela meio que bate uma vibe mais pra baixo na hora.


- Qual foi, esse desânimo assim do nada.


- É que aquilo que as garotas falaram ainda tá na minha cabeça.


- Que a Lillie seria a responsável pelo sequestro da Moon?


- Isso...


- Conhecendo ela eu não duvido.


- Que?! Como pode dizer isso assim?


- Coitadinho, você não conhece em nada a Lillie não é.


- Eu conheço... digo... eu sei que ela tem uma personalidade ruim e que se faz de boa garota...


- Francamente, isso é o básico sobre ela. Talvez o que eu fale aqui agora deixe você irritado com ela imagino, tendo em vista seu senso de justiça. Mas a Lillie já colocou pessoas para ficar vigiando a Moon desde a vez em que vocês salvaram ela. Ela sabia esse tempo todo que vocês haviam tirado ela do laboratório.


- Por que ela fez tudo isso?


- Moon é a melhor amiga dela, teve um motivo para ela estar naquele laboratório, não sei a razão de vocês terem a tirado de lá, mas isso incomodou Lillie. Quem sabe ela se aproximou de você justamente tendo interesse de ter a amiga de novo de uma forma mais amigável.


- Eu preciso ouvir isso diretamente dela, eu estaria errado se acreditasse sem ter o lado dela da história.


- Você é muito certinho, mas saiba que não estou mentindo para você. Boa parte disso que eu disse é a verdade, uma outra é achismo.


- Mesmo assim, foi mal, não é que eu tô duvidando de ti sabe...


- Eu sei cara, relaxa, mas uma perguntinha, ela tá sumida da escola há um tempo, como planeja falar com ela?


- Não sei ainda... mando mensagens para ela desde aquele dia e nada...


- Sem querer me intrometer nos seus problemas, mas me intrometendo, eu conheço uma pessoa que conhece uma pessoa que pode nos ajudar a encontrar a nossa loirinha má.


- E quem é? Eu conheço?


- Ah sim! Vocês são bem íntimos! Hehe! - ela diz com um sorriso estranho no rosto.


- Então quem é essa pessoa?


- Vou deixar no mistério, vou combinar com ela de nos encontrarmos amanhã já que não temos aula.


- Pode ser então...


- Mas e aí vai sair comigo agora?


- Não... eu tenho que terminar minhas coisas, mas outro dia podemos sair.


- Aff, que chato eu te ajudo, mas tu não me ajuda. Vou guardar essa vacilão! - ela diz irritada e sai batendo a porta do quarto.


Bem que eu queria sair com ela, mas eu já atrasei demais minhas coisas acho que ainda não estou pronto para trabalhar... Não sei como a Dawn consegue lidar com tudo isso de forma tão natural...



Quebra de tempo



Consegui terminar tudo que tinha ainda naquela noite, mas era quase de madrugada, ultimamente não estou dormindo nesse horário então só caí na cama.

Quando foi pela manhã sou acordado por Rosa que estava bem energética como de costume. Ela me fez trocar de roupa e ir com ela ao encontro da pessoa que ela havia mencionado antes.

Vamos até uma barraquinha de churros próxima ao parque principal, ao chegarmos lá nos encontramos com White.


- Aqui está nossa infiltrada! - diz Rosa apontando para White.


- Infiltrada... - digo sem entender nada.


- Oi Ash, há quanto tempo não é. - diz White de maneira séria.


- Não faz tanto tempo assim, nos vimos ontem na escola...


- Não me referia a contato visual, ou você se esqueceu do nosso acordo?! - ela pergunta aparentemente irritada, de fato eu venho evitando ela, pode não parecer, mas eu não tenho tanto libido assim para aguentar tantas garotas, por isso necessito de um tempo de pausa e nas vezes que fiz com a White ela sempre demandava de muita energia minha.


- Er... o dia está ótimo hoje não é...


- Não tente desviar o assunto assim! Pra sua sorte vou deixar essa passar já que Rosa vem me ajudando bastante... - ela diz pegando no ombro de Rosa que fica corada.


- Ei! Não fique espalhando isso assim... - ela diz surpreendentemente tímida.


- Ué, pensei que você não se importasse. - diz White.


- Não muito, eu gosto até... mas falar isso em público é tão... constrangedor... - Rosa diz tapando o rosto com as mãos, acho que em todos os anos nessa indústria vital é a primeira vez que vejo isso acontecer. Jamais imaginei que ela tivesse esse lado fofo!


- Não se preocupe, serei mais discreta de agora em diante.


- Ah propósito, você não tava ficando com o Black, Rosa... - digo relembrando a situação deles.


- Ele aceitou um relacionamento aberto, que fofo! - ela diz sorrindo.


Pobre Black... não que eu possa falar muito, acho que meu relacionamento pode ser considerado dessa maneira com as garotas da mansão também... mas ele parecia realmente estar bem caidinho pela Rosa, espero que ela não faça ele se machucar...


- Entendo... bem algo que você faria... mas não se sente mal de estar se relacionando com dois irmãos?


- Isso que é animador... - ela diz com o rosto corado, porém dessa vez não estampava em seu rosto a mesma inocência de antes, agora ela parecida de fato uma depravada...


- De todo modo, não viemos aqui falar das minhas relações. Nosso assunto é com uma amiga sua White! - Rosa diz de forma concisa..


- E quem seria essa amiga?


- Nossa queria Bianca-senpai! A portadora de seios do tamanho H mais sedutores do colégio! - diz Rosa.


- De fato nós somos bem próximas, nossas famílias se conhecem há um tempo e convivo com ela desde que éramos crianças. Mas o que vocês queriam dela?


- É um assunto particular, precisamos falar com ela frente a frente, acha que consegue isso para nós? - pergunta Rosa.


- Pode ser, ela está em casa hoje, então podemos ir lá que não tem problema. - Explica White.


- Perfeito! Sabia que podia contar com você minha parceira! - Rosa diz pegando nas mãos de White que esboça um sorriso. Agora que percebo como é bom ter uma pessoa como Rosa por perto, a energia dela é contagiante e imagino que White por não ser desse planeta tenha tido diversas dificuldades de se enturmar, agora com Rosa ela parece bem mais aberta.


Pedimos algo para comer e após algumas conversas e risadas deixamos o local e vamos até a casa de Bianca, era incrível a naturalidade da qual as duas estavam levando as coisas, de certa forma estava nervoso de ir na casa de alguém que eu só vejo, mas nunca tive a oportunidade de falar.

A casa de Bianca era uma casa próxima a entrada da floresta, era uma casa bem típica do interior de Kalos, com um quintal na frente repleto de flores, parecia que eu estava em Pallet.

As garotas tocam a campainha e em pouco tempo Bianca atende, ela estava usando um vestido rosa bem leve, parecia que havia acabado de acordar e de fato seus seios estavam bem destacados... maldita Rosa que me fez pensar nisso... não que eu pudesse evitar, mas ela namora o Gladion. Melhor para com pensamentos errados!


- Bom dia Bianca! Precisamos tratar de um assunto urgente com você. - diz Rosa tomando a dianteira.


- Er... algo urgente comigo? - ela pergunta assustada.


- Sim! Preciso saber se você encomenda seus sutiãs ou encontra o tamanho deles nas lojas? - Rosa pergunta deixando Bianca envergonhada.


- EI! Bianca-senpai! Não era sobre isso que viemos aqui, não precisa responder essa idiota! - digo me intrometendo.


- Qual foi Ash, eu estou bem séria aqui sabia! Ultimamente venho notando que meus peitos estão crescendo, preciso saber disso é uma informação crucial para meu futuro!


- Vou só pensar que isso nunca aconteceu... B-Bem, Bianca-senpai, nós viemos de fato para tratar de algo sério, você estaria disposta a nos ouvir? - pergunto.


- Por favor Bianca. - diz White. E pra precaver eu tapo a boca de Rosa com minha mão.


- Er... pode ser... entrem... - ela diz abrindo a porta.


Entramos na casa de Bianca e nos sentamos no sofá da sala. Estava tudo bem organizado.


- Aqui, fiz agora pouco, se quiserem. - ela diz trazendo chá até nós.


- Não precisava... - digo.


- Por favor aceitem, hoje estou sozinha, não vou conseguir beber isso tudo.


- Ok... então aceito uma xícara.


- Eu também! - diz Rosa e elas nos serve.


Bebemos o chá, estava muito bom. Após isso senti que a tensão diminui um pouco.


- Bem Bianca, agora sendo direta, precisamos que você nos ajude a encontrar Lillie! - diz Rosa.


- Lillie?...


- Sim, como você deve saber melhor que ninguém, ela está sumida já vai fazer uma semana e isso não é do feitio dela, Lillie é uma boa aluna e não costuma faltar nunca. Como amigos dela, estamos preocupados.


- Entendo que se sinta assim, mas podem acreditar em mim, nada de ruim aconteceu, ela só precisou tirar um tempo, já que algumas coisas aconteceram... - diz Bianca.


- A amiga dela voltou depois de um tempo não é. - digo.


- Não era de surpreender que vocês soubessem, afinal Ash, você foi o responsável pela separação das duas por assim dizer...


- Eu tive meus motivos...


- Lillie também teve os delas, por isso que ela fez o que fez para ter sua amiga de volta.


- Mas... preciso falar com ela! Por favor nos ajude a conseguir um tempo! Quero esclarecer algumas coisas...


- Sei como se sente, mas não posso fazer isso... seria errado de minha parte, afinal se ela está evitando vocês deve existir um bom motivo por trás disso... - ela diz.


De repente, um vento bate rapidamente por mim e em questão de segundos Rosa estava bem próxima de Bianca com suas unhas afiadas em direção ao rosto da loira. Que ficou bem assustada.


- Ei Rosa! - digo tentando repreendê-la.


- Nosso assunto com a Lillie é urgente... só queremos sua colaboração para não agirmos de uma maneira impulsiva... - Rosa diz séria em um tom ameaçador.


- Para trás Rosa! - diz White se levantando e apontando uma espécie de arma do cano lilás.


- Dá um tempo White, só queria ver de perto as belas orelhas dela... - diz Rosa passando suas garras afiadas levemente pelas orelhas de Bianca, que estava diferentes, elas eram pontudas!


- Essas orelhas... - digo surpreso.


- Não são bonitas? Uma elfa de fato é algo bem raro de se encontrar. - diz Rosa e se afasta de Bianca. - Desculpa Bianca, perdi a cabeça por um momento, sabe como é né, TPM é difícil de se controlar. - Rosa diz de uma forma estranha, não sei porque, mas sinto que ela está irritada com algo.


- Não tem problemas... - diz Bianca. - Mas se vocês quiserem tanto ver a Lillie assim... hoje ela irá sair até uma loja antiga no shopping... ela quer comprar algo que recorde sua infância com Selene...


- OH! Muito obrigada Bianquinha! - Rosa diz abraçando-a e deitando o rosto nos seios da elfa.


- Não digam a ela que fui eu quem falou... - diz Bianca.


- Pode deixar! Minha boca é um túmulo! - diz Rosa.


- Vocês só vão conversar com ela não é? - Bianca pergunta preocupada.


- Sim, nada mais que isso! - digo.


- Ok... boa sorte...


- Obrigado...


De certa maneira eu me sentia mal pelo o que Rosa fez, mas ela sempre é impulsiva assim mesmo... espero que Bianca não tenha dito aquilo com medo ou algo assim, de toda forma, estou aliviado.

Repreendi Rosa pelas suas atitudes de antes e ela só ignorou como sempre. Espero que ela se controle mais.

Agradecemos a ajuda de White, que saiu irritada com Rosa.

Voltamos para casa e esperamos o horário chegar...

Eu e Rosa deixamos a mansão antes do horário informado por Bianca e vamos sem avisar as outras. Que estavam ocupadas fazendo seus deveres.

Rosa disse que ia fazer com que eu tivesse um tempo a sós com Lillie... ela me mandou esperar em uma sala do karaokê do shopping. Confiei nessa maluca, afinal seria bem evidente que se a Lillie me avistasse ela ia sair de perto...



Karaokê



Dessa maneira fiquei lá na sala esperando as duas... a última mensagem de Rosa já fazia uns 10 minutos... a essa hora Lillie deveria já ter passado aqui como informou Bianca...

Será que ela não veio?

Enquanto penso isso, ouço de longe o som de pisadas.

Até que a porta de repente é aberta.


- Eu não vou cantar com você! Preciso voltar! - diz Lillie reclamando.


- Qual foi Lillie, eu quero me divertir com você! - diz Rosa, eu me escondo um pouco das duas, a Rosa claramente trouxe Lillie a força, deu pra notar só de ver ela segurando-a pelo pulso... essa idiota!!!


- Tá... então, o que você queria falar comigo? Não quero enrolar muito... - Lillie diz aceitando bem a situação.


- Own! Por que você me abandonou? - Rosa pergunta abraçando ela.


- Eu não te abandonei... só tive de resolver uns problemas pessoais!


- Esse problema se chama Moon? - pergunto aparecendo. Ao me ver Lillie fica surpresa.


- Ash!? O que faz aqui?!


- Eu que pedi a Rosa pra te trazer aqui, quero falar contigo... por favor... - Peço e ela desvia o olhar.


- Tenho certeza de que nós não temos assuntos a tratar... - ela diz.


- Não é assim, você viu que eu te mandei mensagens... por favor Lillie...


- Acho que é melhor deixar vocês dois a sós... se precisarem de mim só me chamar. - Rosa diz e sai da sala.


Ficamos apenas nós dois naquela sala fechada, por alguma razão eu me sentia bem nervoso... eu tinha em mim alimentada a esperança de que ela não havia feito nada e que tudo que tivemos até agora foi verdadeiro e não apenas um interesse...


- Nem sei por onde começar... como está a Moon?


- A Selene está ótima, melhor do que já esteve nesses meses! - ela diz.


- Imagino que você deva achar que eu a sequestrei não é...


- E estou errada? Você e outras pessoas invadiram um laboratório da minha mãe! E levaram uma garota que estava tratando sua doença...


- Não era bem assim Lillie! Não vou tentar te convencer dos meus motivos, afinal acho que você está totalmente cega em seus ideais, mas... nós fizemos aquilo pelo bem estar da Moon.


- Bem estar, tirar ela do lugar que garantia tratamento a ela?


- Nem tudo era tranquilo para ela, fomos relatados de alguns tratamentos pesados que ela passou por lá, você acha que iríamos invadir sem mais nem menos?


- Não sei o que mais acreditar vindo de você...


- Eu digo o mesmo... você poderia só ter vindo até nós conversar tranquilamente... mas porque pedir alguém para levar ela a força?


- Eu só fiz o mesmo que vocês fizeram... é ruim não é quando algo assim acontece, esse sentimento que você sentiu foi o mesmo que eu senti quando perdi minha amiga para vocês! Eu realmente estava achando você um cara legal... mas isso de fato... me deixou bem irritada... eu queria acreditar que você não teria feito nada disso... mas agora tenho mais certeza que você é capaz de fazer coisas assustadoras...


- Nós não levamos ela a força! Oferecemos ajuda e ela aceitou na época. Mesmo sem ter suas memórias ela viu que aquilo era o melhor para ela, os dias que passamos na mansão tenho certeza que ela recorda com carinho deles.


- Tsc... de fato, ela falou sobre algumas coisas que aconteceram... mesmo assim... isso não era o certo... sei que eu errei ao agir como vocês... mas não tinha outra escolha...


- AAAAAAAAAAAAAH! Vocês dois estão me irritando! - diz Rosa entrando. - Parem de culpar um ao outro, cada um só quer acusar um errado e certo na história! Quando os dois fizeram a mesma coisa. Por que não falam com aquela que passou por tudo isso?


- Selene está em casa a esse momento... ela está com os pais... - Lillie diz, até que meu celular toca.


- Leaf? - digo atendendo.


- Ash! Não sei onde você está, mas tem uma visita especial para você aqui em casa, a Moon voltou! - Leaf diz e Lillie escuta também.


- Acho que encontramos nossa garotinha. - diz Rosa.


- Ela não me falou que iria até lá... eu preciso ir até ela... - Lillie diz preocupada.


- Vamos juntos até a mansão... eu posso te acompanhar... - digo e ela vira o rosto.


- Eu vou com a Rosa! - ela diz agarrando no braço da Rosa.


- Então eu vou com vocês... - digo.


- Não é pra nos seguir seu mentiroso! - ela diz irritada.


- Olha só quem fala! Você fez o mesmo, mentiu pra mim, aposto que até começou a falar comigo para saber mais da Moon.


- Não é bem assim! - ela diz e ficamos por um momento envergonhados... - D-Digo! É por isso sim! Foi somente por isso! Vamos indo logo estou preocupada com ela!


- Não esperava participar da DR de vocês... - diz Rosa.


Na pressa deixamos o local e voltamos para a mansão, vim o caminho todo sem falar mais com a Lillie, estávamos por algum motivo nervosos e tensos só de encarar um ao outro... eu sentia quase como se meu peito fosse explodir... que tipo de sensação é essa?...



Mansão



Chegamos na mansão e ouvimos de longe o burburinho de vozes na cozinha. Ao irmos até lá avistamos Moon sentada na mesa ao lado de Leaf, Serena, Acerola, Korrina e Sabrina.


- Oh vocês finalmente chegaram, onde estavam? - pergunta Korrina.


- Lillie? Você também veio? - pergunta Moon surpresa ao ver a amiga. Que vai até ela e a abraça.


- Eu estava preocupada... não queria te perder de novo... - Lillie diz.


- Pode ficar tranquila só vim aqui falar com elas, estava com saudades. Afinal tenho um pronunciamento a fazer! Agora que já estão todos aqui imagino que seja o melhor momento. - diz Moon sorridente. - Sentem-se todos! - ela diz fazendo com que eu, Rosa e Lillie sentássemos na mesa.


Moon fica de pé enquanto todos estávamos sentados na mesa.


- É uma pena que nem todas estejam aqui... principalmente a Misty, sei que ela tem clube nos finais de semana, mas ela foi uma das mais importantes para eu ter vindo aqui. Desde de já, queria pedir desculpa a todos vocês! - ela diz abaixando a cabeça.


- Do que está se desculpando Moon? - pergunta Leaf.


- Bem, acho que você só descobriu depois de um tempo Leaf, mas eu queria me desculpar a vocês por todos os problemas que eu causei... desde minha chegada, ou melhor desde quando vocês me salvaram naquela noite, sim Lillie, me desculpa dizer isso, mas eu sou grata por eles terem me tirado do laboratório Aether. Quando eu perdi minhas memórias eu estava muito assustada... não conhecia nada nem ninguém, nem mesmo me conhecia... aquilo mexeu comigo de uma forma terrível, era como se eu tivesse perdido minha existência e o que eu era de fato, estava me tornando quase uma máquina sem sentimentos, apenas fazendo testes e treinamentos que me ordenavam diariamente, sem reclamar de nada e sem sentir prazer das coisas... Graças ao Ash e as outras eu pude de fato me redescobrir! Quando minha memória voltou foi aí que eu me dei conta do quão emocionante foi os momentos que tivemos juntos. Eu passei metade da minha vida no laboratório sozinha de outras pessoas da minha idade, então nunca havia vivenciado uma vida tão calorosa antes como a que tive aqui, por isso sou eternamente grata a todos! Meu muito obrigada por tudo que fizeram! Por acolherem uma estranha e a tratarem como uma irmãzinha quase, eu amo todas vocês! - ela diz com um sorriso no rosto, porém em seus olhos haviam algumas lágrimas, Leaf e Korrina correram até ela para lhe abraçarem!


- Acho que uma mãe deve sentir isso quando vê que seus filhos cresceram. - diz Sabrina.


- Que lindo Moon... - diz Serena bem emocionada também.


Lillie por sua vez apenas ficou observando tudo.


- Assim vocês vão me fazer chorar... ainda nem terminei tudo o que tinha a dizer... - diz Moon esfregando os olhos com as mangas da sua camisa.


- Só mais um pouquinho desse abraço! - diz Korrina bem emocionada também.


- Isso! Só um pouco! - Ratifica Leaf.


As três ficam abraçadas por um tempo, até que as coisas se acalmam mais e Moon prossegue com seu discurso.


- Vamos lá! Queria me apresentar devidamente agora! Prazer, meu nome é Selene! Tenho 14 anos e sou natural de Alola! Meus pais são dois cientistas bem inteligentes e engraçados! Minha melhor amiga é essa garota fofinha que estuda com vocês, Lillie! Nos conhecemos desde nossa infância, já passamos por boas histórias juntas. Eu preferiria ser chamada de Moon ainda, confesso que é um apelido bem carinhoso e que irei levar para minha vida... por falar nisso... agora tenho uma confissão a dizer para vocês... meu real motivo da visita foi vir me despedir de todos vocês, até mesmo você Lia...


- Como assim?! - pergunta Lillie preocupada.


- Como todas sabem, eu desenvolvi uma anomalia em meu tratamento no laboratório, basicamente sou um ser que não é identificado como um ser mágico, espiritual ou mesmo humano. Meu corpo é uma grande metamorfose de genes, que culminaram a me dar esses poderes estranhos. Minha mãe quer me diagnosticar novamente para saber se de fato estou livre dos meus problemas e é claro aprender a conviver com meu novo corpo. Por isso hoje de madrugada estarei voltando para Alola sem prévia de retorno... prometo manter contato com todos, e espero poder voltar a morar na mansão novamente, por isso... vocês deixariam eu voltar a morar aqui com vocês algum dia?


- Que pergunta é essa Moon, essa casa é sua, assim como de todos nós. - digo. - Você sempre será bem vinda aqui.


Dessa vez a pequena não segura suas lágrimas e me abraçou forte enquanto chorava...

Aquele clima foi bem pesado para mim também, mas me mantive firme ali e contive minhas lágrimas também.

Moon para mim foi como uma irmã mais nova, ela vai fazer muita falta...

Não queria que a situação chegasse a esse ponto... queria que ficássemos todos juntos... as noites juntas na mansão, os momentos que tivemos enfrentando pessoas más... tudo formou uma grande união entre todos aqui... não se passava pela minha cabeça que em algum momento alguém iria sair...

Mas Moon teve seus motivos... desejo sorte nessa nova escolha dela e espero, que nosso reencontro seja definitivo dessa vez...



          ...Continua!


Notas Finais


Perguntas:

1- Só eu fiquei pensando que a Dawn vai matar o Ash se descobrir que ele contou deles pra Rosa?
2- Saudades da White? Lembravam do acordo dela com o Ash?
3- Aceitariam um relacionamento aberto com a Rosa igual o Black?
4- Rosa estava mesmo de TPM?
5- O que acharam da DR do Ash e da Lillie?
6- Prontos para dizer tchau pra Selene/Moon?

Por hoje é isso, até a próxima pessoal!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...