História Vkook - (Imagine - BTS) - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Jackson, Jeon Jungkook (Jungkook), Jinyoung, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Jinmin, Namjin, Nammin, Sope, Vkook
Visualizações 45
Palavras 1.184
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ecchi, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ooiii gente, desculpa a demora do envio da minha cap, pois eu estava sem tempo livre e tive uns bloqueio, mas to de volta e vou cumprir com que eu disse, vou continuar, então boa leitura!

Capítulo 8 - Cap - 7


Povo Kook

Estou muito preocupado com o Tae, além do mais a porta não abre e já tentamos de tudo. Vou ligar novamente para os bombeiros, porque estão demorando, já faz 15 minutos que liguei, mas não aguento mais esperar, começo a discar o número no celular, mas de repente eles chegam.

-Finalmente, por quê demoraram tanto?

-Desculpa senhor, mas tentamos chegar o mais rápido possível.

-A gente tentou de tudo e nada deu certo.

-Tudo bem, deixa essa parte para nós.

(Usaram um pé de cabra, com isso a porta se abriu)

-Eu cuido dele, muito obrigada.

-De nada, é o nosso trabalho.

Trouxeram o Taehyung até mim, por sorte ele não estava ferido, mas a casa toda estava em chamas, com isso pego o Tae, tento acordá-lo, mas de nada adianta, começo a carregar o próprio em direção ao elevador do condomínio, para ir ao hospital.

...

Povo Tae

Acordo numa cama confuso com minhas lembranças e vejo o Jungkook dormindo na poltrona, o pior que nem sei o que aconteceu e por quê estou num quarto branco cheio de máquinas de hospital. Resolvo chamar a enfermeira, sendo assim ela vem em minha direção, estando contente por ter me visto.

-Pelo visto já acordou, está com fome?

-Sim, mas aqui é um hospital, o que eu faço aqui?

-O senhor não se lembra?

-Não.

-O senhor teve um incêndio em sua casa e esse homem aí, ao seu lado o salvou.

-Faz quanto tempo que estou dormindo?

-Três dias, você teve sorte de não ter se ferido, só bateu a cabeça, mas não teve nada.

-Nossa que sorte mesmo, pode me trazer comida por favor?

-Claro, eu já trago.

Fico ali parado na cama, olhando para Jungkook dormido e nem consigo acreditar que ele me salvou, se não fosse por causa dele eu estaria morto. Sussurro:

-Obrigado Jungkook.

-De nada Taetae. (Falou sussurrando)

(Tae fica surpreso vendo-o acordado)

-A quanto tempo estava acordado?

-Faz pouco tempo, foi quando ouvi você chamando a enfermeira.

-E nem falou comigo. (Faz bico com os lábios)

-Estava esperando você me acordar com um beijo.

(Tae cora e não consegue olhar para o rosto de Jungkook, pois está com muita vergonha)

-Q-que, p-por que eu faria isso?! (Diz tentando disfarçar sobre o beijo)

-Então você não quer me beijar, não é mesmo? (Diz olhando para os olhos de Tae, fazendo-o deixar nervoso)

-Não, claro que não! (Falou, olhando para o chão, pois não conseguia olhar para Jungkook)

Droga por que eu disse isso, mas é claro que eu quero, só que não dá, não posso admitir.

-Então tá, vou fazer dizer o que quer. (Falou se aproximando do garoto)

-O que foi? (Tae tenta de se fazer de inocente, mas Jeon ignora sua pergunta e se aproxima, segurando o seu rosto, fazendo-o olhar para si)

-Taetae, diga que não quer me beijar. (Diz provocando-o de forma sensual)

-E-eu n-não p-po... (Interrompido pelo o Kook)

-Realmente, você não quer, me desculpe Tae. (Falou irônico e se afastando, pois viu a enfermeira se aproximando)

A enfermeira chega para dar comida, interrompendo a conversa, fazendo ainda os dois mais se afastar.

-Aqui está sua comida Sr. Kim Taehyung.

-Obrigada. (Diz segurando o prato e preparando-se para comer)

E assim que se retirou a enfermeira, Taehyung começou a comer. Jungkook fala:

-Tae vem morar comigo.

(Tae começa a tossir engasgado com a comida, por causa da pergunta e Kook se aproxima para ajudá-lo.

-Kook estou bem, só me engasguei um pouco. (Disse se recuperando)

-Que bom, mas o que você acha?

-Eu tenho a minha casa.

-Só uma casa queimada e praticamente tudo queimou.

-E o Yoongi, sabe que estou aqui?

-Sabe, ele ficou bem preocupado com você.

-Obrigada, mas eu posso ter ajuda do Yoongi.

-Eu perguntei para ele antes e disse que não podia.

-E o Namjoon?

-Também não, disse que estava com problemas em casa com o Jin e Jimin.

-Então, posso morar por enquanto no hotel.

-Mas custa caro e além do mais, você não vai ter tanto dinheiro.

-Eu me viro, não quero trazer problemas para você.

-Se assim, então pode vim morar comigo, afinal você nunca foi um problema para mim.

-Obrigada, mas... (Sendo interrompido)

-Mas nada, você vem comigo.

-E a sua cama? O outro quarto está ocupado.

-Não tem problema, dorme comigo, como da outra vez e foi você quem insistiu dormir comigo, fica até evitando falar sobre isso.

-Não, só que não foi bem assim, só não queria te deixar dormir no chão.

-Que pena, pensei que queria dormir comigo.

-Até parece.

...

Depois de um checape no hospital, tive alta, fui com o Jungkook para minha casa para ver se tinha roupa, já que estava toda queimada, mas não encontrei nenhuma, por sorte Kook se ofereceu a me ajudar a compra algumas roupas e fomos para o shopping.

Estou exausto, já andei bastante no shopping com o Kook, mas sinceramente, tive um grande arrependimento, pois o próprio adora loja e já implorei várias vezes para irmos embora, mas ele nem sequer me escutava, estava me ignorando completamente, comecei a fazer bico com os lábios e fingido estar tristonho só para chamar sua atenção, estávamos andando pela loja nesse momento, mas quando me viu ele parou, perguntando-me:

-Isso não vai funcionar meu amor, se quer me chantagear precisa fazer melhor. (Disse olhando para Taehyung)

-Por que não vamos embora?

-Mas eu adoro essa loja.

-Percebe-se.

-O que eu fiz para merecer isso?

-Nada.

-Então o que eu faço?

-Que tal admitir que mentiu para mim sobre o beijo, uh? (Diz com um sorriso nos lábios)
-Ata! Se acha tão convencido.

Não posso cair nos joguinhos dele e por incrível que pareça, todo esse tempo ele estava me chantageando.

-Vai ser assim mesmo meu amor?

(Tae corou)

-Não gosto que me chame assim.

-Por que não?

-Porque somos amigos.

-E somos. (Disse irônico)

-Óbvio.

-Pensei que não, já que me beijou quando eu estava dormindo.

-Claro que não, mas kook para de falar essas coisas, tem várias pessoas no encarando.

-Se é por isso, vamos embora. (Pegou no braço do Tae e começou a puxar em direção a saída da loja)

-Ta me machucando! (Diz tentando se soltar, mas tentativa falha)

-Vamos, já você quer ir.

-Mas me larga, por que você está assim?

-Não era isso que queria, ir embora?

-Me desculpa, por te irritado, estou te dando problema.

-Não precisa se desculpar, porque você nem me irritou ou muito menos me deu problema, mas me desculpa, fui eu quem te incomodei e não deveria ter feito isso, porque você teve alta hoje.

-Sem problemas kook, só não faz mais isso, mas apesar disso, gostei de ficar com você. (Diz sorrindo)

-Ta, eu também estou muito feliz de estar com você. (Falou também sorrindo)

-Vamos?

-Sim Tae.

Já são nove horas, nós chegamos em casa, sendo assim, fui tomar banho e me troquei com as roupas emprestadas do Jungkook, já que as minhas são novas, mas depois resolvo ir me deitar primeiro que o Kook e com isso pego no sono.

 

Continua...

 

 


Notas Finais


Gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...