História Você é Meu - Capítulo 19


Escrita por:

Visualizações 370
Palavras 1.261
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Jason de capa , como prometido..... ele é bem gatinho

Capítulo 19 - Eu me arrependi


Fanfic / Fanfiction Você é Meu - Capítulo 19 - Eu me arrependi


Pov's Shawn

 

 


Ter Cameron nos meus braços é a melhor coisa desse mundo , e se depender de mim ele não vai sair daqui nunca , ele é o meu baby , o MEU Cam .
Eu vivi um inferno nesse tempo que ele ficou fora . E parar pra pensar que foi tudo culpa minha , isso bem bem merecido . Eu me senti um monstro , um verme sem coração , que só machuca as pessoas . Parei , pensei e refleti sobre os meus atos no decorrer da minha vida e o que Cameron tinha me falando era totalmente verdade : eu tinha me transformado em Anne .Tantas pessoas que eu machuquei , tantas pessoas que eu enganei , passei por um inferno por algumas semanas , mas isso não vai ser suficiente pra vingar a quem eu enganei.
Mas hoje eu me arrependo de tudo isso , de toda essa cachorrada que eu fiz com as pessoas. Cameron, me ensinou a ser uma boa pessoa , Cameron me salvou , Cameron matou esse Shawn e trouxe o antigo de volta , o romântico , o amoroso , o que ama e é amado . Eu não quero mais nada dessa vida , pois tenho o amor da minha vida nos meus braços , minha mãe , meus amigos que são mesus irmãos . Melhor , eu quero sim mais coisas nessa vida , como ter  filhos com o Cam , quero ser pai de duas crianças , um menino e uma menina , um casal , pra chamar eles de : meu campeão e minha princesa .   
        - Acorda baby , vamos comer alguma coisa . - chamei Cam que ainda dormia nos meus braços . 
        - Vamos mesmo , pois eu estou morrendo de fome. Você acabou com minhas ernergias . - disse acordado . Ele saiu do meu peito e começou a se vestir e fiz o mesmo . 
        - Você vai ter me tratar toda vez , pois me acostumou mal . - disse pra mim depois que eu peguei ele no colo e sai do quarto o levando pra cozinha . 
        - Não se preocupa meu amor . Você vai ter isso todos os dias . Vou te amar tanto , que você vai se sentir sufocado , vai querer correr de mim , mais não vai fugir porque você é meu , meu Cam . - disse colocando ele sentado na bancada da cozinha . 
         - Tem que ser bem louco pra fugir de você . E se eu fizer isso você me buscaria até o inferno . - disse me dando um selinho . 
        - Isso mesmo , te buscaria onde for , mas que traria você de volta pra mim eu traria . - falei me afastando dele e começei a preparar pipoca pra gente poder assistir um filme  . 
        - Cam você ficou com alguém depois que a gente se separou . - perguntei . 
        - Preciso ser sincero com você . Eu fiquei com o Nick . Mas também não posso negar que foi ele que me incentivou a voltar pra você . - disse normalmente . Na hora que ele disse que tinha ficado com o Nick eu fechei meu punho com muita força . Mas não tenho direito de reclamar . 
         - Tá tudo bem amor . Mas me explica direito esse negócio de que ele te incentivou a voltar pra mim . - perguntei .
         - Ele disse que você estava muito arrependido e que já tinha sofrido bastante . Sua mãe também tinha me ligado desesperada , porque você não deixava ninguém  entrar no quarto, dai na hora eu fuquei super preocupado com você e esqueci tudo . Acho que esses dois foram os nossos cupidos nessa loucura toda . - disse brincando com os dedos . 
        - Shawn , eu tinha pensado um monte de coisas pra gente . A que eu mais quero pro futuro é ter filhos . - disse ele todo sonhador , eu não pude evitar de sorrir , pois eu tinha pensado a mesma coisa de ter filhos com ele . 
         - Sabe que eu pensei a mesma coisa . Quero ter filhos com você , duas crianças , um casal. - contei a ele . 
         - Se meus pais estivessem aqui , ficariam eufóricos com essa a possibilidade de ter um neto. Eles ficariam tão orgulhosos de mim . - disse meio triste . 
         - Não fica assim não pequeno . Aposto de que de onde eles estão  , eles já estão orgulhosos de você . 
         - Não teria tanta certeza . - disse e abaixou a cabeça.
         - Porque tá falando isso . - eu falei parando o que estava fazendo indo até ele , abri suas pernas e fiquei no meio delas , na hora eu dei um sorrinho de leve , pois nós dois já vivemos uma cena assim . 
         - Promete que não vai me julgar . Eu aguentaria isso de qualquer um menos de você . - disse triste com lágrimas já saindo dos seus olhos . 
          - Prometo . - falei limpando suas lágrimas , pois me corta o coração ver o meu pequeno chorar. 
          - Fui eu que cortei o freio do carro dequele cara que abusou de mim . - disse de cabeça baixa voltando a chorar . 
          - Não vou te julgar Cam . Pra falar a verdade eu meio que desconfiava . Mas pensa pelo lado bom  você pode ter salavado vários jovens com quem ele poderia ter cometido esse mesmo ato . Você fez justiça . Com as próprias mãos , mas fez . - falei confortando ele , eu não julgo Cam , pois sei que ele foi movido pela dor . 
           - Eu não me arrependo do que eu fiz . E eu só estou chorando porque fiquei com medo de você me julgar . - disse limpando as lágrimas.
           - Quem sou eu pra julgar alguém . - disse e o beijei calmo , bem devagar e apaixonado. Terminamos o beijo com ele puxando levemente o meu lábo inferior . Dei mais um selinho nele e voltei a fazer  pipoca .
Fiz pipoca e peguei refrigerante pra gente , levei tudo pra sala e coloquei um filme na Netflix pra gente assistir . Me deitei no sofá e abri as pernas , colocando Cam no meio delas grundando suas costas em meu peitoral . Coloquei a pipoca em seu colo , e o refrigerante em uma mesinha perto . 
Começamos assistir o filme e a comer , o filme era bem interessante de suspense , com terror . Chegava a ser engraçado , pois as vezes Cam dava uns pulos , ou melhor praticamente toda hora , pois se assusta bem fácil . Eu como um bom namorado que sou o apertei em meus braços e sussurei em seu ouvido . 
              - Não se preocupe amor , eu estou aqui pra te proteger . Ele não disse nada mas deu pra ver um sorriso se estampar em seu rosto . 
              - Eu te amo . - disse baixinho em seu ouvido . 
              - Eu também te amo . - respondeu .
Contiamos a assistir o filme e Cam já não tinha tanto medo assim , pois eu o abraçava bem apertado . Quando dei por mim Cameron já estava dormindo nos meus braços de novo. Sorri com a cena 
                - Ai meu pequeno , você é um legítimo bebê.- falei pra mim mesmo 
 


Notas Finais


como eu queria um Shawn Mendes possessivo assim comigo e me chamando de vários apelidos carinhosos ...... meu sonho de princeso kkkkkk

eu sou igual a o Cam , tenho medo de filme de terror kkkkkkkkkk

desculpem a demora , pois a escola está sugando todo o meu tempo

um cap bem love ..... isso é tão romântico


sorry os erros


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...