1. Spirit Fanfics >
  2. Você era arte para mim >
  3. Obra prima

História Você era arte para mim - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Obra prima


Fanfic / Fanfiction Você era arte para mim - Capítulo 1 - Obra prima

você sempre me dizia sobre quão incrível eram os livros que lia, me levava ao cinema e aos museus, e mesmo que eu achasse todas aquelas coisas tão fúteis - uma pena eu ter demorado tanto para entender a arte que era você - mas eu adorava te ouvir falar por horas e horas sobre como aquele filme tinha uma crítica social incrível e como tal artista tinha expressado sua dor naquele quadro que vimos na visita ao museu semana passada, e achava fascinante como você colocava uma mecha do cabelo atrás da orelha apenas para tirá-la outra vez sem ao menos perceber, ou como você ficava corada quando me pegava te encarando enquanto falava, como fazia um bico fofo quando reclamava daquele seu chefe chato que sempre pegava no seu pé, amava ler e reler aqueles seus poemas que você escrevia todo dia em qualquer pedaço de papel que encontrasse pela casa e colocava na porta da geladeira juntos com sua coleção de imãs de gatinho; pqra mim aquilo era arte, seus olhos se abrindo lentamente de manhã bem cedo, porque você gostava de assistir o nascer do sol enquanto bebericava seu chá de hortelã, era arte quando você andava pela casa com seus moletons que cabiam duas de você e os meus chinelos de ursinho, era arte quando eu chegava a noite do trabalho e te encontrava cantando distraidamente na cozinha enquanto preparava o jantar, sua voz, seus olhos, seu sorriso, o sorriso que fazia suas covinhas fofas aparecerem, tudo, absolutamente tudo em você era arte pra mim, atè mesmo quando você ficava irritada porque eu tinha o péssimo hábito de esquecer as luzes acesas pela casa, ou quando esquecia de usar o porta copos - o que fez nossa mesa de centro da sala ficar cheia de marcas - e franzia as sobrancelhas, eu adorava observar cada detalhe seu, eu adorava aquelas pintinhas que você tinha no rosto, eram três, uma abaixo do olho esquerdo, uma bem na ponta do nariz, e uma no queixo, lembra quando eu beijava cada uma delas? Tudo em você exalava arte pura, e mesmo que eu não entendesse de arte como você, qualquer leigo na área me confirmaria como você era uma verdadeira obra de prima, e foi no museu do meu coração que eu resolvi te guardar, agora eu estou aqui, sentada na varanda do nosso apartamento bebendo o mesmo chá de hortelã que você adorava enquanto encaro o nascer do sol mais uma vez, ontem eu fui naquele museu que fomos juntas da última vez, e acho que finalmente entendi toda a dor que havia naquele quadro, agora eu entendo aquele seu livro preferido, e aquela sinfonia, uma pena ter demorado tanto para entender, talvez pudéssemos estar agora falando sobre todos esses assuntos que você tanto gostava, isso se seu corpo não estivesse a sete palmos debaixo da terra, lembra que eu falei que achava lindo como você era distraída? Acho que você deveria ter prestado mais atenção quando atravessou aquela rua

mas assim como a arte você sempre vai viver, pelo menos no meu coração 


Notas Finais


* desculpem os possíveis erros
* letras minúsculas de propósito


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...