História Você me aceita? (Gêmeos Jo - Boyfriend) - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Boyfriend, JBJ, NU'EST, UNIQ
Personagens Baekho, Cho Seung Yeon, Kwangmin, Kwon Hyunbin, Ren, Wang Yibo, Youngmin
Tags Duckplot, Gêmeos Boyfriend, Gêmeos Jo, Gentle Femdom, Jbj, Menção Do Kyungsoo Pe, Nu'est, Políamor, Uniq, Youngmin Detetive
Visualizações 40
Palavras 1.091
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Harem, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha o presentinho. 😉
#TudoPelaMommy



Boa leitura~

Capítulo 13 - Voltando a ativa


Fanfic / Fanfiction Você me aceita? (Gêmeos Jo - Boyfriend) - Capítulo 13 - Voltando a ativa

 

POV’s Youngmin

Depois de ver o estado que a Senhora de mim ficou em falar de seu próprio irmão, eu acabei por deduzir sozinho que ele estava metido com algo muito sujo e que também pretendia usar a irmã como uma espécie de carta na manga, ou talvez, um escudo? Eu não tinha certeza ainda, mas o que eu tinha total certeza era que não iria ficar sentado esperando que algo acontecesse.

 

Quando todos nos recolhemos para nossos aposentos, eu comecei a matutar no que poderia fazer para protegê-la ou ao menos poupá-la de algo. Não conseguia pensar claramente enquanto a ouvia remexer e organizar as coisas em seu quarto, já se passava da meia noite, mas quando ela estava nervosa e inquieta com algo, era difícil se desligar e dormir cedo, por mais que estivesse cansada. Isso me deixava uma pilha também.

Kwangmin se virou para mim, ele também não tinha conseguido dormir ainda e o motivo era o mesmo que o meu: preocupação.

_ Pooh, a gente tem que fazer alguma coisa. - Disse baixo, cauteloso.

_ Eu sei Pikachu, eu estava pensando a mesma coisa. Vamos ter que…

_ Mas a gente prometeu. - Ele disse me cortando.

_ Eu sei. - Cocei os olhos em frustração. - Eu sei que prometemos, mas nunca poderíamos adivinhar que isso fosse acontecer.

Paramos de falar quando percebemos a luz por baixo da porta se apagar, esperamos mais alguns minutos até ter certeza que ela havia mesmo ido deitar. Levantei e peguei o notebook na mesinha.

_ Vamos fazer alguns contatos. - Virei meu rosto para meu irmão, ele não tinha expressão alguma no rosto. - Apenas por precaução.

_ Okay.

Abri o navegador no modo secreto, executei alguns velhos comando de quando ainda trabalhava para o Governo, aquilo inibiria a minha localização para quem fosse atrevido o suficiente para xeretar as minhas atividades online. Kwangmin pegou seu celular e tirou de debaixo da cômoda um aparelhinho que eu bem conhecia.

_ E você ainda estava hesitando! - Falei bravo consigo enquanto ele o ligava no celular.

_ Shhhh!!!! - Emitiu apressado. - Era só no caso de precisarmos, em caso extremo. - Estreitei meus olhos para ele deixando quieto aquele fato, por hora.

Enquanto eu pesquisava, Kwangmin fazia inúmeras ligações em línguas que eu nem sabia dizer quais eram, a gente precisava agir rápido e quanto mais ajuda e informação, melhor. Me lembrei do amigo da Mommy de mais cedo, ele me pareceu bastante misterioso mas tinha o olhar igualmente avaliativo como Kwang e eu aprendemos a ter.

Olhos afiados.

_ Pikachu… - Chamei sua atenção e o esperei terminar a ligação em que estava com sabe-se lá quem e de onde. - Achei algo.

Ele se sentou ao meu lado e analisou a foto, fui capaz de ver aquele rosto que tanto me deixou furioso, o reconheci no meio de um grupo consideravelmente grande de homens brancos, brancos e europeus. Kwang olhava a foto e o que estava escrito no curto artigo abaixo da mesma.

_ Ele está com os romenos. - Falou de olhos arregalados me encarando.

_ Merda!

 

POV’s Kwangmin

Aquela constatação me deu um arrepio violento na espinha. Young olhava tudo e tentava achar páginas que tivessem tradução para obter mais informações quanto possível. Hyunbin estava metido com um povo barra pesada que era melhor se os tivesse deixado quietinhos no lugar deles, não se sabia ao certo qual era o tamanho do poder e influência dos romenos no mundo, porque eles faziam tudo em silêncio, o mais escondido possível e isso só os tornava mais perigosos.

Em todos os meus anos de agente secreto, eu nunca ouvira coisas boas sobre aquele povo e nunca na vida quis um dia ter que bater de frente com eles. Hyunbin estava numa encrenca das grandes e eu tinha uma leve impressão que ele não tinha completa noção disso.

_ Rota da Seda… - Ouvi meu irmão dizer baixinho e saí de meus devaneios. - Isso te diz alguma coisa além do valor histórico?

_ Deixa eu pensar. - Busquei no fundo da minha mente algo que pudesse nos ajudar, mas naquele momento eu não me lembrava de nada. Ah não ser… - Eu preciso fazer uma ligação. - Disse me levantando e saindo para a varanda.

Revirei minha agenda extensa à procura de um número que poderia me dar informações concretas e de absoluta confiança.

_ Pássaros entraram pela minha janela e comeram todo o meu pão. - Proferi ansioso.

_ Boy K? - Um longo suspiro foi emitido do outro lado. - Seu filho de uma mãe que fazia bolinhos maravilhosos! Eu pensei que estivesse morto. - Sorri de lado, ele ainda era o mesmo.

_ Bom falar com você de novo também! - Dei uma pausa e engatei o real assunto. - Luizy, eu liguei para cobrar aquele favor.

_ Pode mandar!

Expliquei à ele como estava a situação até onde conhecíamos e sobre as informações ralas que tínhamos até agora. Estávamos no escuro ainda e isso me deixava cada vez mais nervoso, esperançosamente queria que Luizy pudesse realmente clarear minha mente.

_ Wang Yibo, esse nome te lembra algo? - Luizy disse depois de um tempo, pensei calmamente no que aquele nome remetia e soltei uma exclamação, ele riu do outro lado da linha. - Isso mesmo, a história está se repetindo, mas pelo que você me disse sobre esse tal Hyunbin, dessa vez eles vão mesmo se livrar do cara.

_ Okay, okay. Então ele só está aqui na Coréia por proteção, por causa do nome da irmã dele na máfia coreana, montando uma cama até que possa iniciar as atividades. - Constatei o restante rapidamente. - Preciso falar com Youngmin agora. Caso eu precisar de algo mais, posso te ligar?

_ Claro, não hesite! - Foi solícito como sempre. - Lhe mandarei um contato importante, ele é um agente persa mas nasceu coreano, vai ser de bastante ajuda. - Agradeci novamente e nos despedimos.

Corri de volta para onde Youngmin ainda mexia no notebook e pedi que prestasse muita atenção em mim, ele parou com tudo o que fazia e se virou para mim.

_ Os romenos têm um jeito singular de se livrar de pessoas que não desejam mais como aliadas, essa Rota da Seda é mesmo a referência histórica que conhecemos, mas eles a usam como uma armadilha para as pessoas que querem descartar. - Young nem mesmo piscava. - E Hyunbin é o próximo.

_ Precisamos do telefone do Baekho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Uma coisinha que eu queria dizer (para quem não sabe, né) é que o Kwangmin gosta do Pikachu e o Youngmin do Ursinho Pooh, por isso que eu coloquei eles se chamando assim, os personagens favoritos como apelidos.

Alguém sentiu o cheiro da coisa ficando preta? Eu sim. 🙋‍♀

Obrigada por ler e até o próximo. 💌
Beijinhos~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...