1. Spirit Fanfics >
  2. Vizinhos-Long fic -Park Jimin >
  3. Capitulo 4

História Vizinhos-Long fic -Park Jimin - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - Capitulo 4


S/N p.o.v  

– Onde ela está?– Eu ouvi a doce voz de Aline, embargada por toda a preocupação que ela devia estar sentindo.  

– Na cozinha– jimin respondeu, mas eu já estava chegando à sala, então Aline correu até mim e me abraçou apertado, como ela sempre fazia nas horas em que eu estava precisando, e ela sempre sabia as horas em que eu estava precisando.  

-O que aconteceu, querida? – Aline perguntou, se afastando para me olhar.  

– Ah, Aline... – E eu simplesmente comecei a chorar, como uma criança boba. Aline me abraçou de novo e olhou para jimin, com um olhar questionador.  

– Eu cheguei e o tal de Jungkook estava agarrando-a no corredor. S/N parecia assustada, então eu achei que deveria interferir... – jimin resumiu, enquanto eu tentava me controlar.  

Aline apenas suspirou longamente, eu sabia o que ela estava pensando: -Eu avisei, S/N, eu nunca confiei nele.  

– Eu estava tentando terminar com ele Aline, mas ele ficou agressivo, eu nunca tinha visto ele assim. Se não fosse pelo jimin... eu nem sei... – Eu falei entre as lágrimas.  

– Está tudo bem agora, querida, não é sua culpa – E então ela virou para jimin – Obrigada, por ter cuidado dela e por ter me ligado.  

-Tudo bem, eu só fiz o que qualquer um faria... – Oh, claro, além de tudo, ele ainda era modesto.  

– E o Jungkook?– Aline perguntou.  

– Os vizinhos começaram a aparecer e o colocaram para fora – Eu respondi.  

– E ninguém chamou a polícia? Ele deveria ser preso! Esse maluco não pode mais chegar perto de você! – Aline parecia indignada.  

– Eu devia ter feito isso, mas ela estava tão assustada. Eu não queria deixar a S/N sozinha – Jimin disse com uma voz tão sofrida, como se fosse uma obrigação que ele não tinha cumprido.  

– Não é sua culpa. Você já fez demais... – Eu respondi indignada por jimin estar agindo daquela maneira, como se ele não tivesse feito nada para me ajudar.  

– S/N está certa, jimin. Você fez o mais importante, você cuidou dela, muito obrigada outra vez – Era quase engraçado ver Aline, tão pequena, com seu corpo frágil e delicado, falando como se fosse a minha mãe, e eu só não ri porque era impossível encontrar um pouco de humor naquele momento. – Vamos para sua casa agora. jimin também precisa descansar.  

– Ei, o que é isso?! Fiquem o quanto quiserem.  

– Obrigada, mas acho melhor todos nós descansarmos por hoje. Espero que nós tenhamos oportunidades mais agradáveis para voltar – Aline já devia estar convencida de que eu estava bem, porque já começou a ficar engraçadinha outra vez.  

– Eu também espero – jimin respondeu com aquele sorriso lindo, olhando para mim. Eu sorri de volta, desviando o olhar.  

– Então, vamos? - Aline resolveu quebrar o silêncio.  

Eu peguei minha bolsa e procurei minhas chaves, enquanto jimin abria a porta para nós. Aline me esperou sair e me seguiu.  

– Muito Obrigada jimin, por tudo, e me desculpe também – Eu falei, deixando Aline com uma cara confusa.  

– Nada disso foi sua culpa, então você não deveria se desculpar, e eu disse que você podia me chamar sempre que precisasse, não disse? Fique à vontade! – jimin disse com um sorriso enorme, tentando descontrair um pouco aquele momento.  

Eu entreguei a chave para Aline ir abrindo minha porta e voltei até a porta dele para dar um beijo demorado em sua bochecha.  

 – De qualquer forma, muito obrigada.  

Ele pareceu surpreso e meio sem graça, mas sorriu de volta para mim. Aline já havia aberto a porta, então eu corri um pouco para não deixá-la esperando, enquanto encostava minha porta, jimin ficou parado na dele. Nossos olhos não se desviaram um segundo sequer, até que a porta se fechou e quebrou nosso contato.  

– Ok. Afinal de contas, o que foi que aconteceu? – Aline perguntou calmamente, provavelmente sem querer me assustar após tudo que eu havia passado, mas com seu infalível tom, que deixava bem claro que não haveria a opção de não responder.  

Eu contei tudo para ela. Desde o momento em que liguei para Jungkook e o quanto eu tinha sido tola em não perceber o que ele havia pensado. Passando pela forma como ele reagiu, me pegando totalmente de surpresa. Até o momento em que jimin chegou e me salvou.  

– Ah, Aline! Você estava certa o tempo todo! Eu nunca imaginei que ele fosse reagir assim. Jungkook sempre me tratava tão bem. Eu pensei que ele realmente gostava de mim, mas parece que ele só estava fingindo ser paciente para conseguir o que queria. 

– Ele é um idiota. Eu sempre soube – o tempo todo! Mas ele enganou você, querida, A culpa não é sua. Graças a Deus, temos o super-vizinho! – Então, nessa última parte, um sorriso maroto surgiu em seus lábios e eu sabia que ela estava tramando alguma coisa em sua cabeça. Ela se afastou um pouco mais, e mediu cada parte do meu corpo – Aliás, S/N, que roupa é essa?  

– jimin me emprestou, minha blusa estava rasgada, e ele me deixou tomar um banho...– Por que é que eu estava tão envergonhada em dizer isso? Foi uma coisa totalmente normal, Jimin apenas tinha sido gentil e 'feito o que qualquer um faria', como ele mesmo disse.  

– E onde estão as suas roupas? – Foi só quando ela falou que me lembrei delas. Minhas roupas, que deviam ainda estar no chão do banheiro do jimin.  

– Ah, droga! Eu esqueci lá!  

– Você quer que eu busque? – Aline ofereceu, meio em dúvida.  

– Não, não. Você está certa, todos nós deveríamos descansar, eu não vou incomodá-lo mais hoje. Amanhã eu bato lá e pego. E aproveito para devolver as roupas dele também – Eu fiquei em silêncio pensando que eu estava vestindo as roupas dele, e respirei mais fundo, sentindo aquele cheiro dele que vinha delas – e era tão bom. Então, a imagem da mão dele tocando a minha, do sorriso dele... Tudo parecia correr pela minha mente, até que Aline me despertou.  

– S/N, por que você pediu desculpas ao jimin?– Aline me perguntou com a mesma cara confusa que havia feito quando me ouviu dizer aquilo.  

– Quando ele me defendeu, James insinuou... quer dizer, ele afirmou mesmo que eu devia estar 'dando' para ele. Com essas palavras! Eu quase morri de vergonha ali, naquela hora mesmo. Imagina o que ele não ficou pensando de mim...  

– Ele não parece ser o tipo de cara que pensaria mal de você por uma coisa assim...– Acho que deu para notar que eu realmente fiquei mal com aquilo, porque Aline resolveu mudar de assunto – Você não comeu nada. Quer que eu te faça alguma coisa? – Eu tentei dizer que não, mas ninguém ganha de Aline – Pelo menos um chá – Ela disse, já indo para a cozinha.  

Eu fui até o meu quarto e separei o pijama que Aline havia usado antes para que ela colocasse de novo, mas resolvi dormir assim mesmo como estava – com a roupa do jimin.  

Jimin... Como alguém poderia ser tão perfeito? Chegava até a ser injusto! Ele era lindo, com aqueles olhos lindos, aquela voz linda, e pelo que ele demonstrou hoje, um coração lindo também. Lembrei de Aline dizendo que ele era o tipo de cara que ela consideraria 'bom o bastante'. Mas ele não era apenas 'bom o bastante', ele era bom DEMAIS. Talvez, bom demais para ser verdade. Quando Aline entrou com o chá em uma bandeja, eu estava deitada na minha cama, então ela colocou a bandeja sobre minhas pernas e pegou o pijama para se trocar.  

– E você, vai dormir assim?  

– Vou, fiquei com preguiça de me trocar – Dei de ombros, tentando não demonstrar que havia qualquer outra coisa por trás da decisão.  

Aline não disse mais nada, apenas se trocou e se juntou a mim na cama para que tomássemos o chá. Quando terminamos, ela levou a bandeja até a cozinha, enquanto eu escovava meus dentes. Ela se juntou a mim no banheiro e depois, finalmente fomos nos deitar.  

– Boa noite, S/N. Durma bem, eu prometo que amanhã será um novo dia– Aline disse de maneira meiga, como se tentasse acalmar um bebê.  

– Boa noite, Aline, Obrigada.  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...