História Você Foi o Melhor de Mim - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jung Hoseok (J-Hope), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga)
Tags Sope, Yoonseok
Visualizações 7
Palavras 2.541
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie. Antes de tudo, desculpem qualquer erro.
Não tenho muito o que falar apenas boa leitura e obrigada a quem está dando uma chance ♥

Capítulo 2 - Capítulo 2


Yoongi andava se arrastando pelos corredores, acabara de chegar a escola e só queria voltar para sua casa e se jogar na cama. Seu sono estava tão grande quanto os ombros de Seokjin, que estava um pouco mais a frente remexendo a mochila com um biquinho e cenho franzido

— Não trouxe o lanche de novo? – perguntou ao se aproximar do mais velho

— Exatamente isso, como vou sobreviver aos primeiros horários sem comer nada?

— Morrer você não vai.

Jin revirou os olhos e puxou a manga da camisa de Yoongi, um pedido mudo para irem andando. Havia diversos calouros naquela manhã, era começo de semestre para muitos cursos. Jin fazia artes cênicas e Yoongi estava cursando biologia, apesar de serem de cursos diferentes, viviam grudados pelos corredores quando podiam.

— Eu falei que meus pais me levaram na psicóloga? Pois é, fui uma vez e já quero desistir – Yoongi comentou irritado

— Morrer você não vai – Jin repetiu a fala do mais novo que revirou os olhos e riu

— Vai pra aula, a gente se vê na saída

— Ué, vai me pegar um lanche porque esqueci o meu? – Jin perguntou esperançoso com as mãos juntinhas perto do rosto, dava pra ver o brilho nos seus olhos

— Ué digo eu, você quem disse que ia me levar pra comer. Se vira, quero meu lanche.

Yoongi disse e correu para sua sala, se desse sorte conseguiria uma cadeira no fundo e conseguiria dormir 20 minutos antes das aulas começarem

Seu cochilo demorou bem menos do que esperava e a aula durou mais do que deveria. A hora do almoço chegou e Yoongi foi para o refeitório, apesar de não se sentir confortável de estar perto de tanta gente, gostava de passar esse tempo na companhia de Jin, que trazia junto, as vezes, seu amigo Jimin ou Namjoon – o qual Yoongi adorava mas evitava ficar perto, os dois davam ânsia de tão melosos, sempre faziam a sonsa quando o assunto era "quando vão se assumir". Todo mundo sabia que ali tinha alguma coisa.

— Hm, prova esse bolo – Jin ofereceu assim que Yoongi se sentou a mesa

— Cara, você só fala em comida, você vive comida

— Mas é claro, comida é melhor que gente

— Melhor que eu? – Yoongi quis saber

— Com certeza – o mais velho respondeu de boca cheia

— Melhor que o Namjoon? – Jin o olhou e deu de ombros

— Ele é legal – falou limpando a boca

Yoongi deixou suas coisas ali e avisou que ia comprar alguma coisa, agradeceu mentalmente que só havia uma pessoa no caixa, geralmente era lotado.

Ao se aproximar, reparou na roupa que a pessoa usava. Era familiar. Tentou ver o rosto mas não conseguiu, balançou a cabeça e pediu um salgado, era besteira achar uma roupa familiar e achar que era uma pessoa específica, várias pessoas possuíam um mesmo modelo de roupa.

Pegou seu salgado e voltou para a mesa e Jin continuava comendo, porém dessa vez, também estava fazendo alguma coisa em seu caderno

— Estudando? – perguntou como se já não soubesse, Jin apenas assentiu – Aliás, cadê o Jimin?

— Fez amizade com um tal de Taehyung e um tal de Jungkook veio junto como um bônus. Agora são tipo trio parada dura, Os Três Terríveis.

Yoongi sorriu com o comentário de Seokjin mas logo mudou fechando a cara, estava confuso, o que ele fazia ali?

— Que foi? Viu seu ex? – Jin riu e virou para trás tentando ver o que ali havia

— Ha ha, meu ex é minha mão na sua cara – Yoongi revirou os olhos – é só o carinha que vi na psicóloga. Não sabia que ele estudava aqui

A hora do almoço acabou e tanto Seokjin quanto Yoongi levantaram e se direcionaram para fora do restaurante, o campus estava lotado do lado de fora, era hora de voltar para aula

— Só tenho mais um horário e você?

— Tenho mais dois – Jin disse

— Ah, então vou te esperar bem aqui. Nesse lugar. Quero entupir o cu de salgados e chocolate hoje – disse sorrindo

Jin deu de ombros, se despediu e foi em direção a seu prédio, Yoongi fez o mesmo.

Yoongi passou cerca de duas horas esperando Jin, que estava, obviamente, atrasado pra variar. Não duvidava que ele tivesse esquecido ou feito a sonsa porque não queria alimentar o amigo.

Estava totalmente esparramado no banco que havia ali, sua coluna já doía. Quando começou a achar patético demais continuar ali e perceber que caiu como um patinho na chantagem de Jin, avistou um pouco distante entre algumas pessoas aquele topete inconfundível.

Yoongi quis negar com todas as forças, não queria cogitar aquilo mas sabia que era inevitável, Namjoon estava com Jin e eles estavam vindo em sua direção

— Ah, não. Não quero segurar vela não, senhor Seokjin – Yoongi disse fazendo ainda mais corpo mole no banco

— Segurar vela? – Namjoon questionou sorrindo – Só vamos comer, baixinho

— Isso soou sujo, Kim – Yoongi disse rindo – Vamos logo

Yoongi adorava Namjoon mas segurar vela não era seu hobby preferido. Não que eles dois ficassem aos amassos sem nenhuma vergonha na cara, o que realmente incomodava era o fato deles entrarem em uma bolha só deles em alguns momentos, o jeito carinhoso que se tratavam e as vezes suaves. Dava para sentir o clima de romance de longe.

Naquele dia isso teria de ser suportado pois tinha uma coisa mais importante, que Yoongi sabia que valeria a pena aguentar toda essa frescura, havia comida de graça em jogo.

Os três foram para uma lanchonete próxima ao campus que era muito frequentada pelos universitários, pediram alguns salgados e doces, refrigerante para acompanhar

— Hm, pode trazer um soju também? – Yoongi pediu ao garçom que apenas concordou com a cabeça

— Já vai começar? Isso é hora de beber? – Jin perguntou claramente irritado

— Relaxa, vou misturar com a Coca-Cola e toda hora é hora, baby

O Kim suspirou e Namjoon apertou o ombro do mesmo, começaram a conversar sobre um seriado que gostavam e Yoongi passou os olhos pelo local, estava relativamente vazio. Do outro lado, em uma das mesas escondidas, estava ele.

Yoongi não queria ficar olhando mas alguma coisa o fez perder minutos fazendo isso. Ele estava de fone e parecia concentrado demais em seu caderno. Queria matar sua curiosidade, a pergunta martelava em sua mente, ele já estudava aqui antes ou apareceu agora?

De repente o garoto solitário levanta a cabeça e olha na direção de Yoongi como se já soubesse.

Com uma expressão levemente confusa o encara e levanta uma das sombrancelhas. Nenhum dos dois pisca ou faz qualquer movimento até o garçom se por entre os dois, a comida chegara, despertando Yoongi do transe que agradeceu o garçom e quando olhou novamente para o garoto, ele já estava novamente com a cara enfiada no caderno.

— Cara, você viajou legal – Namjoon comentou – Nem bebeu e já teve crise existencial?

— Hm, não. Não foi nada.

Yoongi não disse mais nada, apenas comeu e bebeu o que tinha para beber. Jin e Namjoon voltaram a conversar, Yoongi os observava, era bonito de ver então talvez fosse ainda mais bonito de viver aquilo.

Tentou não olhar para a mesa do outro lado, até porque não fazia sentido encarar estranhos. O cara podia achar que ele era um pervertido, um sequestrador ou algo do tipo.

Mas quando se rendeu e olhou para a mesa, ele já não estava lá. Yoongi se perguntou se ele estava ficando louco de vez ou o garoto só havia ido embora mesmo

No dia seguinte, Yoongi despertou com uma ligação de Jin. Não conseguira dormir cedo muito menos dormir bem, então pela madrugada pediu para que Jin o buscasse de carro.

— Hm – Yoongi murmurou, com sono demais para dizer algo coerente

— Em 15 minutos eu chego ai – Jin disse do outro lado da linha

— Aí, eu estou com uma dor de barriga. Acho que foi a coca-cola – disse tentando soar doente

— Ah, me poupe, isso nunca aconteceu, Yoongi. Levanta a bunda da cama que já eu chego aí – Yoongi bufou e respondeu apenas um "tá", desligando em seguida

Olhou as horas no aparelho e percebeu que estava quase atrasado, se arrumou e comeu alguma coisa. Quando estava saindo da cozinha ouviu sua mãe o chamar, parecia receosa, seu pai tomou a frente, ele parecia firme e Yoongi realmente não estava entendendo, o que ele tinha feito de errado?

— Hoje – seu pai fez uma breve pausa – hoje tem consulta novamente

— Hm.. Quantas vezes vou precisar dizer que não sou louco? Não gosto de ir para aquele lugar, odeio isso

Yoongi falou frustrado, não aguentava mais se sentir um problemático.

Ouviu a buzina e sem pensar duas vezes saiu de casa, com cara de poucos amigos como antigamente. Seu humor melhorou após conhecer Jin, impossível ficar sério com a piada em pessoa.

— Parece que a madame acordou com o pé esquerdo – Jin comentou colocando seus óculos escuros e arrancando

— Não enche – Yoongi disse ríspido

— Mas cê tá brava, meu amor? – o mais velho debochou rindo

— Vou ser obrigado a ir de novo naquele lugar, não quero ir nem que me paguem

— Não é questão de querer ou não, Yoongi. Você precisa ir, afinal, você sabe melhor do que ninguém que a situação não é boa. Achei que seus pais demoraram bastante

Yoongi não disse nada, sabia que se não tivesse surtado a ponto de quase acertar sua mãe com um vaso, nada disso estaria acontecendo

— Tudo por conta de um pequeno incidente – disse baixo mais para si que para Jin

Afundou no banco do carona e cobriu a cabeça com o capuz do moletom tentando esconder o rosto, cruzou os braços e ficou quieto até chegar no campus.

Foi direto para sua sala, a aula estava pra começar então dormir estava fora de cogitação. Quando se sentou, um vulto passou ao lado, Yoongi virou e o viu. O que ele estava fazendo ali?

O garoto se sentou na última cadeira, no fundo da sala e levantou o olhar, encontrando os olhos de Yoongi. Rapidamente abaixou a cabeça e se reclinou na mesa, evitando qualquer contato visual. Porém Yoongi continuou olhando, o garoto do consultório que virou garoto da lanchonete, estava ali deitado sobre a mesa. Ele existia e Yoongi não estava louco.

O professor adentrou a sala e avisou que tinha um aluno novo chamado Jung Hoseok e pediu que a sala cuidasse e respeitasse o colega. O discurso padrão. Yoongi o olhou por cima do ombro e ele parecia estar vermelho

— Então o nome dele é Hoseok – sussurrou para si a nova descoberta

A aula prosseguiu normalmente, a cabeça de Yoongi martelava o tempo inteiro como ele não iria para casa e sim ir falar com a tal psicóloga.

Sem perceber, Hoseok o observava. Era dia de consulta, queria saber se aquele que descobrira ser Yoongi, iria também. Pensou em chamá-lo para irem juntos mas a timidez falava alto além de nunca terem trocado uma palavra sequer.

— Alunos – o professor chamou – peço que formem duplas, irei passar uma atividade valendo alguns pontos

Logo o ambiente foi tomado por murmurios e algumas cadeiras sendo arrastadas, Yoongi sempre fizera sozinho, parte por escolha própria, parte por ninguém querer fazer com ele. O professor explicou o que queria e quando receberia, e por fim, notou que Yoongi e Hoseok estavam isolados, cada um no seu canto

– Sr.Jung, você pode fazer com o Sr.Min. Creio que vão se dar bem – o professor sugeriu apontando para Yoongi e Hoseok pôde ouvir algumas risadinhas – silêncio! Por favor, usem o resto do horário para planejar como serão feitas suas atividades

Mesmo sem entender o motivo das risadas e um pouco hesitante, pegou sua cadeira e sentou-se do lado de Yoongi. Nenhuma palavra. Apenas um olhar intimidador que claramente expressava o descontentamento de Yoongi com aquilo. Hoseok evitou outro contato visual, ficou apenas quieto e observando os outros.

Yoongi claramente não gostou da decisão do professor, gostava de fazer sozinho o que quer que fosse. Não queria falar com o tal Hoseok então apenas fez o mesmo que ele um tempo atrás, cobriu a cabeça com o capuz do moletom e reclinou-se sobre a mesa, decidido a tirar um bom cochilo.

O horário do almoço chegou e o barulho de todos saindo da sala acordou Yoongi. Ele não estava com um pingo de fome e acabou ficando irritado por ter sido acordado, porém continuo com a cabeça baixa e de olhos fechados

Não demorou muito para ouvir alguém chegando e o cutucando, levantou a cabeça e viu Seokjin ali. Todo sorrisos. Aquilo pareceu o deixar mais irritado então apenas abaixou a cabeça mais uma vez e murmurou apenas "hm"

— Vamos comer, hoje o Namjoon trouxe kimbap para nós – disse voltando a cutucar as costas de Yoongi

— Não quero, estou sem fome – disse com sua voz abafada

— Vamos, você vai gostar – tentou convencê-lo

Yoongi sentiu mais uma vez uma raiva incomum surgir. Tentou respirar fundo mas não era novidade que era impossível controlar aquilo

— Caralho, Seokjin. – gritou e levantou-se de vez fazendo a cadeira cair – eu já falei que não quero comer porra nenhuma. Eu tento ser legal mas você não colabora – disse e empurrou Jin – me deixa, ok? Eu não preciso da comida do seu namoradinho

Jin se afastou um pouco chocado, claro que não era a primeira vez que lidava com as explosões de Yoongi mas o jeito agressivo sempre o surpreendia.

— Você precisa comer, Yoongi. Mas se prefere ficar com fome e passar mal, problema seu. Me procure quando melhorar. – Jin disse e saiu da sala fechando a porta

Yoongi chutou sua mesa e esmurrou a parede, resultando uma mão machucada. A porta abriu e uma das garotas de sua sala entrou, quando percebeu a situação, seus olhos se arregalaram e o medo em seu rosto era evidente

— O que foi? Nunca viu ninguém com raiva? Sai daqui.

A garota saiu correndo no mesmo instante. Yoongi bufou com raiva e arrumou a mesa, logo depois sua cadeira. Sentou-se e pegou seu caderno e uma caneta, riscando rápido e com força até rasgar a folha.

Quando todos voltaram, Yoongi já estava mais calmo. A garota ainda o olhava com certo medo. Começou a pensar se não tinha exagerado ao gritar com ela, não gostava de elevar a voz para garotas, não gostava de tratar ninguém mal, na verdade. Lembrou-se de Jin e sentiu como se uma tonelada de culpa estivesse sobre seus ombros. Tinha pisado feio na bola.

Quando as aulas acabaram, Yoongi se levantou e foi em direção a Hoseok. Ouviu murmurios e apostava que era a garota de mais cedo fofocando o ocorrido para as amigas.

— Hm, se der para você, amanhã podemos ir para a biblioteca decidir o que faremos, depois da aula – Yoongi falou simples. Hoseok estava sentado arrumando suas coisas, parecia nervoso

— Claro. Biblioteca, depois da aula, amanhã.

Hoseok confirmou sem olhar muito para cima - ou seja, para Yoongi. Observou-o andar até o grupo de meninas que não estavam tão distantes deles

— Sinto muito por hoje mais cedo, eu estava irritado.

Ouviu Yoongi dizer e sair, olhou confuso para as meninas que logo saíram da sala. Hoseok terminou de arrumar sua mochila e desejou saber o que tinha acontecido


Notas Finais


E aí, o que acharam? Até o próximo capítulo :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...