História Você é homem, LuHan? - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Visualizações 103
Palavras 906
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - Amor?


Fanfic / Fanfiction Você é homem, LuHan? - Capítulo 14 - Amor?


           Capítulo 14 - Amor?




             


LuHan 


       Quando eu acordei SeHun já não estava mais ao meu lado, até me assustei, mas passou quando ele saiu do banheiro arrumado.




      - Bom dia Han. - disse e veio me beijar. - Tome seu banho para não se atrasar, eu vou acordar a Yo Na e preparar o café da manhã. 




      Concordei e fui em direção ao banheiro, antes pegando uma calça jeans e a camiseta uniforme da escola.




      Quando sai do banho senti o cheirinho bom de café invadir minhas narinas.




       Desci as escadas e fui em direção a cozinha, vendo SeHun fazer café e colocar algumas coisas no balcão.




       - Nossa, não sabia que cozinhava. - falei olhando a mesa cheia de comida.




      - É... Mais ou menos. - disse sem graça.




      - Bom dia oppa! - Yo Na disse pulando e beijou minha bochecha.




      - Bom dia Yo Na. - falei e me sentei numa das banquetas.




       - Vamos comer, ja está quase na hora de ir para a escola. - SeHun disse olhando para o relógio.




      Por mim eu ficava ali comendo a manhã inteira, mas como tinha a escola... Bom, tenho que pensar no futuro não é mesmo?




      Ah! Hoje tem o treino de futebol, tenho que falar com Minseok para irmos juntos para o treino.




      - Vamos? - SeHun indagou olhando para a irmã.




       - Espera, eu to me maquiando. - Yo Na disse passando um batom vermelho.




       - Aish Yo Na, pra que tanta frescura, é só a escola, não um desfile de moda! - SeHun disse.




      - Eu tenho que achar um oppa! - ela disse.




      Os dois iriam começar uma briga ali, eu estava vendo.


  


       - Tá gente, parou por aqui, vamos de uma vez pra escola. - falei.




      Os dois ficaram em silêncio e pegaram suas mochilas, se dirigindo a porta.




       É assim que se bota ordem no barraco!


   


       Chegamos lá e os meninos logo chegaram até nós, e quando Yo Na saiu da volta, KyungSoo veio nos perguntar.




       - Se resolveram? 




      - Sim, o Han me contou o passado dele. - SeHun disse.




      - Depois eu quero saber, se não se importa. - disse e eu sorri.




       - Tudo bem, é um assunto meio delicado, mas eu confio em você, Kyung.




      O sinal bateu indicando que deveríamos ir para a salas e eu e o Min fomos para a nossa.




      - Me conta. - disse.




      - Conta o que? - indaguei.




      - Não seja abestado, você e o SeHun tinham brigado. - disse. - E agora estão juntos, eu percebi, quero saber tudo.




      - Mas agora tem aula de matemática.




       - Foda-se a matemática, LuHan.




     - Okay, okay.




  SeHun 




       A aula estava tão entediante, tudo parecia entediante, não tinha LuHan por perto. Eu só queria que o intervalo chegasse logo pra mim poder olhar para ele.




       As vezes eu me sinto muito colegial.




      Finalmente o sinal bateu, obrigada senhor.




      Sai praticamente correndo e escutei Kai gritar meu nome, não dei bola, corri até a sala de LuHan e quando o vi saindo dali com Xiumin fui até ele e o abracei apertado.




       - Nossa, que excitação hein. - Xiumin disse.




      - O que houve Hun? - LuHan perguntou passando a mão pelos meus cabelos.




       - Estava com saudade. 




      - Ah, eu, também Hun. - disse. - Será que nós podemos ir para o lanche? Tenho uma coisa pra você.




       - Olha a veadice em princesa. - Yifan (o idiota) passou dizendo isso e eu senti uma baita raiva.




      - Não dá bola. - Xiumin disse. - Vamos que eu estou com fome. 




      Caminhamos até o refeitório, mas separados, pois Yo Na podia ver algo, e do jeito que ela é poderia falar algo.




  LuHan




        Estava tudo bem até...




       - Oppa! - ouvi um gritinho fino e olhei na direção, Yo Na me chamava.




       SeHun bufou ao meu lado e Xiumin riu.




      Fui até a mesa lotada de garotas.




       - Oppa! Essa daqui é a ChaeYoung, minha amiga que está interessada em você. - disse e a garota se levantou, vindo na minha direção e beijando minha bochecha.




      - Oi oppa! Sou Kim ChaeYoung, a Yo Na sempre fala muito de você! 




      - Ah... Que bom, agora vou ali comer. - disse saindo.




       - Come com a gente. - a garota disse passando a mão pelo meu braço.




       - Desculpa, mas ele ja tem companhia. - SeHun apareceu do meu lado e me puxou, fazendo a garota bufar.




       - Tá com ciúmes Hun? - indaguei me divertindo com a situação.




       - Eu? Não, só não quero aquelas vagabundas na sua volta.




      - Ah... - disse reprimindo a risada.




       - Ja comprei nossos lanches, vamos lá para trás junto com os outros.


    


        - Tá bom.




      - O que você queria me dar? - indagou.




      Pus a mão na nunca, meio sem graça.




      - Ah, isso só em casa, a gente vai ficar de tarde sozinho e eu quero te dar uma coisa.




       - O que é?


  


     - Uma surpresa. - disse.




      - Conta amor.


 


     O olhei surpreso.




       - Você me chamou de que? - indaguei novamente, eu ouvi certo?




       - Você escutou Han. - disse cruzando os braços.




       - Diz de novo vai! Fica tão bonito saindo dos seus lábios!


  


       - Tá bom, amor.




     - Eu queria te beijar. - disse.




       - Aqui não dá... - ele disse fazendo um biquinho fofo.




      - Me aguarde quando chegarmos em casa, Oh SeHun.










   





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...