História Você me aceita? (Gêmeos Jo - Boyfriend) - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Boyfriend, JBJ, NU'EST, UNIQ
Personagens Baekho, Cho Seung Yeon, Kwangmin, Kwon Hyunbin, Ren, Roh Taehyun, Wang Yibo, Youngmin
Tags Duckplot, Gêmeos Boyfriend, Gêmeos Jo, Gentle Femdom, Jbj, Menção Do Kyungsoo, Nu'est, Políamor, Uniq, Youngmin Detetive
Visualizações 129
Palavras 628
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Harem, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá docinhos 👋

Eu simplesmente não tenho capacidade de ficar muito tempo sem postar algo UAHSUHAUSHUAHSUHAS E se cabe mais uma música preferida é aqui mesmo que entra Janus! 😍😍😍

Então esse é como o prólogo da segunda temporada, está meio curtinho mas o próximo será mais longo, prometo. 🙏


Boa leitura~

Capítulo 11 - II Temporada - Senti saudades


Fanfic / Fanfiction Você me aceita? (Gêmeos Jo - Boyfriend) - Capítulo 11 - II Temporada - Senti saudades

 

O som tocava alto no carro, os três ocupantes riam e cantavam junto fazendo ceninha como se estivessem no vídeo da música.

 

You’re not a bad girl... you’re not a bad girl

(Você não é uma garota má, você não é uma garota má)

Nal wihan nunmul geu nunmul geodwo

(As lágrimas derramadas por mim, jogue-as longe)

Geu aega dachyeo na ttaeme dachyeo

(Ela será ferida, ferida por minha causa)

Geureoni chamgo tto chamaya hae

(Por isso eu preciso conter isso)

 

Todo o percurso até o mercado estava sendo muito animado, os gêmeos no banco de trás faziam a Mommy deles rir cada vez mais com as caras e bocas. Quando as sacolas já estavam cheias e o trio caminhava para o carro, Kwangmin iniciou um assunto animado com Youngmin sobre o prato que cozinhariam para o jantar e a Mommy apenas observava seus amores sendo as coisas mais fofas do mundo bem diante de seus olhos.


 

Ao entrar na casa, eles avistaram um homem sentado no sofá, de costas para a entrada, Youngmin desembainhou a faca que havia no cabo falso do guarda-chuva que ele usava e se colocou bem ao lado de sua Mommy.

_ Quem é você? - Foi ela quem falou primeiro.

Antes do, até então estranho se virar para eles, riu brevemente debochado e depois disso ela só precisava confirmar sua suspeita.

_ Olá irmã. - Hyunbin se levantou e já de frente para os recém chegados ajeitava seu paletó.

_ Meninos, podem ir dar uma volta? - Disse sem os encarar.

_ Mas Mommy… - Kwangmin tentou, mas assim que começou a falar, ela se virou para ele com um olhar duro.

Ambos encararam o desconhecido e saíram receosos, não pretendiam se afastar muito, mas também não poderiam ficar em casa pois sua Domme havia lhes dado uma ordem disfarçada de pedido.

 

 

POV’s Domme

_ O que faz aqui? - Perguntei em baixo tom, minhas mãos já suavam.

_ Eu vim porque senti saudades… Noona. - Esboçou um sorriso inocente.

_ Hm. - Apenas consegui proferir um muxoxo pois não poderia jogar para si todos os xingamentos que eu conhecia.

_ Bom, eu vim te ver sim. - Deu alguns passos indo até a janela mais próxima. - Mas eu vim resolver algumas coisas.

Eu sabia muito bem com o quê Hyunbin estava metido nos últimos tempos, só que eu deveria continuar a manter em segredo que eu o vigiava, senão isso acarretaria algum acesso de fúria que eu achava bem possível vindo dele.

_ Então resolva suas coisas o mais rápido possível e volte para onde estava. - Falei seca e ele se virou para mim novamente. Senti uma leve vertigem ao ver seu sorriso.

_ Mas eu não entendo essa sua hostilidade comigo, irmã.

_ Não há hostilidade, irmãozinho. Só acho que vocês estava bem melhor longe daqui. - Vi sua mão tremular levemente, mas logo se recompôs e o sorriso asqueroso estava lá novamente.

_ Aqueles são seus novos namoradinhos, maninha? - Estreitei os olhos. - Eles me parecem muito… - Bateu o indicador no queixo fingindo estar pensando. - Adoráveis.

_ Você não ouse se aproximar deles. - Fechei as mãos em punho. - Ou eu acabo com você!

_ Uau… Vejo que são mesmo seus menininhos. - Seu rosto esboçava falsa surpresa. - Bom, então eu vou indo. - Se moveu em minha direção e passou reto até a porta. - Eu só vim dar oi mesmo, queria irmã. Tchauzinho.

Nem me virei para vê-lo atravessar a soleira, apenas ouvi o clique da porta sendo fechada e fechei meus olhos tentando me acalmar. Isso só podia ser um pesadelo! Hyunbin de volta e com um mundaréu de problemas atrás de si, era tudo o que eu precisava!

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


É provável que eu demore um pouquinho para postar o próximo pois estou pesquisando bastante sobre todo o conteúdo que quero usar na fanfic. Então é isso, espero que tenham gostado.

Obrigada por ler e até o próximo. 💌
Beijinhos~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...