História Você é a tradução do que é o amor. - Capítulo 103


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cúmplices de um Resgate
Personagens Alícia Alencar, André Alencar, Arthur Torres, Benjamin, Chloé, Damião da Fonseca, Dóris Jardim, Felipe Vaz, Fiorina Cavichioli, Flora Cruz, Geraldo Saldanha, Giuseppe Cavichioli, Helena Agnes, Isabela Junqueira, Joaquim Vaz, Julia Vaz, Laura Antunes, Letícia Flores, Manuela Agnes, Marina Lopes, Mateus Jardim, Nico, Ofélio Batista, Omar Ferraz, Orlando Junqueira, Otávio Neto, Padre Lutero, Pedro Cavichioli, Personagens Originais, Priscila Meneses, Regina Junqueira, Sabrina, Safira Meneses, Téo Cavichioli, Vicente Alencar
Tags Fic Teobela Isaeteo
Visualizações 59
Palavras 1.147
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 103 - Fazendo as pazes


Fanfic / Fanfiction Você é a tradução do que é o amor. - Capítulo 103 - Fazendo as pazes

Naquela noite manuela já havia chegado da casa do téo,ela não sabia que isabela estava no quarto ao lado.

__ Quarto da isa __

Isabela ainda estava acordada deitada,pensando no que houve naquela manhã.

(_se não fosse o sandro e a laura,uma hora dessas ele teria tentado,não gosto nem de pensar.)pens.da isa

Ela pega o celular pra ver as horas e ver a foto do téo e diz

_tô precisando tanto de você.

Logo apos ela se deita e dorme

*Pesadelo*

Ela estava no jardim da casa,havia voltado para o litoral,pois iria vender a casa,quando chega rick e diz

_oi vagabunda,vim terminar o que comecei naquele dia no seu quarto.

_QUEM TE DEIXOU ENTRAR?

_eles...diz rick apontando pra laura e sandro que estava amarrados.

_não acredito,meu deus,o que faço agora..pensa isabela.

_vamos,se não se entregar por bem,sera por mal,vai ser uma pena ter que te bater.

Ela começa a correr e ele pega ela e diz

_pensou que ia pra onde?tava com tanta saudades desse corpinho,apesar de gravida,continua gostosa,seu namorado deve te comer muito bem,pra você não querer outro homem.

Isabela continua chorando e sem forças pra se soltar,então ela começa a gritar.

_SOCORROOOOO,SOCORROO ME SOLTAAAA

*Fim*

Ela se levanta assustada,chorando e rebeca,otávio entra no quarto.

_que foi filha?

_tive um pesadelo mãe com ele.

_calma isa,ele já está preso,não vai fazer nada de mal com você.

_Amor,pega água pra ela.

_claro,vou lá

Ele sai e no caminho encontra manu no corretor e a mesma pergunta

_que grito foi aquele?

_a isa teve um pesadelo.

Manu vai até o quarto dela e entra já que a porta estava aberta.

_maezinha,o que houve?

_a sua irmã teve um pesadelo.

Isabela fica de cabeça baixa e manu se aproxima e diz

_fica calma isa!

Por impulso ela abraça a isabela e a mesma corresponde,rebeca fica feliz de ver a cena,otavio chega e entrega a água a rebeca.

_toma filha,se acalma.

_mãezinha,pode me deixar sozinha com a isa.

_tá,vamos otavio.

Manuela solta isabela e fica de frente pra ela e pergunta

_não sabia que você estava aqui.

_cheguei ontem e hoje passei o dia fora,cheguei agora a noite,mas se quiser posso ir embora ainda hoje.

_não!pode ficar..manu....eu quero te pedir perdão por ter te dado aquele tapa,não fiz por mal,é que...

_isa...quem tem que te pedir perdão sou eu de ter falado daquele jeito com você.

_é verdade que me odeia?....que pra você eu morrir?

O silêncio tomou conta daquele espaço e manu diz

_não isa,eu não te odeio e nem pra me você morreu,me perdoa por ter falado aquilo,na hora estava com muita raiva e falei por impulso,me perdoa,eu te amo maninha.

Isabela sorrir e diz

_claro que te perdoou caipira e você me perdoa?

_claro.....que...sim!

E as duas se abraçam e manu pergunta

_mas me fala o que houve,pra você gritar assim?

_ia acontecer uma coisa horrivel,hoje de manhã no litoral,se não fosse o sandro.diz isa se lembrando e chorando

_calma maninha,se não me quiser contar,entendo.

_não,eu vou falar,só peço que não comente com ninguem.

_tá bom!

_hoje de manha,eu tava na piscina,lá no litoral,quando chega avisto um rapaz tomando banho na piscina,eu perguntei quem deixou ele entrar la,resumindo ele se insinuou várias vezes,quando eu sai da piscina pedi o sandro pra organizar as coisas,pois iriamos embora,quando eu estava arrumando as coisas,sinto alguem se aproximando de mim e pegando por tras,ele falava varias coisas horriveis,me empurrou na cama a força e pediu pra abrir as pernas,por que ele queria provar antes de ir embora,ai comecei a gritar,até o sandro e a laura chegar e tirar ele de cima de mim.

_calma isa!o pior já passou,é por isso que eu havia sentido duas vezes um presentimento,até o meu amigo perguntou o que eu tinha.

_esse amigo por acaso era o téo?

_não!um de uma banda que conhecemos na turnê.

_hum!

_por que perguntou do téo?os dois não estão mais juntos?

_não,ele me pediu um tempo,por isso que fui pra o litoral,eu só vinha amanhã,mas aconteceu isso.

_e por que ele pediu um tempo?

_ele me levou pra comprar a nossa casa,só que eu disse pra ele que não iria casar com ele,pra morar lá.

_hum,isa....por que você não mora com ele,sai dessa casa,eu sei que gosta dela,por que viveu com o seu pai,mais teve momentos horriveis ao lado da regina,se não quer desfazer dela,aluga ela.

_mas....não sei,tenho que pensar,isso não seria uma má ideia caipira.

_viu caipira também pensa.

_e a nossa mãe e você?

_eu vou continuar morando com a vovó,depois vou comprar um apê pra mim e a mamãe não vai ligar,até porque o otávio também quer ter o cantinho dele,você tem que acompanhar o seu marido.

_ ele não é o meu marido.

_ ainda,mas vai ser!

_não sei,prometo que vou pensar.

_bom já vou indo,amanhã viajo cedo.

_vai voltar para o vilarejo?

_sim,vem comigo!depois só vai a mamãe e o otávio.

_você não se incomoda?

_claro que não.Vou adorar.

_pois tá bom!amanhã peço o damião pra deixar a gente lá.

Logo apos manu sai e dá um beijo na testa da isa e sai.

As duas estavam mais tranquila,pois aquele clima estava desgastando,

quando manu sai ela pensa

((sábado tenho que pedir ajuda o joaquim ou a júlia,pra juntar esses dois.)

E vai para o seu quarto.

__As horas se passam e já são 6h da manhã,na mansão C.___

Naquela manhã como de costume ofélio vai até o quarto do téo e não o encontra.

_cadê ele?

Ele sai e vai até a sala e nada,então ele entra no escritório e encontra ele deitado no sofá.

_dormiu aqui?

_sim!mais não dormi nada,passei a noite pensando na burrice que fiz.

Ofelio ajuda ele a se levantar e diz

_ainda dá tempo,liga pra ela.

_e o meu orgulho,o que faço com ele?

_joga ele fora e vai atras dela.

_ontem quando a manu chegou,eu vi a isabela chorando,duas vezes,se tiver acontecido alguma coisa com ela jamais vou me perdoar.

Ele coloca a mão na cabeça e ofélio diz

_calma teo,não aconteceu nada,ela só esta sofrendo por que pediu um tempo a ela,vamos que ainda temos que ir ao hospital.

_eu não vou mais,vou tomar um banho e terminar dois trabalho da faculdade e um da empresa,só quero vim do vilarejo segunda-feira pela manhã.

_tudo bem e vai para o vilarejo que horas?

_hoje a tarde,depois do almoço,você merece ver a sua mariniinha.

_ok.

Ofélio leva ele para o banheiro,pra poder ele se organizar.

___ Enquanto isso na mansão junqueira ___

Manuela já estava acordada,pois iria voltar para o vilarejo,mas antes ela liga pra júlia

..chamando..chamando..

_alô júlia!

_oi manu,quer falar com o joaquim?(júlia)

_não,na verdade quero falar com você mesmo.

_e o que é?(júlia)

_sabe,quero que me ajude fazer o téo e a isa se acertarem.

_hum atacar de cúpido,vou adorar.(júlia)

_e ai topa cunhadinha?

_claro,pode contar comigo.(júlia)

_então amanhã te falo,o que vamos fazer,não fala pra ninguem.

_pode deixar.(júlia)

Ela encerra a ligação e vai para o quarto da irmã d bate na porta.

Toc..toc..

_pode entrar.

_isa já vou e ai vai vim mesmo?

_sim!diz isa

E as duas desce pra baixo.

_bom dia/manu e isa

_bom dia meus amores,hum fizeram as pazes.

_sim mãezinha!

_mãe,eu vou para o vilarejo junto com a manu.

_tudo bem,mais cuidado,vamos só amanhã.

_mãe lá no meu quarto tem um presente que comprei para o pedrinho,voce pode levar quando for?se voce chegar primeiro do que eu no aniversário,pode entregar e diz que foi eu que mandei.

_e você não vai para o aniversário?

_eu não sei!

_tudo bem!pode deixar que levo.

Depois as duas se despedem e sai pra ir para o vilarejo dos sonhos..



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...