História Você é tipo droga - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Felipe Neto
Personagens Felipe Neto, Personagens Originais
Tags Felipe Neto, Você
Visualizações 51
Palavras 1.066
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, essa e mais uma nova historia, espero que gostem!!

Capítulo 1 - Ela me traiu...


Casa dos seus pais, 18 de junho 2018 -9:41


Despertada ao som de gritos ao lado de fora da casa. Meu telefone movimenta-se em sinal de mensagem

Sorriu ao ler o nome do contato...

Velho Rabugento <3

Era Felipe Neto, meu primo, sua vida era corrida e quase não se falamos, eu sinto saudades dele


Mensagem ON


– Oi! Tudo bem?  


– Sim, e com você? 


– tô bem, vem aqui em casa? Vai ter uma festa


– Ah, tá bom


Mensagem OFF


Claro que eu não pude deixar de ficar feliz com esse jeito dele, como de quem não quer nada


Com esses pensamentos bobos eu me levanto e sigo em direção ao banheiro, fazendo minha higiene


Após pronta, desço para tomar café



– Bom diaa!! –falo em um tom animado

– Bom dia, que animação é essa? –Pergunta minha mãe colocando uma xícara de café para mim

– Felipe –solto um sorriso bobo

– Ele vai dar uma festa lá na casa dele?

–Isso, ele convidou vocês?–falo me referindo a ela e meu pai–

– Sim, mas eu acho que não vai dar pra irmos –faz uma carinha triste– deixa para próxima

– Puxa, que droga –falo terminando meu café– Viu as chaves do meu carro?

–em cima do rack –a mesma aponta para as chaves

Hilário, ela acha as coisas com tanta facilidade... Mágia? Não sei...

–Oh, obrigado! –pego as mesmas e subo para fazer minhas higienes

13:58

•A hora passou voando, me levanto e começo a me arrumar, nada extravagante, na verdade bem simples mesmo, uma calça jeans e uma blusa do brasil ((da sua preferência))•

– Onde eu deixei as chaves mesmo? –olho para a mesinha de cabeceira e lá estava a mesma – AFF – Resmungo e desço


– Tchau pai, mãe! – passo diretamente por eles  indo ao encontro da porta, mas ainda meu ato foi interrompido

– Filha, tome cuidado – Meu pai diz e me acompanha

–Sim, sempre – abraço o mais velho e saio em direção a garagem, entrando em meio carro e dando partida seguindo ao meu destino...

NetoLand, 14:01

Consegui chegar em um bom horário, pelo menos...

Toco a campainha sendo atendida por Bruno


– Bruno!!!

– (S/n)! Que surpresa!! Estava com tantas saudades – Me dá espaço para entrar

– Imagina eu!! A vida vocês é tão corrida –entro

– Felipe ficará feliz ao te ver!

– Será? – acompanho Bruno e sinto meu coração disparar

– FELIPE! – Grita Bruno esperando a resposta de Felipe

– Oque f... (S/N)!!!!!!! Aah que saudadees – mesmo corre para me abraçar com um sorriso no rosto

– Felipe –retribuo o abraço com o maior sorriso–


• “Foi como se você, ali, parado na minha frente, fosse a realização de todos os meus sonhos. No seu abraço eu encontrei toda a paz e calmaria que passei a vida procurando. O seu sorriso é meu ponto de equilíbrio e felicidade, onde encontro coragem e espanto os medos e dúvidas.” •

��
Alguns minutos depois ��


O jogo começou, e vocês sabem né?


Gol para lá, cornetada para cá, gritarias...



•Quebra de Tempo•


Fim de jogo, e a pior parte é ter que mais tarde ir embora

– Felipe vamos gravar – Bruno fala com a câmera já na mão

– Tá – pega a câmera e começa a gravar

–OLÁÁ... E todo mundo calou a boca gente, adorei funciona – Todos riem

Felipe: EU SOU FELIPE NETO E SEJA BEM VINDO PARA MAIS BULLULU, estamos aqui óh, todo mundo desanimado por que o Brasil não conseguiu vencer o jogo. Tá agora finjam que o Brasil venceu o jogo!

– pff, patético –penso e grito junto com os outros


�� Alguns minutos depois ��

•Felipe já tinha descolorido o cabelo e foi para o cinema carregar o celular, Bruno com a câmera foi lá e gravou•

E lógico eu fui lá



–Entro e fecho a porta–

–Feh? Oque foi? – Ele me olha rapido e abaixa a, vou até o maior e o abraço

– A Bruna... – fala se abraçando mais forte a minha cintura

– Terminaram? –ele apenas concorda com a cabeça

– Eu fiz de tudo, eu dei a ela de tudo, e ela me trai

 

– Hey Felipe, não fica assim, você é um homem forte e incrível... Não deve ligar para isso, agora eu quero que dê seu melhor sorriso para as 23 milhões de pessoas que te acompanham e te amam

– Obrigado (s/n), eu te amo. Hey dorme aí hoje –Se desfaz do abraço e me olha

– Durmo... – respondo sem pensar e ele me abraça novamente mas rapidamente se desfaz

– Obrigado


Eu saio de lá, e depois de uns minutos ele saí


–Quebra de tempo–


Ele acaba de pintar e termina o vídeo e vem em minha direção

– Eaí, oque achou? – O maior pergunta dando uma voltinha, para ter uma visão mais ampla de sua nova cor

– Incrível!! Amei – Apenas riu da situação

– Aí que ótimo –ri também

– vou lá ver o Luccas

– Ok

Subo e Geek vem logo me pulando, me abaixo e faço carinho nele

– Me espera aí garotão

Ele se senta e eu vou até o quarto do Luccas, onde ele aparentava estar, e bato na porta

– (S/N)!!! Quanto Tempo! Como você está? – ele me abraça rápido

– Tô bem!! E você?

– Bem

– (S/N)! –grita lá de baixo

– SIM!? –grito também*

– QUER UMA CERVEJA?

– QUERO – estava doida para beber e esquecer um pouco dos estresses da vida

– VEM CÁ ENTÃO

Luccas apenas ri

– Vai lá

– Depois a gente conversa, eu vou dormir aqui mesmo!

 – Sério?!?

Apenas concordo com a cabeça e desço

– Cadê?

– Toma cachaceira *me entrega a lata*

– Obrigado *pego a lata da mão do maior e a abro tomando o liquido*


–Quebra de Tempo–

• Todos já haviam ido embora, e Bruno para seu quarto •

– Vamos –felipe dá um sorriso que eu deduzi ser falso

– Sim... –falo e subimos

No quarto de Felipe


– Eeh, Felipe... Pode me emprestar uma blusa? –falo com vergonha e corando

– Sim, pode pegar lá no closet

– Ok, obrigado –saio e pego uma blusa, trocando minha roupa ficando apenas com a lingerie e a blusa dele – Hupf, que vergonha – falo baixo e saio do closet, indo ao quarto

Ponto De Vista - Felipe Neto

Ela sai com minha blusa, que estava linda nela, droga

– V-vamos ver um filme? –gaguejo

PORRA FELIPE NÃO GAGUEJA CARA!!

– C-claro –a garota gagueja e desfarça com um sorriso e deita se cobrindo

Aah, esse sorriso lindo

• Me levanto da cama e coloco um filme, e me deito ao seu lado
 
...


No final estavam deitados de conchinha dormindo



  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...