História "Você é lindo chorando, mas é ainda mais lindo sorrindo..." - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias ATEEZ
Personagens San, Wooyoung
Tags Ateez, Choi San, Jung Wooyoung, Woosan, Yaoi
Visualizações 17
Palavras 1.748
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu demorei demais pra postar, eu sei!!!
Eu acabei pegando no sono, poxa. Tentam entender.

Acordei quase agora e só aí consegui escrever, mals

Mas boa leitura à vocês

Capítulo 19 - Faça diferente. Você pode fazer isso.


Fanfic / Fanfiction "Você é lindo chorando, mas é ainda mais lindo sorrindo..." - Capítulo 19 - Faça diferente. Você pode fazer isso.


Sinceramente, minha vida está tão boa, feliz e evoluída. Esses últimos meses eu conquistei tanta coisa que eu já perdi a noção de quantidade. 

Uma das minhas maiores conquistas foi conseguir me controlar na hora de uma crise de ansiedade ou algum ataque de pânico. Eu achava que isso era impossível, porém coloquei na minha cabeça que eu queria orgulhar Wooyoung, queria me orgulhar e o mais importante de tudo: eu era capaz de fazer isso, sempre fui. 

Nós vivemos apenas uma vez, não podemos desperdiçar nossa vida com tantas coisas que são extremamente desnecessárias para nossa felicidade. 

Podemos ter sim alguns dias de recaídas, até por que ninguém é forte o tempo inteiro e é até mesmo saudável nós eliminarmos nossas mágoas de vez em quando, para que isso não nos consuma outra vez. 

Não podemos deixar que nossa mente nos diga o que pensar de nós mesmos. Nós controlamos ela, podemos sim dar um basta em tudo isso e mostrar quem é que tá no comando, mostrar o rumo que você quer seguir.

Todos são capazes de vencer a depressão, todos são capazes de ajudar alguém com depressão. Faça o possível e o impossível parar ajudar o outros, mas não deixe de viver sua vida por causa disso. Todos precisamos de um tempo para nós mesmos e não podemos simplesmente levar as pessoas que têm problemas nas costas. Todos são capazes de vencer os problemas, mesmo que não saiba disso. 

Mostre à essa pessoa do que ela é capaz, mostre que ela é forte o suficiente para acabar com tudo isso e que você não precisa fazer tudo. Não a carregue, não viva por essa pessoa, apenas a mostre o caminho se estiver pedida. A guie. Seja seu GPS e não seu carro. 

Todos podemos ser felizes e saudáveis, isso não é uma coisa impossível e que apenas as pessoas fortes podem conquistas. Porém diferente do que as pessoas pensam, sim, todos somos fortes, mesmo que tenhamos nossos momentos de recaídas e isso acabe com nosso dia.

Viva os dias como se fossem o seu último, mas não pensando que seus problemas te dominarão e você desistirá de tudo, mas por que a vida é passageira, as coisas boas são passageiras, se você não as aproveita, só se dará conta disso quando as perder e isso não vai de forma alguma fazer bem para sua saúde física e mental. 

Agradeça por sua vida todos os dias. Mesmo que tudo esteja ruim agora, as coisas vão melhorar, sempre melhora. Se você quiser as coisas vão se tornar melhores. 

Pergunte à seus pais como foi o dia de trabalho deles, demonstre amor à seu namorado ou namorada, apoie seu amigo em suas decisões e o ajude caso esteja com algum problema.

Cuide de si mesmo, ninguém poderá fazer isso por você. Sua mente é completamente sua, não necessite que alguém coloque ela no lugar, você pode fazer isso. 

Mesmo que tenha perdido alguém muito importante para você e não esteja conseguindo suportar a angústia desse acontecido, separe um tempo para você, para pensar na vida e tudo que está por vir. As pessoas se vão, mas não por nossa causa, elas se vão por que têm que ir, uma hora todos iremos. 

Você se sentirá sim culpado por não ter a tratado melhor, por isso eu digo para aproveitar os momentos bons ao lado de todos, principalmente os momentos bons consigo mesmo. Você sentirá falta disso quando for embora, mas acredite, se essa pessoa ou esse momento se foi, é porque chegou sua hora. Não tente segurar alguma coisa na sua vida, isso não vai te deixar mais feliz.

Terá dias que você se sentirá um lixo e inútil, isso é normal, mas não deixe que esse sentimento te consuma, você é bem mais do que isso

Você conquistou tanta coisa e nem percebeu isso, mas e por que? Por que alimenta a sua angústia, você diz a si mesmo que está tentando mudar, mas na verdade está se deixando pior. Pare de pensar na pessoa que infelizmente se foi, pare de pensar na nota ruim que tirou, pare de pensar na bronca que seus pais te deram, pare de pensar nas coisas ruins da vida, ela não é composta apenas por momentos assim. 

Mesmo que seja coisa mínima, dê valor ao que você tem, dê valor ao que conquistou. E veja, é tanta coisa, não é? Não? Pare para pensar... você conseguiu tirar uma nota razoável na prova mesmo sem estudar, já pensou se tivesse estudado? Seria melhor, não? Você fez uma nova conquista no seu jogo favorito, já pensou como seria conquistar outra coisa na sua própria vida? Já pensou na possibilidade dos momentos bons se tornarem frequentes? Basta você parar de remoer toda sua dor. A solte, a deixe ir. Assim como as pessoas são passageiras em nossa vida, nossa dor também é. Ela irá nos deixar se nós a soltarmos, pelo contrário, ela continuará ali, nos machucando e dizendo o que fazer. 

Eu consegui vencer meus problemas, mas precisei de um empurrãozinho, precisei que alguém me mostrasse o caminho que eu devesse seguir, mas todos nós sabemos o caminho que queremos seguir, seja cursar uma faculdade boa ou ter um emprego bom. Se você não estiver achando o caminho, tudo bem, não perca a calma. Comece a seguir realmente os bons conselhos que as pessoas em sua volta te dão, não as deixe como idiotas tentando ajudar alguém e a pessoa simplesmente cagar para o que ela diz. Isso pode magoar ela e fazer com que pegue seus problemas para si. 

Você é forte. Você é capaz. Você sabe de tudo isso, só precisa separar essa ideia dos pensamentos ruins. Organize sua mente, leve o tempo que for. 

Não deposite sua dor em outras pessoas, as jogue no fundo do poço, assim como ela fez com você antes. Se levante, jogue toda sua dor e sua angústia lá e feche a tampa. Elas não te alcançarão, pois você estará no topo, conquistando cada vez mais coisa. 

Faça diferente. Você pode fazer isso. 

.

.

.

.

Não sei se eu e Wooyoung estávamos namorando. Era meio confuso, pois não teve pedido porém agora estávamos juntos. Pois é, bem estranho.

Minha última crise foi há uma semana e eu nunca me senti tão bem por ter me livrado de tanta dor. É tão satisfatório se livrar de algo que está te fazendo mal. Eu não sei explicar a sensação que da. 

-Sannie. -ouço Woo me chamar. Logo o avisto entrar pela porta do quarto. -Seu chefe ligou. -se sentou ao meu lado na cama. Eu estava digitando algumas coisas no computador à trabalho. Estava fazendo um novo projeto para a empresa. -Ele mandou avisar que você voltará das férias na segunda, daqui há três dias. E que também estava procurando alguém para ser o assistente dele. A mulher que era pediu as contas. Então se você soubesse de alguém podia o contatar. -dizia tudo com um leve sorriso no rosto. Aquilo era encantador. 

-Tudo bem, teremos um tempo juntos antes de eu voltar. -sorrio, retirando meus óculos para o enxergar melhor. Ele era para perto. -Woo... -o chamo, assim que o mesmo se levanta para ir embora. Ele me encara confuso. -O que você acha de... -eu estava pensando melhor sobre o assunto. -O que acha de ir trabalhar como assistente do Hongjoong? -sugiro. O vejo fazer uma cara de interrogação.

-Hongjoong?? Assistente?? 

-É. Hongjoong é o meu chefe. Você disse que ele estava precisando de um assistente, certo? -ele acenti com a cabeça. -Então, pode ser você.  

-Mas... tem como?? -ele se senta ao meu lado novamente. -Não daria problema??

-Bom, nós teríamos que fazer documentos novos para você, mas dá para fazer isso hoje. Como você seria por indicação, creio que ele não vá checar muita coisa. -digo pensando um pouco. 

-Mas eu não sei nada sobre assistência. Como vou trabalhar lá? 

-Você vai receber treinamento né, Woo. -digo óbvio, o vendo sorrir. -Isso pode dar certo. O que acha? 

-Eu gosto da ideia. -respondeu gentilmente. 

-Então iremos fazer documentos à você depois do almoço e iremos até lá, okay?  

-Okay. -não seria fácil ensinar Woo, mas só de pensar que iremos trabalhar juntos já me sobe um arrepio de doer a espinha. 

.

.

.

Para minha surpresa, Hongjoong pediu apenas um documento de identidade e carteira de trabalho que fiz para Woo, nada mais. Depois disso ele já estava registrado e começaria na segunda feira, no mesmo dia em que eu voltaria de férias. 

Woo ficaria em treinamento por algumas semanas, então seria um trabalho bem puxado para ele, mas sei que conseguirá. 

-Como se sente estando registrado em uma empresa, Youngie? -estávamos na fila para pegarmos pipoca. 

-Eu me sinto... normal. -confessou, fazendo ambos rirem. -Não mudou muita coisa. -estávamos indo no cinema. Já estávamos pegando as pipocas, refrigerantes e chocolates para comermos durante o filme. 

-Mas irá mudar já no primeiro dia, eu te garanto. -pego uma das bandejas e fomos em direção às salas. Entramos na que correspondia à nosso ticket e nos sentamos em nossas poltronas no topo. Éramos os únicos lá. -O trabalho consumirá muito da nossa energia. Espero não nos afastarmos por conta disso. -digo sorrindo, mas ao mesmo tempo falando sério. 

-Não iremos. Eu prometo. -beijou minha bochecha, me fazendo derreter por dentro com tamanha fofura. 

Wooyoung era tão precioso que eu não entendia o porquê de ter me escolhido. De qualquer forma, eu sou extremamente feliz por o ter ao meu lado. Ele é tudo pra mim.

Passamos o filme inteiro juntinhos, abraçados trocando carícias. Aquilo era bom demais. Era surreal o quão bem eu me sentia quando estávamos juntos. 

-Eu te amo... -o ouço repetir a frase do filme, me encarando por baixo. Ele estava deitado em meu ombro. Sorrio e beijo sua testa. 

-Eu também te amo, Woo. -o puxo para se sentar em minha poltrona. Abraço sua cintura e encosto sua cabeça em meu peito. Ele estava de costas para mim sentado entre minhas pernas. 

Era tão bom tê-lo por perto. Wooyoung simplesmente anestesia qualquer emoção que eu possa ter no momento em que me olha intensamente. Não sei explicar exatamente essa sensação. 

Passar o dia juntos era tão surreal que eu mal conseguia acreditar que aquilo estava acontecendo comigo.

Fico muito feliz por saber que Woo sente o mesmo que eu sinto por ele. Isso era tudo que eu precisava pra sentir meu coração preenchido por completo. 

...




Notas Finais


Um capítulo um pouco menor por que estou com sono.

Até o próximo capítulo, bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...