1. Spirit Fanfics >
  2. Você, e só você. - Minsung >
  3. É uma longa história

História Você, e só você. - Minsung - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - É uma longa história


Fanfic / Fanfiction Você, e só você. - Minsung - Capítulo 7 - É uma longa história


 

"Eu precisava muito que você ficasse, mas não posso te obrigar a me amar."
 

-Desde quando vocês são tão chegados?- Bang Chan perguntou curioso.

-Quero saber também, vocês mal se falam. Explique-se.- Felix exigiu juntos dos outros amigos, que rondavam a maca de Jisung.

-Eu não quero falar sobre isso agora.-

-Qual é hyung, vão ficar de segredinhos agora?- Hyunjin perguntou inconformado.

-É só que... -

-Só que o que?- Changbin perguntou impaciente.

-É complicado. É uma história longa..- Os meninos pararam de prestar atenção no Lee assim que um alto barulho de inspiração foi ouvido. Jisung abria os olhos calmamente enquanto tentava se acostumar com a luz do local.

-Bom dia gracinha.- Felix cumprimentou fazendo o menino soltar uma risada engraçada.

-Bom dia. Onde eu estou?- perguntou se sentando enquanto olhava para os lados.

-Você está na enfermaria donzela.- Hyunjin respondeu com um olhar cínico.

-Por que você parece bravo comigo?- 

-Porque eu quase me mijei Han! Eu quase me mijei todo na frente de todo mundo.- esperneou provocando risadas de todos da sala.

-E por que eu tenho culpa?- 

-E eu sou o culpado aqui? Fui eu que me transformei em tigre do nada e ficou rugindo para o amiguinho?- Han arregalou os olhos como se só agora lembrasse da situação, olhou para Minho e o mesmo desviou o olhar.

-É. Você é o culpado por ter medo de mim.-

-E como eu não iria ter? Criança você é enorme.- Jisung o mostrou língua e Hyunjin copiou o ato.

-Jisung, a gente estava discutindo a pouco... o que aconteceu entre você e o lindão aqui? Desde quando são tão chegados assim? - Changbin pergunta.

-Acho melhor deixar eles resolverem isso.- Chan puxa todo mundo para fora da sala. -A gente se encontra no intervalo.- disse antes de fechar a porta.

-Então você está bem.- Jisung falou sem olhar para o mais velho.

-Não pareça tão desapontado. Eu vou pensar que você não gosta de mim.- Minho responde sorrindo ladino, fazendo o outro rir levemente de desgosto.

-Achou mesmo que eu não te reconheceria Minho?- perguntou e o maior arregalou os olhos. -Eu sou tão idiota por não ter te reconhecido antes de te salvar.- falou.

-Como você descobriu?-

-Você acha que mudou muito? Sério? Você pode ter me abandonado 2 anos atrás, mas não quer dizer que tenha mudado tanto ao ponto de eu não conseguir te identificar.-

-Olha, nós precisamos conversar, eu não queria ter ido atrás de Aia naquele dia.- 

-Você não me deve explicações.-

-Não, eu te devo sim, porqu- foi interrompido.

-Poupe-me desse papinho, nós não somos mais amigos, apenas não converse comigo e estamos bem.- falou se levantando da maca e indo em direção à porta.

-Han.- chamou, mas o menino saiu rapidamente sem olhar para trás.

-Os dois pareciam tão apaixonados lá na quadra.- Jisung escutou Felix comentar assim que se aproximou da mesa do refeitório.

-Acho que está vendo coisas.- Jisung fala e os meninos se viram em sua direção assustados, afinal estavam fofocando sobre ele.

-Eu não acho que aquilo tenha sido minha imaginação.- 

-Talvez tenha sido a imaginação de todos afinal.- respondeu grosseiramente se sentando e os meninos se calaram.

-Han, não foi bem assim que acon- Minho chegou na mesa tentando se explicar, mas foi cortado.

-Me deixa em paz Lee, apenas fique na sua que eu fico na minha.-

-Não, nós precisamos conversar.-

-Nossa conversa acabou há muito tempo.- Jisung disse e por fim deixou a mesa, indo em direção à cantina.

-O que está acontecendo Minho?- Chan perguntou estranhando o comportamento de ambos.

-Somos amigos de infância.-

-Tá explicado!- Seungmin exclamou.

-Mas amigos não deveriam brigar.- Jeongin disse.

-Temos um passado conturbado.- se explicou se sentando ao lado de seus amigos.

De repente Han passou correndo por todo o refeitório, e em seus ombros tinha um pássaro verde, o que deixou seus amigos preocupados.

-Ele vai de novo.- Changbin comentou olhando o menino sair apressadamente pelas portas de vidro do refeitório.

-Devemos o seguir?- Hyunjin perguntou ansioso.

-Eu não quero ver ele naquele estado de novo, mas nós temos que participar da aula.- Chan respondeu suspirando. -É o dever dele fazer isso, se ele precisar de nós ele virá.- 

-Mas- Felix foi interrompido.

-Ele virá se precisar de nós.- Chan repetiu e o menor assentiu tristemente com a cabeça.
 


Notas Finais


Oi gente, obrigada por lerem!
E me desculpem pelo capítulo pequeno, eu estou com uma alergia dos infernos porque a burra aqui resolveu dar uma geral no guarda roupas e não tomou remedinho de alergia, ou seja, agora estou de cama, de qualquer forma prometo trazer um capítulo maior amanhã para recompensá-los.
Beijuuus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...