1. Spirit Fanfics >
  2. Você é gay? (Imagine Yaoi Noah) >
  3. Minha realidade

História Você é gay? (Imagine Yaoi Noah) - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Não sei nem o que falar, então é isso.
Desculpa a demora para postar, estou tentando conciliar e estudos e a fanfic, espero que dê certo.
Não desistam da fic, please.
Estou pensando em fazer algo "especial/diferente" no capítulo dez.

Capítulo 8 - Minha realidade


Eu estou com a cara no chão.

Meu pai está abraçado a uma foto minha, de quando eu era criança e chorando. Em dezesseis anos de vida eu nunca havia visto meu pai chorar, ainda mais com uma foto minha. O que está acontecendo com ele?

-- Pai? -- O chamei e ele me olhou. -- Tá tudo bem? -- Ele negou. -- O que aconteceu? -- Perguntei meu receoso de chegar perto, ele pode estar bêbado ou acabar me batendo.

-- O meu filho, ele se foi. -- Olhou a foto e depois para mim. -- Meu menininho se foi, você entende isso? Esse de agora não é ele, é outra pessoa. -- Já entendi o problema dele, ele não aceitou o fato que eu sou gay.

-- Eu entendo, mas o senhor tem que entender o seu filho. -- Ele encarou e era como se tivesse um grande ponto de interrogação na cabeça dele. -- Seu menininho ainda mora no seu filho, ele apenas contou que não como os outros menininhos. Seu filho se sente mais livre depois de ter contado isso ao pai dele mas talvez o pai desse menininho não tivesse preparado para ouvir isso agora, mas essa é a realidade e o senhor tem que pelo menos tentar aceitar. Não precisa ser de imediato mas tentar se acostumar com a ideia de que seu filho é assim.

-- Mas isso deve ser culpa minha, meu menino não estar mais comigo. Devo estar pagando algo que fiz de errado. -- Ele agarrou a foto mais forte. Por mais que eu saiba que isso é só um drama por eu ter me assumido fico triste em saber que ele não aceita e nem tenta entender que esse sou eu. -- Eu devo ser um pai horrível.

-- Você não é um pai horrível. Só não aceita que seu menino é diferente e isso deveria te deixar mais feliz do que triste, saber que não tem um filho como os outros.

-- Mas se eu tivesse um filho normal, ele me daria netos e uma nora. -- Me olhou com repulsa, como posso ter o chamado de pai um dia. -- Sua irmã e sua mãe me falaram que isso não é um erro meu, como pai. Eu até entendo que esse é você, mas não é como se eu fosse entender do nada que eu tenho um filho gay. Eu te amo, sendo você o que for isso não muda o fato que você é meu filho. -- Ele soltou a foto e me abraçou, fiquei surpreso com tal ato porém retribui. Nunca tinha abraçado meu pai desta forma, carinhosa, aconchegante e reconfortante, esse foi uma sensação tão bom. -- Eu te amo filho, me desculpe pelas palavras que eu falei pra você eu estava de cabeça quente. -- Soltamos o abraço e ele me encarou.

-- Eu também te amo pai, e sobre as coisas que você me disse, com o tempo eu acabo esquecendo. -- Ele me abraçou de novo. -- Ou pelo menos finjo ter esquecido. -- Digo para mim mesmo.

Depois daquele momento de pai e filho no meu quarto, minha mãe e minha irmã apareceram. Elas haviam ido ao mercado. Meu pai e nem eu, não comentamos com elas o que houve no quarto, acho que meu pai se sentiria menos homem se as mulheres da casa soubessem que ele tem fraquezas.

[...]

Como será que eu conto para meus pais que eu estou namorando?

Acho que vou fazer igual quando contei que sou gay, vou só falar e foda-se. Não pode ser pior que ter saído do armário. Vou pedir a opinião do Noah sobre isso, vou ligar para ele.

Ligação On

Oii bebê!

Tá podendo falar?

Oii anjinho

Posso sim, sempre to disponível

Que foi baby, sua voz não tá nada boa?

Estou pensando em falar sobre a gente

Pros meus pais, o que acha?

Seu pai não vai pirar de novo?

Sua irmã e sua mãe são de boa, mas seu pai

Eu sei bem como ele é

Mas não da pra gente se esconder pra sempre

E foda-se se meu pai surtar, eu to feliz

Isso que importa

Você sabe que o que for fazer eu to contigo

Então se tu quer contar, eu to contigo

Quer que eu esteja junto?

Vai mesmo querer ta junto?

Um dia eu terei que conhecer eles, né

Então antes agora do que nunca

E eu quero te ver brigando pela sua felicidade

Pela nossa felicidade

AAAAH como pode ser tão fofo

Mas se você quer mesmo pode estar junto

E ai eu finalmente vou conhecer seus pais

Meus pais vão amar você

Baby eu tenho que desligar

Beijos eu te amo mil milhões.

Tchau baby, também te amo mil milhões

Até amanhã

Até amanhã!

Ligação Off

Saber que ele me apoia para nos assumirmos é ótimo, eu só fiquei meio assim de ele querer conhecer meus pais e estar junto quando eu falar sobre a gente. Mas acho que me sentirei mais confiante com ele ao meu lado, me dando apoio. Tenho medo do que meu pai pode fazer quando souber que eu e Noah namoramos, mas não vou desistir da gente fácil assim não.

Tomo um banho e ponho meu pijama, me aconchego na cama e acabo pegando no sono. Meu despertador toca as 6:30 da manhã, eu sou pior que mulher para me arrumar para ir à escola, mentira é que eu demoro comendo e por mais que Noah venha me buscar eu não abuso, sorte que amanhã é sábado. Pretendo contar amanhã aos meus pais que eu namoro. Espero que dê tudo certo e que meu pai não faça nenhum escândalo.

Depois de terminar de me arrumar e fazer minhas higienes, desci para tomar café. Enchi bem o bucho de comida, até me sinto gordo. Pego minha mochila que deixei em cima do sofá, me despedi dos meus pais e da minha irmã, saindo de casa e vendo que Noah já me esperava em frente ao portão.

[...]

Mais uma sexta-feira de aula se acabando, no caminho de casa comentei com meu loirinho que pretendia contar amanhã para meus pais sobre a gente e ele concordou, disse que estaria lá junto comigo.

Confesso que eu estou com um pé atrás se conto ou não sobre, mas não vou adiar.

Bora bota a cara no sol bicha e assumir teu macho para o papai homofóbico.

Continua...


Notas Finais


Foi esse o capítulo de hoje, tá meio merda, eu sei. Prometo que vou melhorar os capítulos.
Espero que mesmo ruim, vocês tenham gostado. Comentem o que eu poderia fazer para melhorar a fic.
OBS: Se quiserem comentar, é claro.
Beijos no coração, até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...