História Vkook-amor proibido - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Visualizações 13
Palavras 723
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Sangue nas mãos..


Fanfic / Fanfiction Vkook-amor proibido - Capítulo 4 - Sangue nas mãos..


no capitulo anterior:
- ela ira para sua faculdade amanhã...
- oque??
- desculpe.. o pai dela ira deixa-la em sua faculdade para se conhecerem mais..
- tudo bem.. eu converso com ela.
eu estava bravo mais eu tinha que me controlar, agora ainda mais, minha mâe estava triste.  e eu estava feliz por ter abraçado minha mãe.. a tantos anos nao fazia isso..
loading... recomeçando..
 depois de termos conversado, eu e minha mãe fizemos as pazes novamente. eu estava muito feliz, ela até fez um cafuné em mim!. depois disso, fomos para nossos quartos e deitei ouvindo algumas musicas relaxantes, e derrepente cai num profundo sono. esse momento foi  interrompido por gemidos de dor. eu sabia que era meu pai que continuava batendo na minha mãe por nao concordar com sua opinião. 
rapidamente levantei e abri minha gaveta pegando uma faca, sai do meu quarto rapido e entrei no quarto deles. meu pai estava com suas mãos no pescoço da minha mãe, ele estava colocando muita pressão e o rosto da minha mãe estava vermelho. ela estava sem ar.
rapidamente o puxei e vi minha mãe se aliviar, o encostei na parede e comecei a dar socos em seu estômago. sua boca escorria sangue. então peguei a faca e o esfaquiei varias fazes no estômago. ele gemia de dor...
parei e tirei a faca de sua barriga e o olhei,  minhas mãos estavam enxarcadas de sangue. coloquei a mão na cabeça, eu tinha acabadode matar meu pai!
rapidamente corri para meu quarto e o tranquei. me sentei no chão encostando a coluna na parede, peguei uma garrafa com água e comecei a jogar nas minhas mãos para limpar o sangue. ( creditos : bts em prologue.:3), peguei meu celular e liguei para jungkook. talvez ele me ajudaria.
- alo?
-jungkook! - disse chorando- me ajude...
- oque foi tae?? por que esta chorando?
- eu matei meu pai jungkook! 
- oque??? ta loco cara? nao brinca com isso que é feio, estou dormindo ok?
- não estou jungkook! por favor me ajuda eu não sei oque fazer.- meu choro aumenta e coloco a mão na boca.
- beleza estou indo ai.
desligo o celular e continuo me limpando. 
alguns minutos depois ouço a campanhia tocar, e desço correndo para abrir a porta. 
ele entra ansioso.
- valeu por ter vindo a.....
- me mostra logo eu tenho crises de ansiedade.
- ta. 
fomos ate o quarto e minha mãe estava tirando o sangue do chão. jungkook se apavorou e começou a vomitar no banheiro. entrei para ajudar e ele parou de vomitar.
- oque vamos fazer, tem alguma ideia?-perguntei a jungkook e ele confirmou com a cabeça.
- é um pouco longe, mais tem um lugar que sai navios com mercadoria.. a água é funda. podemos jogar o corpo dele la.
ele levanta e lava a boca. era ariscado mais o único jeito de esconder o corpo.
- beleza... 
saimos e minha mãe ficou limpando o quarto, e carregamos o corpo ate a porta mala do carro, e seguimos viagem.
em 1 hora ja chegamos no local, pegamos umas pedras grandes e enchemos as roupas do corpo do meu pai e afundamos ele na água, e joguei a faca também. sentamos em um murinho de pedra e olho jungkook um pouco paralisado.
- desculpa por te pedir pra fazer isso.. mais.. muito obrigado.- olhei para frente onde se via a metade do mar. - sem você eu poderia estar preso.. 
- não foi nada. eu disse que iria te ajudar em tudo não lembra?
-sim-sorri e senti sua mão em cima da minha, jungkook começou a se aproximar e eu também, suas mãos tocaram em minha face gelada e senti sua respiração de perto.
- tae hm.. eu tenho que te contar que.. g-g-osto de..
virei a cabeça para o lado sem entender. 
- hm... gosto de você...- ele suspirou
- eu sei disso- sorri baixo e peguei em sua nuca e aproximei nossos rostos começando um beijo calmo e quente, minhas mãos deceram ate sua cintura e a apertei. 
estava muito bom pra ser verdade, meu pai morto, eu e ele sós, no por do sol se beijando. mais nosso beijo  parou ao som de uma ´´buzina´´ de um navio que trazia mercadorias.
-affz, melhor voltarmos ne?
- sim.- jungkook sorriu.


Notas Finais


oiiiii desculpa pela demora, eu estava ocupada com lições. affz. espero que gostem e perdão se fiz ou escrevi algo errado. bijosssss :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...