1. Spirit Fanfics >
  2. Vivendo sem medo - Noany >
  3. Capítulo 4

História Vivendo sem medo - Noany - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


roi, sumi não

Capítulo 4 - Capítulo 4


POV Noah Urrea 

Acho que vocês não me conhecem ainda, meu nome é Noah Jacob Urrea, tenho 18 anos e moro aqui na Califórnia desde que nasci. Quem me vê por fora acha que eu sou o mais pegador de escola, na verdade... não! Eu sou tímido e extrovertido ao mesmo tempo, com pessoas que eu sou total intimidade é bom para crlh porque eu sou muito de boa e brinco com todos, mas com quem eu não conheço sou mais fechado. Eu namoro com uma menina faz 6 meses, ela é sobrinha da amiga da minha mãe, mas de algum tempo para cá ela está bem estranha.

- Quebra tempo - 

Estou agora indo na casa da minha namorada porque ela falou que estava sozinha e queria falar comigo algo, vamos ver o que é. 

Chego na casa dela e toco a campanha

Giulia - Oi amor, entra

(Abro um sorriso e entro na casa dela, a cara dela não estava das melhores)

Noah - Oi meu amor, que saudades eu tava de você! Que carinha é essa?

Giulia - Eu preciso conversar algo com você Noah — Ela não olha nos meus olhos.

Noah - Pode ser depois? Eu tô com tanta saudades de você — Chego perto dela, coloco ela no meu colo e começo a beijar ela — Você tá tão linda nesse pijama — Falo entre o beijo.

Giulia - Amor não, por favor, olha para mim — Ela fala quase não resistindo — Vai, deixa eu falar com você.

Noah - Tá bom vai — sento no sofá com ela ainda no meu colo — Pode falar.

Giulia - Quero ser o mais direta possível ok? — Fica um silêncio total entre nós dois até ela falar — Eu quero terminar...

Fico meio sem reação na hora procurando uma resposta

Noah - O quê?? Eu fiz algo que te magoou? Amor me desculpa, pode me falar que a gente resolve isso — Eu falo quase entrando em desespero.

Giulia - Não Noah, eu só não sinto mais aquilo do começo entre nós dois — Ela levanta do meu colo e senta no sofá — É só isso e por favor acho melhor você ir embora...

Noah - Giulia por favor, vamos tentar resolver isso, eu te amo... — Ela não responde, vai até a porta e abre esperando eu sair.

Nesse momento eu seguro minhas lágrimas e saio de casa dela. Eu não entendo o que aconteceu, estava tudo bem, tirando o fato de ela estar estranha comigo essa semana. Ando meio desnorteado até minha casa e subo para o meu quarto sem falar nada com ninguém.

Noah - AAARG QUE RAIVA — Nesse momento minha lágrimas escorrem pelo meu rosto e uma mistura de sentimentos percorrem sobre mim. Deito na minha cama e pego no sono chorando mesmo.

Acordo muito tonto e escuto batidas na minha porta

Linsey - Noah, abre aqui

Levanto com o rosto todo inchado e abro a porta tentando esconder o meu rosto. Eu me minha irmã sempre fomos muito amigos e eu tinha certeza que ela sabia que eu não estava bem.

Linsey - Quer conversar? — Ela fica em pé na porta esperando uma resposta minha e eu só assinto com a cabeça, ela entra e fecha a porta.

Noah - A Giulia terminou comigo — As lágrimas voltam a escorrer pelo meu rosto — Sem mais nem menos

Linsey - Oh Noah — Ela me abraça tentando me confortar — Eu sei que você amava ela, mas talvez ela não era para você, a vida é assim... Pessoas vem e se vão, você vai encontrar alguém que te ame da mesma forma

Noah - Não sei se quero mais, pelo menos não agora

Linsey - Eu te entendo, tudo tem seu tempo, agora descansa e tenta não se culpar tanto sobre isso ok? — Ela da um beijo na minha cabeça e sai do meu quarto

Minha irmã sempre soube o que me dizer quando eu precisava, eu só dormir de novo e acordei só no outro dia.





Notas Finais


Conheçam o Noah gatão
desculpem os errinhos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...