1. Spirit Fanfics >
  2. Você é meu pequeno segredo. (SasuSaku). >
  3. Me desculpe.

História Você é meu pequeno segredo. (SasuSaku). - Capítulo 3


Escrita por: cherry_bluw

Notas do Autor


♡ Boa leitura, e beijinhos da tia Cherry♡

Capítulo 3 - Me desculpe.


Fanfic / Fanfiction Você é meu pequeno segredo. (SasuSaku). - Capítulo 3 - Me desculpe.

— Hey, está tudo bem agora mocinha. Me conta o que houve? – A mulher de cabelos longos pergunta.

Eu a olho secando as lágrimas. Ela é muito bonita, e o homem que estava com ela me lembrava bastante o Sasuke. 

— Oh, desculpa! Me chamo Izumi Uchiha. E esse aqui é meu namorado Itachi. – A mesma sorri com os olhos. Que fofos.

— Eu tive uma briga... Com o garoto que eu gosto e agora eu acho que ele não quer mais me ver. – Arrumo uma desculpa improvisada, não ia dizer o que havia acontecido... Principalmente para familiares do Sasuke! Mesmo sendo meia verdade.

Izumi me olha e põe a mão sobre a boca, olhando para o alto, em seguida me olha.

— Mas por que vocês brigaram? Se não for algo muito pessoal. – A mais velha pergunta, enquanto seu companheiro apenas acompanhava quieto.

— Bem... Nós éramos bem próximos antes. Mas uma coisa aconteceu e eu tive que me afastar dele, de todos. Mas eu não posso dizer o motivo pra ele e aquilo parece que o deixou chateado... Eu me senti um monstro porque ele precisava muito de mim e eu só, sumi. – Respiro fundo, segurando as lágrimas.

A mesma põe as mãos sobre meu ombro e coloca uma mecha de cabelo que estava solto para trás de minha orelha, então sorri com os olhos.

— Sabe, você precisa primeiro de tudo se acalmar. Conhecendo os homens ele provavelmente só ficou nervoso de momento... Ele vai te reencontrar novamente para esclarecer tudo. Ninguém resolve nada assim, acima do orgulho existe a curiosidade. – Ela diz.

 Izumi tinha razão, mas eu me pergunto se Sasuke era assim... Ele é muito imprevisível não tem como saber o que ele vai ou não fazer. Que frustração!.

— Qual seu nome querida? – Pergunta.

— Sakura, Sakura Haruno. – Respondo, fazendo a mesma sorrir.

— Que nome lindo! Combina com seu cabelo. – Sorrio.

— Sakura? Então é você?. – O homem que permanecia calado pergunta, apenas confirmo com a cabeça. Curiosa.

— Você a conhece querido?

— Não meu amor. Mas Sasuke me falou sobre ela a muito tempo atrás. – O mesmo sorri e eu entro em choque... Ele conhecia Sasuke?

Ele havia falado sobre mim... Provavelmente isso foi naquele tempo em que eu, ele e Naruto andávamos juntos. Isso só pode significar que... Ele deve ser o irmão que Sasuke me falou! Que coincidência.

— O que vocês estão fazendo aqui... Sakura? – Assim que olho para trás vejo o Uchiha com uma sacola na mão olhando diretamente para mim, desvio o olhar.

— Sasukezinho? Que surpresa ver você por aqui. – Izumi diz com um tom irônico enquanto se levantava junto a seu namorado.

Ele voltou toda sua atenção para os dois. Apenas fiquei sentada quieta.

— Esse é o caminho de casa, não é surpresa nenhuma. – O mais novo revira os olhos, enquanto a mais velha sorria de uma forma irônica.

— Para de mentir, você não faz esse caminho. Você vem pela outra rua... O que te trás aqui? – Ela cruza os braços deixando o mais novo sem palavras, então sinto que o mesmo me olha disfarçadamente.

— Já entendemos, se conhecem? – Pergunta Itachi enquanto o menor bufava e resmungava, permaneço quieta.

— Sim. Eu não sei porque ela está aqui uma hora dessas! Toma, leva pra mãe, eu levo a Sakura pra casa dela. – Sasuke entrega a sacola para seu irmão que confirma um pouco assustado. A mulher só sabia olhar para Sasuke e dar uma risadinha. Eu não sei o que está acontecendo.

— Vamos Sakura. – Ele diz, levanto e o acompanho calada.

Mudamos de caminho já que minha casa ficava em outra direção, ali me despedi de ambos e saímos. O clima estava tenso e eu ainda me sentia incomodada com sua presença, até ouvir o mesmo me chamar pelo nome em um tom baixo.

— Eu acho que a gente precisava conversar pra acertar isso. Eu não consigo mais fingir que não me importo. – Conclui.

— Precisamos sim... Vamos sentar ali. – Aponto para um banco vazio, ele concorda e lá sentamos.

Ficamos em torno de 3 minutos em silêncio. Eu não sabia o que falar e o mais alto parecia estar pensando em algo.

— Sakura, vamos esquecer isso. – O mesmo sugere e eu o olho um pouco confusa.

— Não precisa me contar o que aconteceu, se isso não te conforta. Eu sei que foi algo pessoal não vou me envolver. – Diz Sasuke, levantando o rosto e olhando para o céu.

— Tudo bem. – Respondo ainda meio inquieta. — Me desculpa, Sasuke.

O mesmo me olha e em seguida toca meu cabelo.

— Ficou bem em você esse tamanho. E não se preocupa, eu sei que você não nos abandonou atoa. – Ele lança um sorriso de lado, e eu também.

— Obrigada, eu entrego seu moletom amanhã. 

O mesmo levanta e se espreguiça, logo em seguida também me levanto.

— Tanto faz. Não tem problema, não precisa de pressa para me entregar. – Diz.

— Ah, mas se eu te entregar amanhã as pessoas vão saber que você só me emprestou... Caso contrário eles vão... – Coro antes de terminar a fala, e viro o rosto.

— Você não deveria ligar para o que as pessoas falam, todo mundo pode falar o que quer. – O mesmo dizia enquanto andava pela calçada, apenas o sigo.

— Por que você está tão legal comigo? Ah... Você sabe, antes você disse que não queria mais olhar na minha cara. – Eu realmente estava curiosa, Sasuke estava muito calmo... Até parecia outra pessoa.

Ele respira fundo e para.

— Eu estava nervoso. Me desculpa por isso. Eu parei pra pensar e, você não parecia ter culpa do que seja lá o que aconteceu então está tudo bem. Mas você acha que podemos ser como antes? Eu sinto falta daquele tempo. – Ele realmente parecia sentir falta daquela época que éramos um trio, mas eu não acho que poderia voltar... Karin não iria gostar dessa reaproximação. 

— Quem sabe... – O olho e sorrio. 

Ele vira o rosto, evitando me olhar.

— Isso quer dizer que você não vai conseguir? – Pergunta ainda me evitando.

Toco seu braço fazendo ele virar, agora sim olhando em meus olhos.

— É um pouco difícil pra mim, mas eu prometo que vou me esforçar... E mesmo se as coisas não voltarem a ser como antes eu vou estar aqui se precisar de mim. – Digo, fazendo o mesmo dar um sorriso falso.

— Vamos. Já está ficando tarde, tenho que voltar e cuidar da minha mãe. – O Uchiha fala enquanto andava, concordo e o sigo até minha casa. Lá, ele me deixa na porta e sai. 

Quando chego em meu quarto, me jogo na cama e fico olhando para o teto... Me pergunto o que aconteceu para Sasuke estar tão legal comigo. Tudo bem que ele estava nervoso mas foi tão rápido.

Deixa pra lá Sakura, você tem outras coisas para se preocupar! Começando pela sua aparência. Você pensa no Sasuke mais tarde.

Vou dar um jeito nesse cabelo!


Sasuke // ON


Enquanto andava sozinho pelas ruas de Konoha até meu condomínio, tive tempo de sobra para pensar. Principalmente nas coisas que Ino havia me dito.

— O Lee nos contou sobre sua discussão com a Sakura. – Ino diz junto a Hinata.

— Como ele soube disso? – Pergunto.

A mesma cruza os braços.

— Ele estava passando e resolveu bisbilhotar, você sabe como ele é. – Completa Hinata.

Sasuke, Sakura nunca te contaria isso que eu vou contar agora, e muito menos ficaria feliz se soubesse que eu te contei. Mas ela realmente sofreu muito por ter que se afastar de vocês. – A partir daí Yamanaka me contou tudo sobre o incidente com Karin. Me contou que ela sabotou a reputação da Sakura até todos odiarem ela. Também  disse que ela fez de tudo para ninguém nos contar... Nem a mim e nem à Naruto. E mesmo depois disso tudo ela tentou privar a Karin.

Suspiro fundo colocando a mão sobre minha testa. Sentia uma sensação de culpa, eu sou um idiota! Como não pude perceber isso?!

— Preciso me encontrar com ela e me desculpar. Ino você... – Sou interrompido pela loira.

— Não, mas ela sempre deixa o GPS do celular ligado. Então eu posso ver aonde ela está pra você. – A mesma diz enquanto mexia no celular.

Segundos depois ela me fala o nome da rua em que Sakura estava e eu apenas apresso o passo e vou até lá. Correndo.

Eu não posso chegar de mãos vazias... Eu não quero que ela saiba que eu vim por ela. Tenho que passar na farmácia primeiro, assim posso dar uma desculpa!

Foi assim que eu passei na farmácia rapidamente e segui o caminho.

E foi uma surpresa encontrar Izumi e Itachi com ela.


Eu nunca imaginaria que isso havia acontecido, eu sabia que Karin gostava de mim mas não a esse ponto.

Eu nem sei explicar o que se passa comigo. Eu senti uma coisa tão estranha quando vi ela no ônibus, foi o mesmo sentimento de quando ela cuidou de mim. Essa garota francamente...

Sakura sempre esteve ao meu lado. Sempre cuidando de mim, desde pequena. E também foi assim com Naruto, por ser um Uchiha os garotos não gostavam muito de mim.

"Mimado, riquinho, metido e espertinho demais" eu era conhecido por isso. Sem falar que sempre fui popular com as garotas, isso irritava mais ainda.

Eu não tenho motivos para ser legal com todo mundo então sempre mantenho meu temperamento forte e meu orgulho, porque querendo ou não, ainda sou melhor que a maioria. Sorrio.

Mas os dois foram os únicos que realmente foram verdadeiros comigo, e nunca de fato me julgaram por quem eu sou. Talvez seja por isso que não sinto mágoa deles, e também não consigo odiar Sakura, principalmente agora sabendo da verdade.

Pensei tanto que nem percebi que já havia chegado no Condomínio. Adentro o lugar indo em direção a minha casa, lá vejo meu pai na frente conversando com os pais de Shisui.

— Sasuke filho, chegou tarde. – O mais velho diz, e logo aceno para os pais do amigo de Itachi.

— Aconteceu um imprevisto. – Digo entrando em casa. Lá, vejo minha mãe deitada no sofá com um pano úmido na testa.

Me surpreendo, e assim que ela me vê sorri.

— Obrigada pelo remédio querido. – Minha mãe agradece ainda deitada.

— Onde está o Itachi? – Sento do lado da mesma tirando o pano e vendo se sua testa já estava menos quente. E sim, o remédio parecia ter dado efeito. Sorrio.

— Ele saiu pra comprar as coisas da janta. A escola parece que demorou hoje. – A mesma senta me olhando, concordo.

— Sim, como foi o primeiro dia, a aula demorou bastante e o intervalo também. Como haviam novos alunos ficamos livres para entrar nos clubes e essas coisas. – Completo dobrando o pano e guardando-o.

— E a garota que você foi levar para casa? – A olho um pouco sem jeito. Não acredito que aquele idiota abriu a boca.

— Era só uma amiga de infância, nada demais – Viro o rosto tentando não fazer nenhum tipo de expressão idiota.

A mais velha ri e em seguida bota a mão no meu ombro.

— Sei, sei... É aquela garota de cabelo rosa que você falava quando era criança não é? Haha, eu me lembro disso! – Ela parecia estar se divertindo enquanto eu morria de vergonha. Eu vou matar o Itachi!

— Eu vou tomar banho. – Me levanto nas pressas e vou até o banheiro.


Droga. O que eu faço agora?


Continua  ...  ♡








Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...