História Você é a minha liberdade - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Como Treinar o seu Dragão, Valente
Personagens Astrid, Bafo e Arroto, Bocão, Cabeçadura Thorston, Cabeçaquente Thorston, Fúria da Noite, Mérida, Personagens Originais, Rainha Elinor, Rei Fergus, Soluço, Stoico, Valhallarama
Tags Casamento Arranjado, Hentai, Mericcup, Romance
Visualizações 64
Palavras 1.028
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Harem, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capítulo pra vocês ✌
Desculpem pelo atraso
Espero que gostem

Boa leitura ❤📖

Capítulo 14 - Primeira vez parte 2


Fanfic / Fanfiction Você é a minha liberdade - Capítulo 14 - Primeira vez parte 2

《Hiccup》

Acordei no meio da madrugada e passei a mão do lado da minha cama, porém ela estava vazia, levantei-me e busquei Merida pelo quarto. Peguei minha cueca e minha calça e a vesti, ouvi um barulho vindo da cozinha e desci a escada correndo para encontrar Merida sentada na mesa bebendo chá enquanto rabiscava furiosamente alguma coisa no papel, me aproximei e coloquei minha mão em seu ombro

- O que está fazendo? - Pergunto e ela se assusta mas então sorri ao perceber quem era

- Você me assustou - Ela reclama

- Desculpe! Mas o que você escreveu? - Reforço e tento olhar o papel, mas ela o amassa e o joga no lixo

- Não é nada Hicc. Devia estar dormindo ainda - Ela fala bebendo o resto do chá e colocando a xícara na pia a lavando 

- A cama tá fria sem você - Ela se vira pra mim sorrindo apoiando-se na pia, olhando para ela agora percebi que ela usava apenas um sutiã preto e uma saia curta com o cabelo preso em um coque bagunçado, sua pose blasé deiva-a muito sensual, me aproximei dela e cerquei seu corpo com meus braços cherei seus cabelos e beijei seu pescoço

- Eu quero saber uma coisa - Ela sussurra, a voz sexy. Murmuro um "Hunhum" e ela ri - Tem como irmos de novo?

Levanto meu rosto e a encaro, ela mordia o lábio inferior e isso acordou minha libido, puxei seu quadril e ela sorriu com o lábio ainda entre seus dentes

- Você não estava dolorida? - Pergunto brincando e ela estreita os olhos divertida. Então ela passou a mão por meu traseiro e apoiou uma perna na pia puxando-me para ela me dando espaço para eu me encaixar no meio de suas pernas

- Não estou mais - Isso ataca meu bom senso e meu corpo reage deixando-me duro.

A beijo e mordo sua boca provocante, e sou recompensado por um gemido de aprovação, invisto minha pélvis sobre sua intimidade molhada e sua respiração falha assim como a minha. Ficamos olhando um para o outro então a puxo escada acima, quando chegamos no quarto a beijei soltando seu cabelo do coque. Aproveitei para puxar sua cabeça para trás aprofundando o beijo. Fui empurrando seu corpo delicadamente para a cama, ela se deitou e eu me encaixei no meio de suas pernas me esfregando nela que fechou os olhos e arfou. Beijo seu pescoço e inalo seu perfume divino, é como torta de pêssego em um campo florido. Passo minha mão por seu seio coberto pelo sutiã e acaricio sua barriga chapada enquanto desço minha mão, beijo o colo do seu seio que estava levantado pelo bojo do sutiã e furtivamente adentrei meus dedos em sua calcinha de renda

Merida fechou os olhos e arqueou as costas quando gemeu baixo, fiquei beijando sua clavícula e seu pescoço enquanto circulava seu clitóris a excintando. Coloquei um dedo dentro dela e ela gemeu colocando uma mão em meu traseiro puxando-me para perto, coloquei mais um dedo e dessa vez ela gemeu um pouco mais alto, comecei a fazer movimentos lentos de entra e saí com meus dedos e pude escutar seu gemido

- Você é linda - Falo beijando seu pescoço - Sedutora - Beijo o colo do seu seio - E está deliciosamente pronta pra mim

Merida aperta os lençóis e percebo que ela está quase la, aumento gradativamente, beijo sua boca no momento exato em que ela grita gozando, abaixo minha calça junto com a cueca e tirei sua saia depois sua calcinha aproveitando para beijar suas pernas. Me encaixo na entrada de sua intimidade e me esfrego nela provocando-a

- Por favor - Ela geme implorando e então lentamente vou penetrando-a e sua expressão de êxtase é maravilhosa. O corpo dela é maravilhoso, sinto o calor da sua intimidade me envolver e ela ser  tão apertada me faz soltar um gemido rouco baixo 

Começo a me movimentar lentamente aproveitando seu delicioso corpo, observo o rosto de Merida e ela estava adorável. Os olhos fechados, as bochecas coradas e a boca aberta enquanto ela gemia e arfava. Apoio meu peso sobre meus cotovelos ao lado do seu corpo aproximando meu rosto do dela. A beijo mordendo sua língua e Merida coloca sua mão em meus ombros os apertando, aumentei os movimentos gradativamente. Nossos corpos suados dr esfregando um no outro faziam tudo ficar ainda mais gostoso. 

Senti que estava próximo do meu ápice e Merida também pois ela se agarrava fortemente em minhas costas, peguei em seu queixo o levantando para mim e beijei o canto de sua boca

- Olhe para mim - Peço e ela prontamente abre os olhos escuros e luxuriosos. 

Vou estocando com mais força e seguro firmemente em seu quadril, Merida circula suas pernas em torno da minha cintura me prendendo e me fazendo ir mais fundo

- Hiccup - Ela grita meu nome gemendo quando goza e suas palavras são a minha perdição, depois de mais duas estocadas fundas me libertei gozando dentro dela

Caí sobre ela sem soltar todo meu peso sobre ela enquanto eu respirava pesadamente e ela estava igual. Saí de dentro dela e me deitei ao seu lado observando seu rosto relaxado do pós-coito, ela abriu os olhos e sorriu largo

- Você fica linda enquanto goza - Falo e ela fica corada, beijo sua bochecha e ela suspira.

- Eu amo você - Ela sussurra e fico momentaneamente perdido em suas palavras carinhosas

Ela se vira de costas e me puxa para ela, ficamos de conchinha e faço carinho em sua orelha com o nariz. Ela riu por um momento mas então ficou em silêncio, levantando meu rosto percebi que ela tinha caído no sono. A expressão dela estava suave, as bochechas levemente vermelhas e um sorriso satisfeito nos lábios. Inspiro seu perfume que mesmo depois do sexo ainda estava presente. Sem dúvidas torta de pêssego e campo florido. Me aconchego mais perto dela e ela estremece em meus braços, puxo a coberta sobre nós e fecho os olhos sorrindo

Sou sem dúvidas o homem mais feliz desse mundo


Notas Finais


Esse ficou curtinho mas vou melhorar ainda mais ok, e mais um hotzinho 😏🔥

Obrigada por lerem, bjinhos da MamisRiggs ❤❤😙😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...