História Você é o Meu Remédio - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Suga, V
Tags Jimin, Min Suga, Min Yoongi, Park Jimin, Yoonmin
Visualizações 6
Palavras 1.136
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Com Amor, Min Yoongi.


Jimin estava tomando coragem para sair de casa e ir trabalhar. Talvez ele devesse ligar par onde trabalha e apenas dizer que não acordou bem, que estava doente. Por mais que isso no fundo fosse verdade, ele já deu essa desculpa em dois dias de uma só semana, não iriam acreditar nele.

“Idiota. É só ir. Medroso.” Jimin se xingava mentalmente. “Mas e se eu sair e alguém me assaltar? E se eu passar mal? Se alguém me sequestrar?” Jimin conseguia pensar em todas as situações ruins e poderiam acontecer consigo.

Sem perceber haviam já se passado trinta minutos, o garoto estava atrasado para o seu trabalho, o que fazia o mesmo pensar que poderia ser demitido. Saiu correndo do seu apartamento e então ligou para um taxi, indo até a empresa onde trabalha. Entrava no elevador enquanto ajeitava a gravata preta que usava.

O Park teve um grande medo quando chegou no andar onde trabalhava e logo recebera a noticia de que seu chefe gostaria de conversar consigo.

Entrou na sala do seu patrão hesitando, quando viu um garoto lá, logo pensou que poderia ser demitido pelos dias que faltara e substituído pelo garoto ali presente.

– Sente-se por favor, sr. Park. – O mais velho disse enquanto apontava para a cadeira em sua frente.

– Sobre o que gostaria de falar comigo? – Disse se sentando na cadeira.

– Temos um novo mc para um novo programa de rádio. – Apontou para o outro garoto. – Min Yoongi. E é por isso que ira dividir a sua sala com ele, quero vocês dois fiquem sempre juntos aqui na empresa, criando um bom vinculo entre os dois. Afinal será roteirista e mc.

Jimin se levantou cumprimentando o seu mais novo colega de trabalho, o de cabelo esverdeado fez o mesmo.

– Meu nome é Park Jimin, é um prazer trabalhar com você. – Sorriu da forma mais doce possível.

O sorriso do Park escondia o que realmente pensava. O mesmo achava que o mc com quem iria trabalhar não gostasse dele.

– Min Yoongi, o prazer é meu. – Se curvou para o ruivo.

– Agora que já se conhecem, podem ir para a sala de vocês.

Jimin guiou o Min até a sala, apertando a alça de sua bolça que guardava o notebook por pura insegurança. Chegando à sala, o ruivo abriu a porta e percebeu que no lugar onde antes tinha apenas a pesa para o Park, agora também têm a mesa para o mc do programa de rádio.

Deixou que o maior entrasse primeiro e logo depois ele, fechou a porta e sem girar a maçaneta puxou a mesma para conferir se a mesma estava realmente trancada. Foi em direção da sua mesa, ajeitando suas coisas ali.

– Roteirista Park, tem algum roteiro como exemplo? Sabe eu só quero saber pelo o que vou passar. – Disse se sentando de frente para Jimin.

– É... Eu estou terminando um, faltam apenas mais alguns acertos... – Sentiu as mãos tremerem e só conseguia pensar no quanto aquilo parecia idiota. Por que ele estava tremendo? Por que a ansiedade teria que aparecer bem naquele maldito momento? Ele só queria se dar bem e não parecer um esquisito para o Min.

– Quando terminar de ajusta-lo, por favor me mostre. – Apoiou a cabeça na palma da mão enquanto olhava para Jimin.

Jimin quase deu um pulo da cadeira quando viu a porta da sala que estava se abrir, logo o diretor Kim aparecendo. Com aquele sorriso retangular que conquistavam muitos ali na empresa.

– Olá, diretor Kim. – Se curvou para o outro.

– Oi, maknae. – Apontou para o outro que estava na sala. – Você é o nosso mc?

– Sim. – Caminhou até o Kim. – Min Yoongi.

– Me chamo Kim Taehyung. – Levou sua destra até o outro para que fizessem um aperto de mãos. Mas isso não aconteceu, parecia que o Min não estava disposto a fazer aquilo, por mais simples que fosse. – Então, Jimin, já conseguiu terminar o roteiro. Por favor diga que sim, eu estou apostando do o que tenho em você.

– Acho que está pronto, Tae. – Chamou o Kim coma mão, para que o mesmo se aproximasse da sua mesa onde estava o seu notebook.

“Você sente falta de alguém? Dizem que o pior que se pode acontecer é perder alguém que você via todos os dias, talvez isso seja verdade. O primeiro dia é fácil, o segundo também pode ser. Vocês devem me perguntar se esses dias não são os mais difíceis quais são? O dia mais doloroso chega quando a ficha realmente cai, quando o lugar onde a pessoa que você ama deveria estar, fica vazio. Dentro do seu coração ou em um lugar da sua casa. Se ainda tem a chance de procura-la, o que está esperando? Tenho certeza de que não quer que o vazio de corroa por dentro, pelo menos não mais do que está. Vá em frente, chame a pessoa para sair, não tenha medo do que pode acontecer, não deve ser controlado pelo seu medo.

Até o próximo programa.”

– Melhor do que o de ontem, gostei deste final. Um bom avanço, Jiminnie. – Bagunçou os fios de cabelo do menor de forma carinhosa.

– Obrigado, Tae. – Disse enquanto ajeitava o seu cabelo. – Eu só preciso saber o nome do programa, para poder colocar no final.

– Qual nome acha que o seu programa de rádio deveria receber, Yoongi? – Olhou diretamente para o de cabelo esverdeado.

– Pensei que poderia ser: “Com amor, Yoongi”.

– Jimin, esse será o nome. Estou de saída. – O diretor Kim saiu da sala, deixando Yoongi e Jimin sozinhos novamente.

Com a mão tremula Jimin pegou a sua bombinha de asma que estava dentro de sua bolsa, levando-a até sua boca, tentando normalizar a sua respiração.

– Você tem problema de asma? – Yoongi perguntou curioso enquanto se aproximava da mesa do Kim.

– Um pouco... – Respirou fundo. – Ainda não consigo respirar direito... – Disse ofegante.

– Vamos para fora, respirar ar livre pode ajudar. – Segurou no ombro do pequeno com delicadeza.

Enquanto desciam para o terréu de elevador, Jimin continuava com a sua bombinha, tentando retomar seu ar. Chegando no terréu, Yoongi o levou até o lado de fora. O mesmo o olhava preocupado, não queria que o pequeno passasse mal ou algo do tipo.

– Obrigado. – O ruivo olhava para o céu e respirava fundo. Sua respiração estava se tornando calma novamente aos poucos.

Para o Park tudo já havia começado de forma errada, com o novo mc o ajudando a conseguir o ar de volta. Foi a pior coisa que poderia ter acontecido de acordo com o mesmo. Ele se sentia constrangido por ter acontecido aquilo. Definitivamente para ele, aquilo não era um bom começo.

O novo mc já sabia uma de suas fraquezas e poderia usa-la contra o Park facilmente, aquilo o assustava. Pensara que o Min não iria gostar dele e então começaria a ataca-lo de alguma forma. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...