História Você foi o melhor pra mim - Capítulo 82


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Drama, Romance
Visualizações 47
Palavras 2.138
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa noite meus amores!!!

Desculpem os erros...

Foto da capa: Felipe e Jade

Capítulo 82 - 2 temporada - Capítulo 80


Fanfic / Fanfiction Você foi o melhor pra mim - Capítulo 82 - 2 temporada - Capítulo 80

CHRIS POV.

Depois de deixar a Ju no estúdio fui até a gravadora do meu pai pra saber como estava os preparativos para o encontro com os meus fãs.

Cheguei em frente a gravadora e estava cheio de fãs e paparazzi na porta. Estacionei meu carro, coloquei meu óculos escuros e sai do carro, quando eles me viram começou a gritaria, não dava pra entender direito só algumas coisas como "tira uma foto comigo" "Eu te amo".

Chris: -Pode deixar, eu vou atender eles- falei para os seguranças que chegaram do meu lado -Calma pessoal, eu vou atender todos vocês- falei e eles deram uma acalmada. 

...

Atendi todos os meus fãs, tirei fotos, abracei, dei autógrafos, fiz questão de dar muita atenção pra eles e nem dei atenção para os paparazzi que ficavam me chamando toda hora, mas quando eu estava entrando uma pergunta me chamou atenção e me fez parar.

Paparazzi: -Por quanto tempo você pretende usar essa sua nova conquista?- fuzilei ele com os olhos e entrei, não valia a pena responder

Entrei na gravadora e fui até a sala do meu pai, onde eu tinha certeza que ele estaria

João: -Olha só quem apareceu- disse quando entrei em sua sala

Chris: -Você que sumiu esse final de semana, o que estava fazendo?- dei um toque de mãos com ele e sentei na cadeira em frente a sua mesa

João: -Descansando um pouco- disse sorrindo

Chris: -Quero conhecer ela- falei e ele arqueou as sobrancelhas

João: -Vou pensar no seu caso- ele levantou e pegou um envelope em cima de outra mesa que tinha na sala -A Emily não quis deixar o nome dela na certidão do Gui, então só tem o seu nome agora- disse me entregando o envelope com a certidão de nascimento

Chris: -Melhor ainda, não quero que ele ousa nem o nome dela. Conseguiu marcar o dia do encontro?

João: -Vai ser depois de amanhã eu um teatro, você só tem que ver como vai fazer isso

Chris: -Fica tranquilo que eu já pensei em tudo

Eu já tinha pensado em tudo, faria uma postagem sobre o encontro e as pessoas que comentarem participa do sorteio que irei fazer.

Estou ansioso pra esse encontro...

[...]

JU POV.

Ontem a Bina me ligou pedindo pra avisa que não levaria o Gui pra casa porque ele estava dormindo, mas eu acho que ela só não queria ir pra casa dos Borges pra evitar o Lipe que pelo que eu vi nas redes sociais está se divertindo muito.

Ainda bem que eu voltei antes, o Theo estava atolado de trabalho.

Estava concentrada editando umas fotos quando deram duas partidas na porta e abriram em seguida.

Theo: -Posso entrar?- pergunto da porta

Ju: -Não precisa nem perguntar, meu amorzinho- ele sorriu e entrou sentando na cadeira em frente a minha mesa

Theo: -Já consegui resolver tudo, quer alguma ajuda?

Ju: -Não precisa, já estou terminado. Já que você está aqui quero saber das novidades- levantei e puxei ele até o sofá da minha sala

Theo: -Não tenho novidades, já te contei tudo ou você esqueceu que você me mandava mensagem todos os dias perguntando como eu estava?

Ju: -Você tem razão- falei rindo e a porta foi aberta de novo, mas dessa vez foi a Bina -Olha quem apareceu

Sabrina: -Vocês não trabalham não? Ficam ai sentado conversando, quero se igual a vocês um dia

Theo: -Trabalhamos e muito, agora para de reclamar e senta aqui com a gente- ela assentiu e sentou entre nós

Ju: -Que carinha é essa?- perguntei e ela deitou colocando a cabeça no meu colo e as pernas no colo do Theo

Sabrina: -Nesses últimos dias as coisas parecem que viraram de cabeça pra baixo e agora vem essa fofoca- disse enquanto eu fazia carinho em sua cabeça

Theo: -Mas aquilo que falaram é mentira né?- olhei pra eles sem entender do que eles estavam falando e o Theo percebeu minha confusão -Tem umas fotos rolando na internet da Bina com um homem bem próximos e algumas com eles no shopping conversando

Ju: -Você traiu o Lipe?- bati em sua testa

Sabrina: -Aí, claro que não eu nunca faria isso- passou a mão onde eu bati -Ontem quando eu estava passeando com o Gui eu conheci o Leo, ele foi super gentil e me ofereceu ajuda pra levar as coisas até o carro, mas no estacionamento eu acabei passando mal e ele me ajudou. Agora alguém tirou essas fotos e estão me perturbando com isso

Theo: -O Lipe deve estar furioso com isso tudo

Sabrina: -Não está não, se estivesse já teria me ligado- deu de ombros

Ju: -Conversa com ele antes que ele veja na internet

Sabrina: -Eu tenho mais o que fazer do que ficar correndo atrás dele. Tô indo meus amores, só passei aqui pra dar um beijo em vocês- nos deu um beijo e saiu antes que falássemos alguma coisa

Theo: -Tomara que eles se acertem logo, por que esse Leo não está pra brincadeira, esta marcando em cima

Ju: -Eu também torço pra que eles se acertem, mas a escolha e dela

SABRINA POV.

Decidi passar no estúdio da Ju antes de ir para a minha sessão de fotos, mas quando percebi o rumo que nossa confessa estava indo decidir ir embora antes que eu começasse a chorar.

Não está sendo fácil pra mim ver a pessoa que e amo por aí como se eu não existisse.

...

Quando cheguei no estúdio a fotografa me avisou que a sessão foi cancela e eu estava livre.

Meu celular começou a tocar, vi que era o Lipe e decidi ignorar, não quero conversar com ele agora. Se eu atendesse a gente iria brigar e eu não estou bem com todas essas brigar.

Estava indo pegar meu carro quando encontro a Jade vindo em minha direção.

Jade: -Oi querida, como você está?

Sabrina: -Estava bem até ver essa sua cara de piranha na minha frente

Jade: -Sua mãe não te deu educação não garota?

Sabrina: -Deu sim, mas eu só uso com quem merece e esse alguém não é você- passei por ela esbarrando em seu ombro

Jade: -Manda um beijo para o Lipe e fala pra ele que eu estou esperando ele para uma segunda vez- respirei fundo pra não voltar e dar na cara dela e segui meu caminho

Entrei no meu carro e quando ia dar partida meu celular toca, era um número desconhecido, então decidi atender

Ligação on.

Sabrina: Alô?

Desconhecido: Bom dia, queria saber se você aceitar tomar um café comigo hoje?

Sabrina: Quem está falando?

Desconhecido: Agora eu fiquei ofendido, depois de carregar seu sobrinho, e te perturbar ontem, você não lembrar de mim?!

Sabrina: Sua voz é um pouco diferente pelo telefone, desculpa. Não vou nem perguntar como você conseguiu meu número..

Leo: tenho meus contatos, mas e aí, vamos tomar um café?

Sabrina: Sim...

Ligação off.

Ele desligou sem me deixar falar, dei deu de ombros e quando ia dar partida no carro me assusto com ele entrando no meu carro.

Leo: -Pensava que não ia aceitar nunca, já estava ficando cansado de ficar lá fora- fechou a porta e me olhou com um sorriso divertido no rosto

Sabrina: -Sério, estou começando a ter medo de você

Leo: -Relaxa que eu não sou nenhum assassino, só quero tomar um café com você- disse levantando a mão em sinal de rendição

Sabrina: -Vou ir tomar um café com você, mas quero que me explique como conseguiu meu número é como sabia que eu estava aqui- empurrei ele pelo ombro e ele assentiu

....

Escolhi ir no Starbucks já que eu amava o ambiente e lá era o lugar mais tranquilo pra que a gente pudesse conversar e nenhum paparazzi nos perturbasse

Sabrina: -Você já pode me explicar...- falei enquanto tomava meu frapucino de chocolate

Leo: -Eu te vi saindo da sala da minha irmã que é a dona do estúdio que você estava e tive que implorar pra ela me dar seu número

Sabrina: -Não sei de devo acreditar- falei arqueado a sobrancelha

Leo: -Se você quiser pode perguntar pra ela, ela vai te confirmar tudo. Não precisa ter medo, eu só quero ser seu amigo, ou a modelo Sabrina Albuquerque não pode ter um amigo dono de um quiosque de sorvete?

Sabrina: - Para de ser besta, você falando assim até fica parecendo que eu ligo pra essas coisas

Leo: -Eu sei que não liga, isso que te torna especial. Agora mudando de assunto, como você está?

Sabrina: -Estou bem, só foi uma queda de pressão, vem acontecendo comigo ultimamente, acho que é o estresse

[...]

Passamos um bom tempo conversando e quando vimos a hora já passava das uma da tarde. Pagamos o que consumimos e quando estávamos saindo dou de cara com o Lipe.

Lipe: -Amor, a gente precisa conversar

Sabrina: -Se você não percebeu eu estou acompanhada e não quero falar com você agora

Lipe: - Por favor, eu preciso falar com você

Ele estava estranho, estava com os olhos vermelhos e abatido.

Leo: -Vai lá, eu tenho que ir para o quiosque, depois a gente se fala- assenti. Ele me deu um beijo na bochecha e saiu

Lipe: -Não gostei desse cara

Sabrina: -Você não tem que gostar dele, ele é meu amigo não seu

Lipe: -Amor, para com isso, eu não quero brigar- se aproximou e pegou minha mão o que me fez relaxar com seu toque

Sabrina: -Ok, vamos pra minha casa lá a gente pode conversar melhor- ele assentiu e foi comigo até meu carro. Ele pediu para ir dirigindo e eu concordei

Chegamos em vinte minutos e fomos direto para o meu quarto. Sentamos na minha cama e eu fiquei olhando pra ele, esperando ele começar a falar

Felipe: -Eu quero acabar com esse clima estranho entre a gente. Eu te amo muito e isso está estragando nosso namoro. Me perdoa por estar sendo um idiota nesses últimos dias?- disse com lágrimas nos olhos e me puxou pra um abraço que eu fiz questão de retribuir

Sabrina: -Amor eu te perdoou, eu também errei, mas não é só isso que você quer me contar, me fala o que está acontecendo- me afastei e sequei seu rosto que estava banhado em lágrimas

Felipe: -Bina meu amor eu vou ser bem direto, tá bom?- confirmei com a cabeça e ele continuou falando -Bom... é... que.... eu meio... que te trai

Oi? Como assim meio que me traiu?

Sabrina: -Como assim Felipe?- perguntei só pra ter certeza que era verdade

Felipe: -Eu estou muito arrependido meu amor, eu te amo eu... eu... eu errei, me perdoa- falou chorando igual uma criança e ali eu percebi que era verdade - Eu sou um completo idiota, me perdoa.... eu me deixei levar pelo momento

Eu não consegui falar nada, só fiquei encarando ele, tentando absorver tudo que ele tinha falado. Foi muita informação e isso me deixou um pouco tonta, vi tudo girar, mas conseguir me recompor

Felipe: -Amor, você está bem?- perguntou preocupado

Sabrina: -Eu estou bem e não me chama de amor- falei triste -Me conta o que aconteceu

Ele realmente parecia estar arrependido, seu rosto já estava vermelho de tanto que chorou. Já eu não sabia o que fazer, só queria que isso tudo fosse um pesadelo.

Felipe: -Eu nesses últimos dias fiquei muito amigo da Jade- ele estava chorando igual uma criança e aquilo estava me magoando -ontem quando a gente saiu de uma festa e fomos nos despedir ela me pediu um beijo antes de ir embora... eu não sei o que deu em mim Bina... você é o amor da minha vida, eu estou muito arrependido, por... por favor me... me perdoa

Sabrina: -Ok- disse apenas isso e corri para o banheiro, se eu terminasse de falar não aguentaria e colocaria tudo que comi pra fora ali mesmo. Não deu tempo de chegar no vaso e então vomitei tudo que como mais cedo na pia mesmo.

Felipe: -Amor, o que você Tem? Não é de hoje que você vem passando mal- disse segurando meus cabelos

Lavei meu rosto e escovei os dentes sem falar nada, e ele continuou ali sem falar nada, virei e encarei ele.

Sabrina: -Sai da minha casa Felipe

Felipe: -Amor, eu pensei que você tinha me perdoado

Sabrina: -Eu te perdoei, mas isso não significa que ainda estamos namorado.... sai daqui por favor- virei de costas pra ele

Felipe: -Eu vou, mas eu não vou desistir de você- disse e pude escutar ele saindo

Esperei ele fechar a porta do quarto e fui tomar um banho. Tirei minhas roupas e quando entrei no box e a água morna caiu sobre meu corpo não consegui conter as lágrimas, meu coração está quebrado, tudo por causa desse idiota.

....


Notas Finais


Comentem o que vocês estão achando, é muito importante a opinião de vocês.

BEIJOSSS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...