1. Spirit Fanfics >
  2. Você me deu asas! -Malec- >
  3. 01

História Você me deu asas! -Malec- - Capítulo 1


Escrita por: Mathias00

Notas do Autor


OI GENTE, SÓ ALGUMAS EXPLICAÇÕES:

- ESTÁ HISTORIA VAI CONTER ALGUMAS COISAS TANTO DA SÉRIE COMO DO LIVRO, MAS COM ALGUMAS ALTERAÇÕES MINHAS.
- ESTÁ HISTÓRIA POSSUI M-PREG, ENTÃO QUEM NÃO GOSTAR NÃO LEIA!
- BOM ACHO QUE É SÓ ISSO... ESPERO QUE GOSTEM :)

Capítulo 1 - 01


-Já havia se passado 5 anos desde todos os acontecimentos com o irmão de Clary, o casal havia se casado pouco tempo depois, Magnus mais uma vez foi escalado para ser o alto feiticeiro e Alec acabou se tornando sub chefe do instituto de Nova York. Isabele agora comanda o instituto ao lado do irmão, começou a namorar o vampiro Simon após a reconstrução da Clave. Clary foi perdoada pelos anjos e finalmente pode se juntar com seu grande amor Jace-

 

Alec- Magnus?

- Chamou o marido que olhava para seus pequenos frascos-

Magnus- oi querido?

Alec- está tudo bem?

Magnus- está tudo maravilhoso... só estou um pouco cansado 

Alec- quer uma massagem?

- Não esperou a resposta e foi logo se instalando nas costas do homem,  suas grandes mãos se dirigiram para os delicados ombros morenos dando leves apertadas, após alguns minutos desceu com movimentos circulares pelo torço tenso do marido e por fim estalou os grandes dedos na cintura fina do outro o puxando para mais próximo- 

Alec- melhor?

Magnus- sim -risos-

- se virou para o marido e o beijou suavemente colando por completo seus corpos. O mais novo desceu a mão até a bunda do outro pressionando contra si o fazendo sentir seu membro acordado-

Magnus- Alexander Gideon Lightwood Ban como está safadinho -risos- 

- se esfregou ainda mais causando um gemido manhoso no outro-

Alec- você é lindo!

- beijou mais intensamente-

Alec- e só meu!

- retirou as blusas e partindo para o pescoço moreno do outro-

Magnus- apenas seu!

- retirou o cinto do marido e baixou as calças que o cobriam mas antes que pudesse tentar algo uma carta surgiu, pela cara do homem não é um bom sinal-

Alec- Mais um ataque!

Magnus- merda!

- vestiram as roupas e seguiram para o instituto através de um portal, logo deu de cara com seus irmãos e cunhada reunidos-

Alec- o que houve?

Isabelle- Um dos nosso foi atacado! 

Alec- onde ele está?

Jace- conseguimos salva-lo mas há sinal de magia, gostaria que você desse uma olhada Magnus 

Magnus- claro!!

Isabelle- me sigam!

- O grupo seguiu a mulher até a sala de interrogatório, o homem se encontrava deitado com sinal de dor-

Isabelle- O mandamos para uma patrulha mais cedo e em menos de algumas horas recebemos um chamado de ajuda...

Jace- Eu e Clary fomos os primeiros a aparecerem, haviam dois homens o segurando e lançando um tipo de magia

Magnus- como eram?

Jace- eu não sei... estavam encapuzados e não deu tempo para podermos captura-los. Eles se teletransportaram o deixando lá jogando no chão

Alec- estranho.... porque não o levaram?

- Magnus se aproximou da porta e logo pode sentir a energia que ali havia-

Magnus- algo mais?

Clary- havia uma luz azul estanha... não como os de seus feitiços, eu não sei explicar mas.... era estranho

- O feiticeiro se aproximou do homem observando cada detalhe, o homem estava com uma aparência horrível, muito pálido e se movimentando de um lado para o outro com a mão na barriga. Com um movimento rápido jogou sua magia sobre o homem e logo uma forte luz azul se iluminou, uma sensação ruim se instalou em sua magia-

Magnus- Isso é magia antiga... e proibida!

- Todos se entreolharam preocupados-

Clary- tem como retirar a magia?

Magnus- Não... as antigas e principalmente proibidas só podem ser retiradas por quem os enfeitiçou. Mas eu posso amenizar a dor dele 

- lançou um feitiço que o fez dormir calmamente. Todos se retiraram da sala -

Isabelle- Que tipo de magia é essa? Para que serve?

Magnus- eu não sei... nunca vi algo assim mas posso dizer que ele é uma cobaia falha 

Alec- falha?

Magnus- Em muitos anos pude ver o funcionamento da magia, e encontrei alguns casos de magias proibidas que deram errados... eles não o levaram pois o mesmo falhou! Não sei qual a finalidade dessa magia mas algo bom não é, eu posso senti em meu poder que é algo muito poderoso...

Clary- o que faremos?

Magnus- o manteremos dormindo, isso acalmara a dor e impede da magia se espalhar. Não quero alarmar nenhum dos submundanos,mas  vou convocar uma reunião com alguns dos meus antigos contatos e ver o  que sabem!

- Naquele momento Alec sentiu uma sensação estranha em sua barriga e encarou o marido que logo entendeu o recado-

Magnus- eu vou tomar cuidado amor

- beijou o marido que ficou vermelho, todos mesmo preocupados deram um sorriso amoroso-

Isabelle- os manteremos informado 

Magnus- digo o mesmo, nós vemos mais tarde querido 

- beijou a bochecha do namorado e abriu um portal sumindo em seguida-

Isabelle- o amor é lindo -risos-

- abraçou o irmão rindo com o rosto ainda mais vermelho do outro-

Alec- o que fazemos agora?

Isabelle- esperamos... não vamos fazer nada precipitado 

- o homem ficou tenso -

Jace- Alec que tal um treino?

- conhecia aquela carinha do irmão, sabia que ele queria contar algo e no treino era o melhor momento onde havia apenas o dois. Concordou suavemente e o seguiu-

Alec- então o que quer me contar?

Jace- como sabia?

Alec- eu sou seu parabatai! E seu irmão! Sei quando há algo de errado com você!

Jace- pegue!

- jogou um bastão para o outro e se posicionou, começaram o combate-

Alec- não me diga que Clary está grávida... 

Jace- o que? Não!

- o mais velho o derrubou ficando por cima, rindo da cara do outro pelo susto-

Alec- atenção no inimigo!

- Jace em um rápido movimento trocou os lugares ficando por cima e lançou um soriso-

Jace- eu vou pedir Clary em casamento!

- naquele momento o irmão deu um grande sorriso e o empurrou com um grande abraço-

Alec- que notícia maravilhosa irmão!

Jace- e mais uma coisa... quero que você e Magnus sejam meus padrinhos de casamento, o que acha?

Alec- claro que aceitamos -risos- Estou tão feliz por vocês 

- beijou a bochecha do irmão, o homem realmente está feliz seu irmão já sofrerá demais e agora só o que há é felicidades-

Jace- a pedirei em casamento está noite! Estou um pouco nervoso não posso negar...

Alec- não se preocupe, ela vai aceitar -risos- Comprou os anéis?

Jace- Sim, já que o bonitão ai se casou primeiro e ficou com o anel de herança -haha-

- riu com o comentário do irmão e olhou para o próprio dedo pensando em seu marido-

Alec- nunca me imaginei casando.... nem você -risos-

Jace- eu também -risos- Sempre pensei que quem se casaria primeiro seria Isabelle....

- os dois sorriram se olhando e se abraçaram mais uma vez-

Alec- você merece ser feliz! 

Jace- E eu sou, tenho tudo que eu mais queria na vida 

Alec- Então vamos continuar? Ou esta com medo de perder ? -risos-

- Jace apenas contra-atacou como resposta. Passou toda a tarde no instituto até finalmente ir para casa dando de cara com Magnus sentado, pela cara do homem sabia que não havia descoberto muita coisa-

Alec- Chegou a muito tempo?

Magnus- Não, apenas a alguns minutos...

Alec- como foi?

Magnus- Uma porcaria, ninguém está sabendo de nada... ou se sabiam de algo não quiseram contar.  Mas pude ver que estão apreensivos e com medo...

- suspirou alto-

Alec- vem! 

- estendeu a mão para o marido que logo aceitou e seguiram para o banheiro-

Magnus- vamos tomar um banho juntos para relaxar

- Magnus sorriu e concordou, o homem começou a encher a banheira enquanto o outro se direcionou a bancada retirando o excesso de maquiagem-

Alec- Pronto...

- Magnus voltou para o homem e com um estalo de dedos suas roupas sumiram-

Alec- Nunca vou me acostumar com isso -risos-

- entrou na banheira primeiro e depois o feiticeiro que encostou as costas no peitoral musculoso do marido-

Magnus- que tal um pouco de Jasmim?

- fez aparecer um frasco claro e jogou na água, logo o cheiro maravilhoso de Jasmim subiu. O mais velho jogou uma cabeça sobre os ombros do outro e fechou os olhos, os braços de Alec o envolveram em uma braço amoroso e um beijo foi depositado em sua bochecha molhada-

Alec- Jace vai pedir Clary em casamento!

- Os olhos de Magnus logo se abriram e um sorriso se instalou em seus lábios-

Magnus- isso é maravilhoso!

Alec- e ele quer que sejamos padrinhos de casamento dele

Magnus- espero que tenha concordado- risos-

Alec- mas é claro -risos-

- beijou o pescoço do marido que sorriu emocionado-

Alec- Tudo está no caminho certo... Cada um vivendo do jeito que quer e junto com seus amores de sua vida

Magnus- amor da vida é...

Alec- Isso mesmo amor da minha vida 

- sorriu. Magnus amava aquele lado doce do namorado algo que ele estava melhorando, antes o homem era tão bruto e robótico mas com o tempo se suavizou. Os dois relaxaram e aproveitaram o banho-

Magnus- amanhã começarei com as pesquisar, temos que encontrar respostas...

Alec- nós encontraremos!

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...