1. Spirit Fanfics >
  2. Você me completa - Imagine Katsuki Bakugou >
  3. Eu me sinto...

História Você me completa - Imagine Katsuki Bakugou - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


Oii, voltei!!

OBRIGADA PELOS 160 FAVORITOS🥰🥺🥺🥺


BOA LEITURA

Capítulo 15 - Eu me sinto...


Bakugou on:

Eu precisa tirar essa história a limpo com a S/N, fui ao seu quarto e bato na porta. Escuto ela gritar para a Mina dizendo que a porta estava aberta, mas como eu não sou a Mina eu bati novamente na porta.

- Mina você não me ou... Bakugou? - ela diz abrindo a porta e revira os olhos ao me ver.

- Podemos conversar? - pergunto e ela ameaça a fechar a porta na minha cara mas eu a impesso - Por favor S/N... - me escorei no batente da porta e ela bufa e da espaço para eu entrar.

Eu entro e ela fica na minha frente cruzando os braços, eu olho para baixo e sinto um tapa na minha cara.

- Ai! - digo colocando a mão onde estava doendo. - Por que que você fez isso? - pergunto e ela apenas revira os olhos.

- Olhas eu vim aqui conversar com você, mas se você não quiser conversar beleza, eu vou embora! - digo irritado já e ela vai para a porta e abre e estende a mão mostrando a saída, ela não disse nada... eu saio batendo o pé e ela bate a porta com força. Quem ela acha que é? 


S/N on:


Eu não disse nada, eu estava com raiva e com razão, eu não queria ouvir o que ele tinha para fakar, não agora, eu tinha que pensar... 

Sentei de costas para a porta e fechei os olhos, senti meu celular vibrar no meu bolso e peguei, era uma ligação de um número desconhecido, eu atendi com um receio, minha avó sempre me ensinou para não atender números desconhecidos mas vai que era algo importante... atendi.

***ligação on***

- Alô? Com quem eu falo? - pergunto

- Somos do Hospital Vila Nova, você é parente da Senhora Dalva Mozai? - entrei em desepero... minha avó está no hospital?

- S-sim... está tudo bem com ela? - digo nervosa

- Eu sinto muito mas ela veio a falecer hoje. Você gostaria de vir ao hospital ela ainda está nos aparelhos? - senti uma lagrima descer pela minha bochecha... e outra... 

- Minha avó... morreu... e-eu... estou indo a-ai... - deligo o telefone rápido

**** ligação off ****

Senti meu ar acabando e não conseguia repirar, minha avó ela... se foi....

Me levantei do chão me segurando pela massaneta e pegando um sapato rápido eu precisava ver ela, eu ainda não acredito... por que vó? Por que você me deixou? 

Calcei um sapato e corri para fora do dormitório atraindo alguns olhares mas nem liguei, precisa sair dali o mais rápido possível, eu preciso... de ar... eu queri minha avó.

Corri em disparada para o hospital até que finalmente cheguei, eu estava chorando e fui na recepção e pedi para ver a minha avó. O médicoque  me ligou me acompanhou para o quarto onde ela estava, corri e segurei sua mão, ela estava gelada, sem pulso, sem vida. Pedi para que aquilo fosse um pesadelo, pedi para que me acordassem mas nada aconteceu, era real... ela se foi e me sinto perdida... eu não pude nem me despedir... se eu soubesse que seria a última vez... seria diferente? 

O médico me deixou a sós com a minha avó por alguns minutos, já que teria que ser levada. Nesse tempo eu liguei para a minha prima ela ten 19 anos ela saberia o que fazer com relação ao funeral e essas coisas, a sua reação foi um pouco diferente da minha, elas não eram tão próximas mas era bastante triste...


[...]


Passei em uma loja de  conveniência e comprei uma vodka eu queria esquecer tudo... nem que seja por um dia.

Me sentei na praça e comecei a beber, wuando vi que acabou a garrafa já estava mais do que bebada e decidi voltar lara os dormitórios, eram umas meia noite.

Passei pelas ruas desertase para cortar caminho entrei em um beco, que era até iluminado, nem pensei e só entrei dando de cara com 3 caras.

- Onde vai a essa hora mocinha? - um homem alto com tatuagem no pescoço pergunta chegando mais perto.

- Para casa. - Digo bebada e eles percebem o meu estado e sorriem.

- Vem ca gatinha, vamos nos divertir... - disse agora um homem também alto, moreno e com tatuagens que conbriam todo o seu braço.

- N-não... - gaguejo por conta do medo e da bebida. 

Sinto me precionando na parede tento sair de lá, mas não consigo, tento usar meu poder de teletransporte mas por conta da bebida eu não conseguia... eu estava fraca, sinto mais uma lagrima cair pelo meu rosto. 

- Ei, por que está chorando? huh? estamos apenas nos divertindo não? - o que esta me precionando diz no meu ouvido e ri começando a passara a mão pela minha perna que estava exposta, já que usava um short, ele força um beijo e tento o empurrar mas não consigo, ele se separa do beijo e me da um tapa na cara.

- P-por f-fav-or p-para. - digo mas não adianta ele continua me precionando, suas mãos sairam da minhas pernas e foram para o rosto limpando as lagrimas, mas novamente sinto suas mãos mas agora indo para debaixo do meu top e acho que foi isso o que me fez sentir um pouco mais forte, pelo menos para eu consegui me teletransportaclaracum pouco mais longe deles. 

Me teletransporto para uma quadra a frente e começo a correr, vejo eles gritando e me procurando mas quando vejo já estou na U.A, suspiro e entro. 

Eu me sento suja, me sinto violada, me sinto triste, me sinto horrível. Só quero tomar um banho e tentar tirar esse cheiro horrível de bebida e daqueles homens, eu queri deitar na minha cama e acordar estando tudo normal de novo, quero que tudo isso tenha sido um sonho... 


Chego nos dormitórios e vejo o Midoriya, Todoroki, Bakugou, Mina, Kirishima, Denki, Uraraka e Momo na sala, eles me veem chegar e me olham.

- S/N? Ta tudo bem? - Uraraka pergunta vindo até mim e eu balanço que sim com a cabeça, ela chegavaté mim e me olha de novo, vendo o meu estado. - S/N o que aconteceu? - ela novamente pergunta e eu deixo uma lagrima cair.

- N-nada. E-eu e-estou tonta... - sinto meu corpo ficar mole e tudo ficar escuro... eu desmaiei.




>>>> continua <<<<


Notas Finais


Eita, o que será que vai acontecer?

Esse capítulo foi meio pesado então desculpa se você se sentiu desconfortável, mas infelizmente é algo que muitas mulheres passam...


Esse foi o capítulo de hoje, beijos da Morena🥰


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...