História Viver de encontros - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Inojin Yamanaka, Itachi Uchiha, Karin, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari
Tags Itakonan, Sasusaku
Visualizações 295
Palavras 1.079
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Genteee se eu falar pra vcs que esqueci de postar capítulo, vcs acreditam?
Me desculpem mesmo kkk ,acontece
enfim façam uma boa leitura.

Capítulo 16 - Haruno desgraçada


~Dia seguinte

-O QUE FOI ESSA VADIA FEZ?!-Gritos eram escutados do apartamento de Sasuke Uchiha, do outro lado tinha uma Haruno que ria compulsivamente no sofá com a mão na boca.

-Mamãe o que é vadia?-Perguntava a criancinha.

-Nada que você precise saber minha filha.-Falava com dificuldades.

-SAKURAAAAAAAAAA-Ouviu-se um abrir de porta e as duas se esconderam no quarto, o Uchiha bateu com tanta força até quase quebrar a porta.-SUA FILHA DA PUTA.-A Haruno tampou os ouvidos de Kanae, plena 10 horas da manhã de um domingo e gente perturbando na porta dos outros?.

-CALABOCA AÍ EU QUERO DORMIR.-Gritou um outro vizinho mas o Uchiha não deu ouvidos e continuou batendo na porta.-EU VOU CHAMAR O SINDICATO.-

-QUE SEJA.-Gritou de volta, o homem desceu as escadas,10 minutos depois o Uchiha tinha sido tirado a força do prédio e só poderia voltar depois do entardecer,por sorte tinha dinheiro e celular consigo e não estava usando um terno, foi na cafeteria onde era o lugar menos movimentado e se lembrou da rosada.]]

-Filha da puta maldita, eu vou matar aquela...Argh! Maldita irritante!-O homeme estava tão irritado que poderia quebrar e revirar aquele local de cima a baixo, as pessoas nem se arriscavam a passar perto.-Como ela pôde fazer isso e com que direito?!-Coitado, ele discou o número de Naruto, sabia que o dobe estava envolvido nisso e estava disposto a arrancar suas entranhas, mas como esperado não foi atendido nas três ligações já que o loiro estava irritadíssimo pela merda que ele tinha feito dias atrás.-Vamos ver se aquele viado não atende também.-Falou baixo já que estava em um lugar público.

-Itachi!-

-O que foi agora Sasuke?!-

-Foi você que deu a senha de um dos meus cartões não foi?!

-Sim, como advinhou?-Disse o uchiha mais velho com ironia na voz.

-Filha da…-Xingar a própria mãe é foda né.-Por que caralhas fez isso?!-

-Não seja tolo Sasuke, o único inocente da história é a Sakura, você que foi filha da puta o tempo todo.-Com Itachi não tinha isto, quando o caçula estava errado ele xingava e era mesmo, logo o irmão mais culto.-Tenho mais coisas para fazer do que ficar ouvindo seus chiliques, tenha um bom dia-Disse cínico.- E não faça nada, irmão tolo.-

-Teu cu…-Odiava ser chamado de irmão tolo.

O pior era: Ele não podia dar queixa porque apesar de tudo, ele que tinha dado um fim em suas roupas, “mas precisava ter sido tão caro?” Perguntava, precisava sim Uchiha, Ô se precisava.

O coitado nem imaginava a alegria que a Haruno estava passando,Sasuke era rico mas não era por isso que sairia gastando sem necessidade “ a mas ele tem uma mansão do caralho” , qual rico que não tem?Mas gastar tudo aquilo em roupas?Nunca para Sasuke Uchiha, o cara só usa preto e ternos, basicamente e não tem cabeleleiro que não dê jeito naquele cabelo rebelde dele.

Deu-se o por do sol, ficou admirando por alguns minutos como a muito tempo não o fazia, voltou para o apê ainda irritado, mas não como antes e foi obrigado a receber olhares não tão bons dos velhos vizinhos, a essas alturas estava pensando seriamente em se mudar, mas será que tinha coragem?Tinha brigado feio com a irritante,tinha mas é aquela prisão….

O amor pra ele

Era doença

E ele não sabia

Como se curar

Mas isso era um amor ocupacional, opcional, lógico que sempre amara sua família ,mas alguém em sua vida?Jamais.

*

Enquanto isso, quando a Haruno fazia a janta sentia uma leve culpa, uma pessoa tão bondosa não deveria estar acostumada a fazer maldades não é mesmo?Se bem que nem foi uma, ele merecia, maldade foi o que ELE fez, mas ela era tão doce que parecia não entender.Kanae e Ino já perturbavam seu juízo com fome, falava com elas ao mesmo tempo que falava com Taki ao telefone, o garoto que geralmente era calado tagarelava empolgado sobre o irmão e como queria cuidar dele, até ajudar a trocar as fraldas!Dá pra acreditar?Também falou em como nunca viu o tio Itachi sendo tão babão, tia Konan até ficava um pouco enciumada tanto de receber menos atenção que o filho e também por querer passar mais tempo com a criança,mas o papai não sabia se controlar, escutando a fala do seu quase filho, a Haruno percebeu em como ele devia estar sentindo inveja do priminho por ter um pai tão atencioso.

-Queria que meu otou-san fosse assim.-

-Ei, tem eu, esqueceu?-Falou de forma suava para confortar o coraçãozinho do seu amor ao mesmo tempo que colocava os pratos repletos do “ manjar dos deuses” que ela fazia.-Taki-kun, tenho que desligar agora sim?Jya ne e trate de ir dormir, está ficando tarde.-

-Hai, kaa-san….Gomen.-

-Yê...daijobou akaa…-( Não, está tudo bem bebê). Tinha certeza de que o garoto tinha corado do outro lado da linha, ainda estava sorrindo abobalhada com o pensamento.

~Sakura

-E então pimentinha como está a comida?-

-Kaa-san!-É tão linda a carinha de brava que ela faz.

-Meu amor.-Disse pondo uma mecha do seu cabelo para trás da orelha.-Sabe que eu te amo ,não sabe?

-Hm!-Disse sorrindo balançando a cabeça freneticamente.

-Você precisa me ensinar a cozinha assim testuda.-

-Por causa do Sai?Ino…-

-Eu gosto dele…-Disse olhando para o prato e sorrindo de forma boba, até corou, senti um pinguinho de inveja dela, queria estar no lugar da mesma, já tinha amado a alguém a tanto tempo, como seria amar de novo?

*

Dias,semanas tinham se passado, semanas!Que eles não se falavam, era muito tempo até para os amigos dele, o Uzumaki ainda estava arisco em relação ao melhor amigo, mas aos poucos ia retornando a ser o que era, a verdade era que ele estava chateado mais do que a própria Sakura a expressão “ tomar as dores” é coisa séria, viu.

-Até quando vai ficar fazendo chilique dobe?Acho que nem a Haruno liga mais pra isso.-

-Quando você desistir de se aproximar dela, ou me prove que a merece.-

-Mas do que é que você está falando?!-

-Teme, você acha que eu não reparei?!Essa aposta já virou coisa séria!Você não quer simplesmente jogar ela na cama, se eu falar que um padeiro falou com ela você já pergunta nome onde mora e se duvidar até o CPF, por isso até deixei e falar menos dela pra ti.- O baka estava coberto de razão, tinha até um gostinho.

-Você só pode estar brincando.-

-Tem certeza que sou eu quem está brincando aqui?Jya ne Sasuke, vou trabalhar.-



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...