1. Spirit Fanfics >
  2. Você me fez assim >
  3. Pedaços do passado

História Você me fez assim - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Pedaços do passado


Pov Bakugou

Bakugou:Não acredito que ainda aceitei ouvir aquela menina agora vou chegar atrasado na proxima aula bem não como se eu me importasse. Falou andando a caminho da sala

Aizawa: está atraso Bakugou

Bakugou: tcs

Kirishima: e ai como foi a conversa particular com a garota em. Falou dando um sorriso sarcástico

Bakugou: só uma perdedora se confessando pra mim uma perda de tempo me irrito só de lembrar

Kirishima: vixi quando você fala desse jeito. O que você falou pra coitada?

Bakugou:só coloquei ela no devido lugar o lugar dos fracos

Kirishima: você nunca vai mudar mesmo. Falou em um tom de reprovação

Bakugou: eu não preciso de ninguém além de mim agora me deixe em pazseu cabelo de merda

Pov Sn

Já está na hora de ir embora você pega as suas coisas e sai sem ninguém perceber já que tinha medo de se esbarrar com Bakugou enquanto estava com seus amigos principalmente Neito que não deixa a língua presa na boca. Você continuou andando até a saída quando viu justamente o próprio diabo seus sorriso timido não estava mais no seu rosto como se naquele momento você não acreditasse que podia ser feliz na vida

Flashback on

10 anos atrás

Você estava andando pelo quintal de sua casa quando sua mãe te chamou 

Mãe: filha venha eles vão nascer. Ela gritou

Você saiu em desparada para dentro da sua casa. Sua cachorra ia ter filhotes e por sorte todos sairam vivos. Você ficou muito feliz e começou a dar pulinhos de alegria enquando sua mãe ria com seu entusiasmo.

Depois de 6 meses os filhotes já podiam sair para passear na rua então sua e seu pai levaram você para um parque que parecia quase uma floresta com muitas árvores. Você saiu com os filhotinhos quando um homem barraou você 

???: querida você se perdeu dos seus pais quer que te ajude

Sn: não meus estão ali não precisa se preocupar

Ele viu que seus pais não estava prestando atenção em você então ele agarrou seu pulso e tentou te sequestrar.

Sn: me solta

???: vamos você vai vir comigo

Nesse momento você ficou desesperada mordeu a mão dele que soltou você e saiu correndo para um lago que tinha perto enquanto segurava os 2 filhotinhos. Você ficou encurralada então ele conseguiu te alcançar .

???: agora não tem mais para onde fugir ninguém vai te ajudar

Ele tinha razão no parque não tinha  pessoas por perto você ficou chorando desesperadamente até que ele se aproximou e nesse momento sua individualidade desepertou. As gotas de lágrimas começaram a subir para cima e quando menos persebeu a água do lago também.

???: que porra e essa

Nos seus olhos aviam grande desespero que sem perceber você fez uma grande bolha de água em volta de você e do homem esquecendo dos filhotinhos nos seus braços. Você abriu os olhos o estava sendo socorrido pela ambulância e nos na sua frente estava os filhotes que tinham se afogado e morrido. 

Mãe: FILHA VOCÊ ESTÁ BEM. Saiu gritando com seu pai 

Mãe: filha me desculpa eu não consegui te proteger. Falou te abraçando

Você estava traumatizada com aquela cena você tinha afogado seus filhotes sem perceber naquele momento você só pensou em uma coisa 

Sn: eu sou horrível eu sou uma vilã. Estva pensando

Depois do ocorrido vocês voltaram para casa seus pais estavam preocupados já que não tinha falado uma palavra se quer e foi direto pro seu quarto e ficou deitada chorando com uma enorme tristeza e você ficou assim por bastante tempo até conseguir aceita o que você fez.

Mãe: querida não foi sua culpa foi um acidente eu não estou brava.

Pai: deixe eu fala com ela 

Mãe: está bem

Sua mãe sai do quarto e deixa vocês a sós

Pai: eu sei que isso foi a pior maneira de se desperta a individualidade é a primeira vez que você ve a morte de algum see vivo mais você precisa superar isso e seguir em frente. Use sua individualidade para salvar a vidas das pessoas para protege-las pra que elas não passem pelo que você passou

Sn: papai eu não quero ser uma vilã eu não matar ninguém denovo. Você falou chorando enquanto abraçava seu pai.

Flashback off

Kirishima: olha Bakugou não e aquela menina que falou com você. Fala apontando

Bakugou: ei sai do meu caminho sua perdedora

Aquela voz te despertou do seu transe. Você virou com um olhar morto e frio

Sn: a escola tem mais de 100 metros quadrado você pode muito bem ir por outro caminho ou você só enxerga reto.( sou pessima em matemática então não sei se ta certo.)

Bakugou: o que você falou sua desgraçada? Falou rosnando

Sn: além de cego e surdo? Falou com olhar ainda frio

Bakugou:VOU EXPLODIR SUA CARA SUA NERD DE MERDA.

BUUMMMM

Derrepente ele soltou uma explosão mas com sua individualidade você a parou e com um golpe certeiro deu um soco no estomago dele que o fez cai no chão

Sn: Até mais Baka gou. Falou se retirando enquando bakugou se levantava e continuava processando o que aconteceu.

Bakugou: VOCÊ VAI ME PAGAR POR ISSO SUA ESTUPIDA EU VOU EXPLODO SUA CARA. Gritou.

Quando ele viu você já tinha saído de lá. Você não sabia de onde veio aquela coragem pra fazer isso como se seu corpo movesse automaticamente.

Depois desse dia você ficou mais tarde na escola pra treinar evitando ao maximo se encontrar com All Migth ou Aizawa você não queria que eles te reconhecesse o que seria um ppuco impossível já que fazia muito tempp desde que seus pais morreram.

Flashback on

Seus pais eram grandes super herois não faziam sua seu pai fazia parte do top 10 mas e sua mãe era bem conhecida pelo seu nome de herói e também por todos os resgates que ela fez

Seu poder de controlar a água veio de sua mãe e a telecinese de seu pai 

Repórter: estamos aqui onde dois grandes super heróis estão lutando com mais dois vilões. MAIS O QUE É ISSO OS SUPER HERÓIS ESTÃO SENDO DERROTADOS.

derrepente sua mãe foi atingida pelo vilão perfurando o coração dela seu pai correu para salva-la mas também foi pego em um ataque surpresa e foi empurrado pra longe.

Vilão: Você é fraco vou acabar com isso de uma vez

Pai: desculpe minha filha eu não pude salvar sua mãe. Susurrou

O vilão cortou a cabeça de seu pai e levantou como um troféu mas o pior de tudo é que você estava assistindo todo aquele desastre em meio aos destroços dos prédios que caíram durante a luta.

Sn: MÃE PAI.  Saiu gritando quando os vilões perceberam.

Você correu para sua perto de sua mãe que estava no chão com uma grande ferida.

Mãe: filha eu não vou consegui sobreviver então eu quero que você me prometa uma coisa. Falou com dificuldade. Se torne uma super heroína por mim e pelas pessoas esse e meu ultimo pedido por favor.

Sn: mãe por favor fique comigo não morra. Falou chorando

Mãe: e e eu te amo. Nesse momento sua mãe não resistiu e morreu deixando sua ultimas palavras.

Vilão: não se preocupe vou te levar pro mesmo lugar que eles

Vários pedaços de prédios começaram a flutuar violentamente. Você se virou para o vilão que não sabia o que estava acontecendo, seus olhos estavam totalmente pretos o que deixou eles assustados

Outro poder tinha despertado dentro de você com tanta força que prédios inteiros estavam sendo arrancados do chão até All Migth e EraserHead chegarem no local. Eles ficaram assustados com tamanha força vinda de uma criança.

All Migth tirou todas as pessoas dos prédios para EraserHead poder apaga sua individualidade já que os civis ainda estavam no prédio e seria muito perigoso pra eles.

Enquanto isso você estava com sua mãe nos braços chorando e não conseguia controlar seu poder

Eraser conseguiu se aproximar de você e viu que estava com sua mãe morta nos braços depois apagou sua individualidade fazendo você dormir já que você tinha usado muito poder. Ele se aproximou mais para conferir se estava ferida quando ele percebeu que seus olhos estavam pretos e aos poucos voltando ao normal.

Quando você acordou em uma cama de hospital sem ninguém ao seu lado. Você achou que era só um pesadelo horrível mais tudo aquilo tinha acontecido de verdade. Se retirou do quarto e viu All Migth e Eraser conversando com os medicos enquanto reparavam você.

All Migth se aproximou mais você saiu correndo não querendo falar com ninguém. Depois disso você foi mora em um orfanato já que a família dos seus pais não quiseram ficar com você. Para ninguém te adotar você ficava trancada dentro do seu quarto e pediu para a diretora do orfanato nunca citar seu sobrenome para não te reconhecerem. Depois de três anos que você voltou a interagir com outras crianças por isso tinha muita timedez em falar com as pessoas.

Flash black off

Sn: nem acredito que esses dois eram amigos muito proximos do meu pai. Suspirou. 

Depois de um ano que seus pais morreram você descobriu que Eraser res seu padrinho de batismo(autora: não sei muito sobre esses negócios então não sei se estou errada)

Sn: se eu não tomar cuidado ele vai me reconhecer e eu não quero que isso aconteça depois de eu me arriscar para não descobrirem quem eu sou de verdade.

Enquanto você saiu andando para a saída encontrou uma menina descendo as escadas( não sei se tem escadas)quando derrepente.






Notas Finais


To com muita criatividade pra escrever essa história então não se assustem quando qualquer dia eu postar 3 capitulos de uma vez.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...