História Você dizia gostar do meu cigarro - Capítulo 1


Escrita por: e yutochi

Postado
Categorias Pentagon (PTG)
Personagens E'Dawn, Hui
Tags 050818, E'dawn, Hui, Huidawn, Hwitaek, Hyojong, Ichidan
Visualizações 65
Palavras 300
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Chapitre Unique.


Admirava a poesia que dizia transbordar da nicotina enquanto se enlaçava entre os meus braços. Éramos maiores abandonados olhando as estrelas e cercados pela fumaça que escapava por entre os meus lábios. O seu violão era deixado de lado e ficávamos em silêncio na beira da piscina daquele hotel barato de beira de estrada que usávamos para fugir da realidade monótona da rotina contida de nós dois.

E você dizia baixinho o quanto gostava do cheiro do meu cigarro, beijava os meus lábios e pouco se importava de me lembrar mais uma vez sobre o possível câncer de pulmão que eu teria aos quarenta anos de idade. As minhas mãos se encaixavam entre os teus vãos, o teu corpo contra o meu e o sexo lento que fazíamos ali era a melhor parte da noite. Um momento tão bom quanto os teus gemidos contidos naquele banheiro minúsculo do quarto de segunda mão.

E nós combinávamos pra caralho, Hwitaek.

O meu cabelo amarelo combinava com a sua camisa desbotada quando eu decidia me deitar ali para ouvir o teu coração, sentir a tua respiração, e perceber mais uma vez o motivo pelo qual eu me apaixonei por alguém tão estúpido. As minhas tatuagens sem nexo combinavam com os teus joelhos ralados sob os teus jeans rasgados e all star velho que você não jogava fora por acreditar naquele lance de que quanto mais velho, melhor, mais história para contar.

Você foi o meu estupido amor, aquele que a gente nunca esquece. O que nos faz suspirar pelos cantos, chorar nas brigas e beber até dormir por não querer lembrar quando vai embora. E você foi isso, o filho da puta que dizia gostar do cheiro do meu cigarro, mas me deixou para trás por não aguentar mais os meus vícios inúteis.


Notas Finais


eu amo demais o meu huidawn e não fumem crianças


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...