1. Spirit Fanfics >
  2. Vizinhas de quarto (Jenlisa) >
  3. Cap 5

História Vizinhas de quarto (Jenlisa) - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - Cap 5


(Jennie P.O.V.)

2 semana depois...

Eu e Lisa havia criado uma ótima amizade. Eu fiquei um pouco triste por ela viver desta forma todos os dias. Espero que achem a cura para seu problema. Estava eu em mais um tratamento doloroso até que escuto uma música no quarto ao lado. Mas especificamente no quarto de Lisa.

-Isso é normal? Essa musica essa hora?-pergunto para a interna.

-Todos os dias 12, Lisa coloca essa mesma música. Tem toda uma hitória por cima. Acho que deveria perguntar pra ela depois.

-Como eu vou perguntar pra ela se nem se quer posso me levanta daqui?

-Se lhe serve como ajuda, posso chama-la.-a mulher disse em um tom sugestivo.

Aceitei sua ajuda e logo depois da finalizaçao do tratamento a Interna foi chamar Lisa.

.....        .....

-Me chamou!?-ela chegou em meio a um pulo o que me assustou um pouco.

-Nossa que susto! Chamei sim. Eu reparei que esta manhã você colocou uma música. Achei ela muito bonita. E uma interna me disse que você faz isso todos os dias 12. Porque?

-Ela é linda sim. No dia 8 eu nasci, 4 dias depois, eu pude sair do hospital. Pois os médicos havia tratando do meu problema. Dia 12 foi o primeiro dia que eu saí daqui, dia 12 eu pude sentir o ar puro, vi pessoas fora do hospital.-ela disse em meio a um sorriso fraco porém sincero.-Entao todos os dias 12 eu coloco essa música pois minha mãe cantava ela pra mim.

-Uau. Isso é forte.-disse pensando em como Lisa era sentimental. Não era algo que eu tinha em mente.

-O nome da música é Stay, você disse que gostou.

-Obrigada.-um silêncio tirou conta do ambiente então resolvi quebra-lo.-Me diga uma coisa, se por algum motivo, encontrassem a cura para sua doença. Qual seria a primeira coisa que você faria, tendo em convideracão que tu jamás fez?

-É uma ótima pergunta. Eu sempre parei pra pensar sobre isso. Eu nunca fiz muitas coisas. Creio que, tendo em consideração tudo isso, eu faria 3 coisas; abraçaria minha mãe, tenho muita vontade de ir para uma escola e com certeza, não me impedir de me apaixonar. Sempre fiz isso pois não teria nenhuma forma de eu ter um relacionamento com essas roupas...-ela disse dando algumas pausas para respirar e após terminar deu uma leve gargalhada, que foi tão contagiante que me fez juntar a ela.

Naquela manhã ficamos conversando bastante até que algo inesperado acontece:

-Chama a enfermeira!-Lisa dizia com interrupçoes. Ela parecia estar sem ar. Logo dos o que me foi pedido e Acertei o botão da enfermeira que em segundos chegou no quarto.

-O que esta acontecendo?!-a enfermeiroa perguntou enquanto via Lisa estranha.

-Ela parece estar sem ar! Ela falou que não consegue respirar.

A enfermeira logo pegou uma cadeira de rodas e colocou lisa la. Assim que ela saiu do meu quarto correndo para o de Lisa, não consegui me conter e tentei me levantar. Mas foi uma péssima escolha já que meu corpo começou a doer e meu aparelho que media meus batimentos cardíacos começou a disparar. E logo depois disso eu apaguei. Não me lembro de mais nada.

(Narradora ON)

Após Jennie apagar, vários médicos chegaram em seu quarto, tentando salva-la pois seu coração havia parado. Pegaram o ressucitador e um dos médicos gritou:

-CARREGA EM 200! AFASTA!- um choque foi dado em seu peito.-CARREGA DENOVO! AFASTA!-outro choque foi dado fazendo seu coração ter um rítimo novamente.

Enquanto isso no quarto de Lisa, a enfermeira trocou seu tanque de oxigênio pois havia um furo que fez ele vazar. O que deu um grande problema pois agora, a garota terá que fazer inúmeros esames para saber se pegou alguma bactéria. Ela foi colocada de volta em seu quarto de plástico e foi aconselhada a esperar para que fizesse os esames assim que o Dr.Karev chegasse.

Não demorou muito e o mesmo chegou. E assim, vários esames foram feitos durante aquela tarde toda. Fizeram uma limpeza de emergência em seu quarto e assim se passou a tarde da garota.

Mas algo não saía da cabeça de Lisa, ela conseguia ouvir tudo do quarto de Jennie, o que a deixou com um grande medo e preocupação. O que era relativamente estranho para ela. Algo em seu peito estava estranho. Não de forma física. Algo que ela ainda não compreendia mas com certeza era algo novo. Ela jamás sentiu isso o que lhe trazia grande confuzão.

....      ....

Já era noite, os esames de Lisa deram negativo para qualquer bactéria, Jennie já estava acordada e assim, foi possivel que elas passassem o resto de seu dia dentro dos quartos.

Lisa ligou por chamada de vídeo para Kook, ela contou tudo para seu amigo e os dois comversaram bastante. Acabaram não percebendo que ja era muito tarde é encerraram a chamada. Lisa comeu sua barra de alimentos e assim encerrou seu dia indo dormir.

836 palavras




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...