1. Spirit Fanfics >
  2. Você é meu patrono-HINNY >
  3. Harry Potter

História Você é meu patrono-HINNY - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Hey amados!

Feliz aniversário atrasado para o nosso bruxo favorito :3

Capítulo 4 - Harry Potter


Fanfic / Fanfiction Você é meu patrono-HINNY - Capítulo 4 - Harry Potter

Saí do quarto de Ron e fui até o quarto de Gina, bati e bati na porta mas ela não abriu, suspirei e recorri a medidas drásticas, peguei minha varinha e a empunhei.


-Alohomora-o ruído da tranca soou mas ele voltou para o lugar antes de eu empurrar a porta, franzi o cenho e tentei de novo. -Alohomora- A porta se destrancou mas rapidamente voltou, e então eu percebi que atrás da porta alguém lançava um anti-feitiço. Suspirei e sentei no corredor encostado na porta.


-Harry querido o que está fazendo aqui?- a voz da Sra. Weasley soou e eu engoli a seco.


-Eu...estou esperando a Hermione trazer uma coisa pra mim.- menti e ela assentiu 


-Ah tudo bem, não vá dormir tarde, boa noite Harry- ela me cumprimentou e saiu de vista, suspirei aliviado.


-Anda Gina abre a porta, eu sei que você tá aí- eu disse ficando em pé.- eu não vou embora até você abrir a porta. 


-Alohomora- após uns minutos a voz veio de dentro, ela abriu a porta e suspirou me dando passagem para entrar. O lugar estava quase igual desde a última vez que o vi, exceto que agora haviam porta retratos com fotos de Tonks e Gina, Tonks e Teddy, Gina e Mione, Gina e os irmãos e Gina voando em uma vassoura.


-Porque não tem fotos minhas aí?- perguntei puxando assunto e ela balançou os ombros e se sentou na cama


-Você tava ocupado demais salvando o mundo bruxo- ela disse fria e eu suspirei pegando uma cadeira e me colocando na sua frente.


-Olha Gina...me perdoe.- comecei a falar e ela levantou o olhar até mim. - eu sei que sumi esse ano e não dei notícias e ainda levei seu irmão e sua melhor amiga junto e te deixei completamente sozinha.- eu parei para respirar e ela baixou os olhos.


-Podia ter me levado.- ela disse e eu suspirei paciente e peguei sua mão


-Eu não podia te colocar em risco e você ainda tinha o rastreador, eu não me perdoaria se alguma coisa acontecesse a você, aconteceu com Hermione e eu me senti tão mal, imagine com você.- eu disse derrotado e ela ergueu o olhar novamente mas dessa vez confusa.


-O que aconteceu com a Mione?- ela perguntou preocupada e eu a olhei triste.


-Ela foi torturada por Bellatrix Lestrange, ela tem uma cicatriz no braço dizendo "sangue ruím "- eu confessei e ela arfou assustada. - por isso que eu não levei você, por coisas assim puderem acontecer e aconteceu! - eu exclamei me explicando e ela só ficou calada.


-Harry eu entendo que você precisava salvar o mundo bruxo, eu entendo que você nunca ficaria em paz com Voldemort por aí. Eu só queria saber se você pensou em mim, se ainda ainda quer ficar comigo ou se você se encantou por alguma veela qualquer que possa ter encontrado por aí- ela desabafou e eu ri a deixando confusa


-Gina eu não fui passear, e não encontrei nenhuma veela por aí- eu assegurei e ela suspirou aliviada.- Gina não houve um momento em que eu não pensasse em você e na sua segurança, meu único consolo era nunca ouvir seu nome na lista de mortos ou desaparecidos, quando eu soube que você foi pega invadindo a sala do Snape eu quase surtei de preocupação, antes de Voldemort tentar me matar você foi o último pensamento que eu tive, eu pensei no seu olhar radiante, no seu cheiro, da sensação do seu abraço, do gosto da sua boca e no seu sorriso doce e alegre.- ela estava com os olhos cheios de água mas era teimosa pra deixá-las cair.


-Eu pensei que você tinha morrido.- ela disse em um fio de voz e em seguida eu vi lágrimas caírem de seus olhos, era uma raridade ver ela chorando e eu fiquei sem reação por um momento, eu nunca precisei consolá-la antes e não sabia o que fazer e enquanto isso ela continuou- eu só sabia gritar "Harry Não, Harry!", Eu não queria acreditar que a pessoa que eu amo estava morta aos pés de Voldemort e eu só queria te tocar, te dizer o quanto eu te amava e pedir perdão por não te impedir de ir, eu sabia que você estava sob a capa da invisibilidade aquela noite e eu só queria te... - um soluço a interrompeu- só queria você de volta…- ela estava em um estado assustador para mim, ela chorava copiosamente e soluçava inconsolável e eu fui até seu lado e a abracei deixando ela chorar em meu peito.


-Eu sinto muito que tenha passado por isso, doeu muito em mim ouvir seus gritos, acredite, Mas eu estou aqui agora pra você Gina.- eu disse consolando-a, ela fungou se recompondo, enxugou as lágrimas e olhou diretamente em meus olhos.


-Harry eu te amo, mais do que se possa imaginar e eu não aguento passar mais tempo longe de você, por favor acabe com meu sofrimento e me diga como ficamos agora. Nós voltamos ou continuamos separados? Pare de me fazer esperar.


-Gina você é tudo pra mim, Por mim nós voltamos, você quer isso?- eu perguntei nervoso e ela sorriu.


-É claro Harry! Eu amo você- ela disse se jogando em meus braços e eu sorri alisando suas costas.


-Eu também te amo Ginevra.


-Tô tão feliz que vou deixar passar o Ginevra dessa vez- ela disse risonha e eu ri revirando os olhos. 


Ela me soltou mas continuou perto de mim, seus olhos estavam vermelhos mas ela sorria, afastei uma mecha da frente do seu cabelo e acariciei seu rosto e então a puxei para mim, eu a beijei como desejei nesses últimos meses, despejei toda minha saudade nesse momento, naquele beijo cheio de paixão e amor, eu sentia suas lágrimas em minha pele mas não me incomodei, eu tentei passar tantas palavras não ditas em um único gesto enquanto segurava seu rosto e as mãos dela agarraram meu cabelo e eu percebi o quanto havia sentido falta disso, ela era o centro do furacão que a minha vida foi, mas agora ela é o barco onde eu descanso na calmaria.Eu a amava, Deus como eu a amava, como eu a amo e isso era sólido e não havia mais medo, eu estava nas mãos dela tão vulnerável como nunca estive, e não há nenhum contra-feitiço pra esse experliarmus que ela lançou em mim, ela me desarmou e eu não tinha medo disso, ela era meu lar, e eu finalmente estava em casa.


-Senti falta disso- ela confessou com as bochechas coradas assim que nos soltamos e eu sorri, ela se sentou na cama com as costas na parede e eu aproveitei e me deitei em seu colo, seus dedos automaticamente formaram um cafuné em mim.


-Nossa, o seu cafuné é muito melhor do que o da Hermione.- eu disse manhoso e ela riu.


-Que ela não te ouça, e que seja só ela que faça cafuné em você além de mim hein.- ela ameaçou e eu fiz uma continência a fazendo revirar os olhos.


-O que você vai fazer agora?- perguntei e ela sorriu sonhadora 


-Terminar os estudos e entrar no Harpias de Hollyhead, soube que Angelina é a capitã, assim fica mais fácil de entrar.- ela comentou


-Você vai conseguir, eu sei disso.- Ficamos em silêncio e eu cochilei mas um barulho me fez acordar assustado, Gina estava com a cabeça encostada na parede com o braço por cima de mim e eu vi o relógio, eram duas da manhã. -Gina...amor, acorde- eu a chamei carinhosamente e ela abriu os olhos lentamente.


-Eu estou com sono.- ela disse bocejando e eu me levantei de seu colo.


-Eu sei linda, preciso ir Tudo bem? amanhã nós nos falamos.- eu me preparei para sair do quarto mas ela me puxou pelo braço.


-Nãaaaao- ela disse manhosa e eu ri.


-Ora Ginevra não é bom uma dama dormir sozinha num quarto com um rapaz.- eu disse e ela cruzou os braços.


-Aff que chato, você é muito certinho Harry Potter.- ela reclamou se levantando da cama e me acompanhando até a porta. Ela me deu um selinho de despedida e eu fui até o quarto de Ron, abri e Hermione estava dormindo abraçada com Ron e eu ri pelo nariz, nem me avisaram como pedi.


 Me deitei na outra cama e pensei no que acabara de acontecer, as coisas estavam se alinhando e isso era bom. Então deixe-me ser guiado pelo sono e finalmente dormir.


Notas Finais


Comentem e me digam o que acham!

Beijos amanteigados da tia :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...