História Você me ama? - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Histórias Originais, Romance
Visualizações 7
Palavras 1.473
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hi pessoas😊
Bryan faz um pedido á Samantha, Stacy organiza um plano e uma nova garota chega á escola...😐
Boa leitura❤💋

Capítulo 4 - Pedidos


Fanfic / Fanfiction Você me ama? - Capítulo 4 - Pedidos

Continuação 

-Só mais uma pergunta...- Diz Bryan pegando algo em sua jaqueta.

-Sim?- Pergunto.

-Sam, todo esse tempo em que ficamos juntos... eu senti uma força muito grande entre nós e...- Diz Bryan segurando minhas mãos delicadamente.

-Eu achei que deveria fazer uma coisa...- Diz.

-Samantha Jones, você aceita namorar comigo?- Pergunta Bryan me mostrando um anel de brilhantes.

-Oh meu Deus... que a-anel lindo!- Digo....

Bryan fica com medo da minha resposta, minhas mãos começaram a tremer e eu estava suando frio. Meus lábios ficam secos e minha garganta fica seca. Imagina só eu e o Bryan namorando super sério... Eu quero falar alguma coisa mas nenhuma palavra sai da minha boca... 

- Bryan... E-e-eu... É... - Digo num tom pausado. 

De repente começo a ficar pálida. 

-Samantha você...  Tá bem? - Pergunta Bryan preocupado. 

Balanço a cabeça que sim. Ele refaz a pergunta (Você quer namorar comigo?).  Eu me esforço e finalmente... 

-SIMMM!,  simm, eu aceito!!! - Digo o abraçando. 

Ele coloca o anel em meu dedo e me pega pela cintura e me beija profundamente. Seu beijo estava ficando mais intenso e eu estava me sentindo a rainha do mundo inteiro. Vejo Adam quase desmaiando no fundo, o que era engraçado. No dia seguinte, eu estava me arrumando pra ir ao Colégio e eu estava imaginando a cara da Stacy ao ver meu anel.

Bryan vem me buscar de moto e fomos. Assim que chego nos corredores, Stacy está zombando da minha cara junto com outras duas meninas.

-Olha lá meninas, a vadia que apanhou de Bryan Cooper!!!- Diz Stacy apontando para mim.

-Como assim?- Pergunta uma.

-Ela beijou meu namorado na frente do Bryan que ela tava ficando e... olha lá, o braço todo enfaixado HAHA!-  Explica Stacy.

-Uma vadia mesmo Stacy!- Diz outra.

Sem pensar duas vezes, fico com sangue nos olhos e vou em direção á Stacy. Ela me olha torto.

-Eai... curtindo o tapão que levou do Bryan?- Pergunta Stacy rindo.

-Acho que você vai curtir esse tapa aqui...- Digo dando um tapa na cara de Stacy.

-Como ousa...- Diz Stacy.

-Escuta aqui loira idiota... Você se acha a mais de todas, mas você é só outra vadia que Gary Simmons namora e qualquer outro menino de um time de beisebol. Gary me beijou a força enquanto a Stacy tirava foto... eu e Bryan brigamos mas como nosso amor é MUITO forte... deu nisso!- Digo mostrando meu anel.

As três ficam de boquiaberta e Stacy fica indignada.

-Ele te pediu em namoro?- Diz Stacy escorrendo uma lágrima de seus olhos.

-Por quê se importa? Vocês não namoram á muito tempo... O Bryan não quer saber de você mais!  Ele me ama... -Explico. 

-É isso mesmo!  Agora eu amo a Samantha...  Ah e, vá lá impedir Gary de fazer algo a mais com a Naomi...  Eles estão no estacionamento... Vai lá corna! - Diz Bryan chegando por trás de mim e me abraçando. 

-Isso não vai ficar assim! -Diz Stacy segurando meu braço. 

-Então vamos ver vaca! - Digo apertando o braço dela e apontando para a cara dela. 

Eu solto e ela corre pro estacionamento. Depois das aulas,  eu e o Bryan fomos pra minha casa. 

-A Stacy precisa de um médico!- Digo.

-Ela sempre precisou de um médico, em nossa época de namoro ela não me deixava falar com outras meninas...- Explica Bryan.

-Affs... não vamos falar disso!- Digo revirando meus olhos.

-Como quiser, princesa!- Diz Bryan chegando mais perto de mim.

-Amanhã tenho um trabalho... apresentar a escola á uma menina nova...- Digo resmungando.

-Não esquenta com isso! Vai ser moleza... Você faz tudo perfeito...- Diz Bryan pegando minha cintura.

-Ah é?...- Pergunto olhando maliciosa.

-Claro!...- Diz Bryan me olhando da mesma forma.

Bryan me segura mais forte e me beija. Seu beijo fica maid intenso. Depois de umas horas ele vai embora e fico meio triste. 

Amanhece o dia e fico intrigada pela menina nova. Chego na escola e vou direto á sala do Diretor Parker.

-Bom dia Srta. Jones!- Comprimenta o Diretor.

-Bom dia Sr. Parker...- Digo.

-A Srta. Jones irá mostra-la a escola e depois você pode começar as aulas.- Diz o Diretor Parker dizendo algo á uma menina.

Ela levanta da cadeira e se vira para mim. Ela é da minha altura, tem cabelos ruivos escuros e longos, seu estilo é como o de um motoqueiro, tem olhos pretos e um piercing no nariz.

-Olá, meu nome é Mary Mitchell, prazer!- Diz a garota.

-Olá, meu nome é Samantha Jones, prazer!- Digo.

Nos encaramos por um tempo e fomos circular pela escola, quando Adam nos vê.

-Oi Sam, quem é essa? Já tá me trocando rapariga?- Pergunta Adam.

-Oii Adamm! Essa é Mary Mitchell e eu to apresentando a escola pra ela...- Explico rindo.

-Oi Mary!- Comprimenta Adam surpreso.

Mary o comprimenta e eles ficam conversando, enquanto isso eu vejo Bryan vindo em nossa direção. Eu ouço Mary e Adam conversando de fundo.

-Opa! Quem é aquele gatinho ali?- Pergunta Mary para Adam.

-AQUELE GATINHO É O NAMORADO DA SAMANTHA, TIRA OS OLHOS RAPARIGA!- Diz Adam.

Eu vou em direção ao Bryan e ele vem na minha direção. Eu pulo em cima dele e eu o abraço.

-Oi amor!- Diz Bryan me olhando apaixonado.

-Oi meu amor!- Digo olhando fofa.

Bryan encosta seus lábios nos meus e nos beijamos delicadamente. Eu pego na mão de Bryan e o levo até Mary e Adam. Bryan comprimenta Adam olha Mary.

Ele encara ela como se conhecessem e o olhar se muda para mais intenso. Adam interrompe fazendo um sinal para pararem de se olhar e Bryan se toca o quê ta acontecendo. Eu fico com a minha cara vermelha de ranço e Bryan me olha entendendo o meu "ciúmes".

Bryan chega perto de mim, minha cabeça fica na altura de seu peitoral e ele me dá um beijinho na minha testa e vai embora. Eu termino de mostrar a escola para a Mary e assim acabam as aulas. Eu e Bryan fomos pra minha casa e depois pra cozinha.

-Princesa, o quê aconteceu com você hoje?- Pergunta Bryan preocupado.

-Nada...- Digo corando.

-Foi a Mary? Que eu fiquei olhando pra ela?- Pergunta Bryan rindo por dentro.

-Bom... mais ou menos! Você olhou pra ela como se ela fosse eu...- Explico virando de costas e pego um copo.

-Eu pensei que era outra pessoa!- Explica Bryan.

-Me dê uma desculpa...- Digo colocando água em meu copo.

-Quando eu tinha 13 anos, meu pai foi morto por uma gangue de homens que traficavam drogas e matavam as pessoas que não pagavam. E por isso ele foi morto, eu fiquei com muito rancor e fiz aulas de luta. Eu apanhava muito da minha madrasta, e quando completei 15 anos eu fui atrás dessa gangue. Eu fui espancado e não pude vingar meu pai. Depois de algumas semanas eu virei um adolescente mais sombrio e conheci uma menina... eu tinha me apaixonado por ela. O nome dela era Alice... ela era como a Mary, ruiva e bonita. Mas um dia, nos separamos por algum motivo que não me lembro. Desde então eu faço aulas de luta, continuo esquisito e sombrio do jeito que gosto e agora tenho você, que eu amo mais que tudo!- Explica Bryan em meio de lágrimas de rancor.

-Oh meu Deus... Bryan por quê não me disse isso?!- Digo segurando as mãos dele.

-Você não ia querer mais ficar comigo...- Explica.

-Bryan, eu te amo e isso nunca vai mudar. E se você for esquisito e sombrio, é o esquisito e sombrio mais sexy que eu já vi!!!- Digo em meio de lagrimas orgulhosas.

-Você é muito fofo, um motoqueiro lindo e o melhor bad boy da escola... eu te amo muito!- Digo abraçando ele.

Ficamos nos abraçando por muito tempo e isso foi muito fofo. Bryan se abriu comigo sobre um segredo bem íntimo, e isso foi muito bom. Eu só imaginava o meu Bryan apanhando e sendo espancado por homens perigosos. Imagino o terror que ele passava. Mas eu também tinha um segredo pra contar á ele.

-Bryan... também tenho um segredo para te contar!- Digo em um tom triste.

-Sim... conte!- Diz.

-Quando tinha 5 anos, um dia tinha ido pra escola sozinha e tudo estava indo bem, quando um motoqueiro se aproximou de mim e perguntou qual era meu nome... eu, boba, disse... ele falou que se eu bebesse um pouco de vodka eu iria ter superpoderes... eu bebi e apaguei. Acordei num quarto de hotel e ele me bateu muito. Eu não entendia nada, e então ele me espancou ainda mais e me largou no meio da rua. Nunca achamos o cara e o por quê ele me fez isso...- Digo chorando.

-Por favor não conte a ninguém sobre isso...- Digo implorando.

-Por isso as marcas roxas em sua barriga?! Isso é terrível Sam... não creio que isso aconteceu com você! Nunca vou deixar alguém te machucar!- Diz Bryan olhando nos meus olhos, falando sério e segurando minhas mãos delicadas.

Ele me beija profundamente e vamos ao meu quarto. Esse foi um momento especial... contar os segredos terríveis ao meu namorado! Mas agora... eu preciso achar um vestido para o baile!


Notas Finais


Hi pessoas😋
Espero que tenham gostado deste capítulo, enquanto escrevia fiquei sem muito rumo pra história mas é isso aí! Haha❤😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...