História Vivendo um sonho - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 3
Palavras 943
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Mistério
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - The kiss


Fanfic / Fanfiction Vivendo um sonho - Capítulo 7 - The kiss

Então, passou-se um dia, o maquiador chegaria, arrumei meu quarto, coloquei um ventilador pro lado da cama, fiz um coque, lavei bem minha pele e hidratei, fiquei deitada esperando um pouco enquanto lia um livro, ouço alguém chamando por jojoba no portão,  corro para ver quem é ansiosa.

De longe, só vejo os cabelos pretos semelhantes aos de Nicolas, mas tudo bem, muitas pessoas possuem essa coloração. Ele carregava uma maleta enorme cheia de make, ele subiu as escadas olhando o mais pra baixo possível, com os cabelos no rosto, não entendia o porquê, analisei o seu jeito, mas quando ouvi sua voz não tive outra certeza.

- NICOLAS? 

Eu disse extremamente surpresa e achando engraçado o fato dele pensar que não reconheceria...

- Droga!!! Você não é tão burra assim quanto eu imaginava!!!

Disse ele finalmente deixando de olhar para o chão e mostrando todo o seu belo rosto, ele era simplesmente a coisa mais linda que eu já tinha visto em toda a minha vida, sua face me deu uma sensação de conforto e amor, fiquei até meio corada ao olhar ele diretamente dessa forma, senti meu rosto formigar, ele tinha traços finos, olhos fundos, olheiras, uma boca perfeitamente desenhada e uma cicatriz que atravessava desde perto da sua sombrancelha esquerda, atravessava seu nariz e chegava ao fim perto do olho direito, ele deve ter se machucado feio, mas eu amo cicatrizes, ele era muito peculiar, uma beleza que me levava fácil até ele, como um canto agelical que bugava o meu cérebro me fazendo acreditar que ele era único e perfeito nesse mundo.

Nesse momento, fomos para o quarto, porém ele voltou a esconder o rosto de uma forma diferente, com o cabelo que era meiongramde e mal cortado, enquanto ele se preocupava com o cabelo tapando a cicatriz que provavelmente o calsava desconforto em deixa-la a mostra.

- então, mãos a obra, me pinte como uma de suas francesas!

Eu disse a ele enquanto pegava a cadeira na cozinha.

- não sou acostumado a maquiar outras pessoas, não sei se ficará bom, mas não me importo.

Disse ele como quem não está nem aí, mas era óbvio que ele estava "aí" pois ele se deu o trabalho de ir até minha casa, se arriscar nas regras do clube de me mostrar sua identidade e irá gastar suas preciosas e caras makes comigo.

- me sinto lisonjeada por ser a primeira

Eu disse isso, mas por dentro dizia que queria ser a primeira em outras coisas também rs.

Antes de começar ele preparava palhetas e pincéis como se realmente fosse fazer uma pintura, eu sabia que ele não era muito de conversa, mas me atrevi mais uma vez, o perigo sempre vale a pena quando se trata de Nicolas,

- eae bonitão, como vai ser quando descobrirem que conheço o seu rosto e vice e versa? Seremos expulsos?  

Eu disse enquanto ele mexia na bolsa muito atencioso com cada detalhe da caixa.

- isso não irá ocorrer, óbvio, eles não saberão.       

disse ele com o mesmo tom de tranquilidade e calma que ele age pra tudo.

- hm, então será um segredo nosso?

Eu disse com um sorriso no rosto que não consegui impedir de deixar escapar.

- é, meio que sim

Disse ele enquanto se espreguiçava deixando a blusa branca que usava por baixo do terno levantar, mostrando sua barriga perfeita e desenhadinha aparecer me deixando mais excitada do que já estava apenas olhando para seu rosto e ouvindo sua voz..

- posso me trocar aqui mais tarde? Temos que ir pro clube e trouxe minha roupa pra não aparecer lá descaracterizado.

Disse ele me olhando tipo "fazer o que né" .

- a vontade.

Disse eu acenando com a cabeça pra ele.

Ele começou a me maquiar e confesso que a sensação de ver o rosto dele mais próximo do meu era melhor quando ele não estava tenta do me matar, ele tinha mãos de anjo, fazia tudo com atenção e organização, eu não conseguia parar de olhar a forma que ele fica fodo fazendo tudo, até que ele acabou, limpando o rosto com o antebraço, um sorrisinho de orgulho do próprio trabalho, me entregou um espelho e disse:

- o que achou? Caprichei demais com você, me empolguei, não vá se acha do especial não.

Dei uma leve risada e peguei o espelho de sua mão, o trabalho estava realmente incrível, foi q melhor noiva cadáver que já vi em toda a minha vida.

- Cara, você é simplesmente incrível, que trabalho lindo, ficou muitooooo bom, parabéns!

Enquanto eu dizia isso super empolgada e olhando cada parte do meu rosto maquiado, ele ficou meio corado e disse:

- mesmo????

-claro que sim, você é incrível cara!

E eu acho que ele se emocionou um pouco, logo veio em minha direção para um beijo e aaaaaah, não acredito que perdi meu BV em um sonho! Pena que não conta com a vida real porque nossaaaa que cara, eu o amava, mais do que eu mesma podia imaginar, era incomensurável, quando ele terminou de me beijar disse:

-desculpe, me deixei levar, borrei sua maquiagem, vou ajeitar

Meio envergonhado porque mesmo sendo aquele "bad boyyy" ele era um coelhinho fofo e havia um lado doce naquele agridoce lemon boy.

Percebo que a vergonha dele por fazer maquiagens tão bem, era a merda da masculinidade frágil, se solbessem que um cara durão como Nicolas soubesse fazer maquiagens, acho que pensariam que ele era gay ou coisas do tipo, não sei...

   Dei um sorriso e ele continuou ajeitar minha make, depois fez a sua e se trocou no banheiro, enquanto eu me trocava no quarto, vamos aparecer juntos no clube hoje, veremos o que vai dar...













Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...