História Você Mudou minha Vida - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Steven Universe
Tags Ação, Gems, Jasper, lápis, Luta, Magia, Peridot, Peridot X Lapis
Visualizações 35
Palavras 1.413
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


NÃO
NA
NA!
SHIU!
Não me façam perguntas do tipo "por que você demorou?", apenas aproveitem o cap, eu tive algunas novas ideias de separações, e eu preciso que tenham paciência comigo, ok? Escrever 12 fanfics e ainda em modos de escrita diferentes é difícil.
Leiam as notas finais <3
Aproveitem o cap <3

Capítulo 2 - Eu não quero te perder


Fanfic / Fanfiction Você Mudou minha Vida - Capítulo 2 - Eu não quero te perder

Peridot pov on

E nesse exato momento, eu estou na frente da casa de Lapis, e está acontecendo uma guerra interna dentro de mim para ver se eu realmente vou tocar essa campainha. Bem, se eu tocar eu corro o grande risco de ser recebida com uma grande e mal humorada cara de sono, ou um objeto qualquer acertando minha cabeça, e se eu não tocar eu provavelmente vou passar o resto da manhã sem um hematoma na minha cabeça.. prefiro a segunda opção! Eu estava pronta para dar meia volta, porém a porta se abriu. O que diabos essa porta está fazendo? Não estrague minha manhã perfeita!!

-O que você está fazendo aqui? - Lapis disse de dentro da casa. Ela estava vestida com um casaco azul, e um cachecol e botas pretas. Ela vai para algum lugar?

-E-Eu.. - Boa pergunta. - Oh, eu to procurando meu gato, você viu ele por aqui? Pobre coitado, vai pegar um resfriado nessa nevasca toda! - Disse tentando disfarçar. Na verdade eu quero saber se ela está bem, sem nenhum resfriado, pode não fazer muito sentido, mas ela ficou me esperando em um chão gelado no meio da noite e depois me levou para casa em meio a neve, ela podia ter pego um resfriado. 

-Não vi...não.. - Ela disse, seus olhos estavam percorrendo o local, ela havia se distraído de novo.. sorri sem querer, ela voltou sua atenção para mim. - O que você realmente está fazendo aqui? 

-Eu queria saber se você pegou um resfriado. Sabe, cuidar de mim e me levar pra lá e pra cá, tudo pode ser possível, não é? 

-Eu tenho poderes de água, um pouco de água gelada, ou frio não vai me fazer mal.. - Claro que não! Idiota, o que você estava pensando?! 

-A onde você vai a essa hora da manhã? - Sim, essa é minha forma estranha de mudar de assunto.

-Dar uma caminhada, o tempo está ótimo. - Claro que está..

-Eu vou junto. - Ela me encarou. Provavelmente estava pensando "vai arrumar o que fazer e pare de me perseguir, sua esquisita". 

-Tá. - Arregalei os olhos, porém sorri. Ela fechou a porta e seguiu pela rua, eu apenas a segui. 

Seus olhos pareciam estar mais azuis que antes, provavelmente era por causa do frio. Que tipo de pessoa sai para um passeio a essa hora da manhã, e ainda no meio de uma nevasca!? E eu sou pior ainda por ir atrás.. 

-O que faz você querer me acompanhar? - Ela parou, e olhou para trás, como se eu fosse saber exatamente o que responder. 

-Eu...não sei.. - Um pingo de água caiu no meu nariz, vários outros começaram a ensopar meu rosto. Estava chovendo. - Ah! Eu vou pegar um resfriado!! - Saí correndo, para o lado oposto. - Chuva estúpida!!! - Gritei. Por que justo agora?! Não posso pegar um resfriado em um momento como esse! A chuva parou, olhei em volta, eu e Lapis estávamos em volta de um tipo de bolha de água.

-Pare de paranoia. Não tem como você pegar um resfriado. - Ela veio na minha direção. Um raio acertou um gnomo de jardim da casa ao lado que, coincidentemente, tinha o cabelo muito parecido com o meu. 

-Como eu vou voltar para casa agora? - Raios estúpidos.. 

-Pode ficar na minha casa, até passar. - Arregalei os olhos.

-O que aconteceu com "não somos amigas"? 

-Se quiser pode ir pra casa sozinha. 

-Não, não, eu prefiro a primeira opção. Obrigado por me receber!

Ela abriu a porta da casa e entrou, sua casa era perfeitamente arrumada, digamos que tinha personalidade, havia dois gatos deitados nas janelas, e a sala era cheia de poofs e dvds de diferentes séries. A TV era tão grande quanto uma mesa. Fui na direção dos dvds. Pelas estrelas! Ela tem todos os dvds e Stranger Things!!! Até a temporada que ainda nem saiu na netflix! 

-Você gosta de séries? - Lapis perguntou me entregando um sanduíche. 

-Stranger Things.. - Murmurei.

-O que? Não estou ouvindo! - Ela disse em um tom sarcástico.

-Você pode, por favorzinho, colocar stranger things? - Disse em um tom mais doce possível.

-Claro. 

[ ... ] 

A temporada estava quase no fim, Lapis caiu no meu ombro, o que ela está fazendo? Olhei para ela e toquei em sua testa. Ela adormeceu? Um dos gatos dela lançou um olhar mortal para mim como "o que você fez com a minha dona?" Calma, gatinho hehe.. Ele olhou para a tigela de comida e voltou a olhar para mim. Ah, entendi. Eu me levantei, tomando muito cuidado para não acordar Lapis, e fui até a cozinha procurar a ração. Eu não deveria estar andando pela casa da Lapis sem o consentimento dela, muito menos com ela dormindo, corro o grande risco de ser afogada...mas não posso deixar o pobre gatinho com fome, não é mesmo? Sorri. Agora, onde ela guarda as rações? Abri um dos armários da cozinha, bingo! Peguei a ração e fui até a tigela dele. 

-É bom você ficar feliz com isso, gato. - Sussurrei e voltei para a cozinha, coloquei a lata de ração no armário.

Uma caixa caiu de dentro do armário, havia algumas fotos dentro, me ajoelhei. São fotos de infância da Lapis? Hm?.. A primeira foto, era uma foto de Lapis segurando um bichinho de pelúcia, ao seu lado estava Jasper, e do outro lado...eu?..Por que ela tem uma foto assim? Eu não me lembro de termos nos conhecido quando éramos crianças.. comecei a procurar mais fotos, em uma das fotos ela estava de mãos dadas com Jasper. O que isso deveria significar? Essa é mesmo a Lapis? Ela parece tão sorridente nessa época.. eu deveria me lembrar de uma coisa assim, então por que não me lembro? Olhar as fotos de Jasper estava me deixando deprimida, de alguma forma.. porém continuei procurando mais fotos.

Dentre todas as fotos daquela caixa, havia apenas uma que eu nunca queria ter visto, uma única foto. Elas eram apenas crianças, como Jasper pode?.. Na foto, Lapis estava nua, e chorando, e Jasper estava tirando fotos. Jasper.. coloquei a mão na boca, você estuprou a Lapis?.. Guardei as fotos dentro da caixa e as coloquei no lugar onde estavam. Espasmos em minha mente me lembravam constantemente "Por que tinha que ser você?.." Era isso que ela queria dizer.. Abri a porta da casa, Lapis olhou para mim.

-Ainda está chovendo, a onde você vai? - Ela perguntou se levantando do sofá. - Peridot? 

Saí correndo o mais rápido possível, ela provavelmente estava vindo atrás de mim, mas por que? Por que ela viria atrás de mim?! A chuva estava ensopando minha roupa e meus cabelos estavam começando a cair em meu rosto. Olhei para trás, ela nem ao menos tinha pego um guarda chuva, ou estava fazendo a bolha de água para não se molhar, apenas estava correndo. Segurei em um poste e parei pela falta de fôlego. Jasper, quem você era quando não estava comigo? Segurei com mais força o poste.

-Peridot!! - Ela disse ofegante. - Qual é o seu problema!?

-Eu não deveria estar aqui.. - Ela me encarou. - Me desculpe, Lapis..

-Pelo o que? Pare de dizer coisas sem sentido! 

-Nos conhecemos quando éramos crianças, aconteceram coisas horríveis e eu nem mesmo me lembrava disso, nem de você!! - Ela olhou para mim.

-Você...não precisa se desculpar por isso... apenas pare de correr, por favor. O que aconteceu não tem nada a ver com você, eu fui idiota em descontar isso em você! É que...vocês foram as únicas amigas que eu tive desde aquela época, até agora, e todas as vezes que eu olhava para você me lembrava daquela época!

-Isso é um motivo perfeito para não nos vermos mais!! - Gritei.

-Não só das coisas ruins, mas das coisas boas também!! Eu não quero parar de me lembrar..nem...nem perder a única amiga que me restou! - Arregalei os olhos. - A chuva está muito forte, vamos voltar! - Ela estendeu a mão, peguei a mesma, ela saiu correndo para dentro da casa. 

Nos sentamos na frente da porta, água escorria por nossos corpos ao encontro do chão. 

-Me desculpe por fazer você se molhar.. - Disse, apenas para quebrar o clima.

-Não importa.. só me ajuda a fazer o almoço.. - Concordei e nos levantamos, ela jogou uma toalha para mim, e fomos fazer o almoço. 


Notas Finais


YO MINNA!!!
Faz MUITO aliás MUITO tempo que não nos falamos, nesse tempo eu criei um instagram de desenho (sim eu desenho) e um Twitter
Se vocês puderem me seguir em ambos eu ficaria muito feliz <3
Fora que seria um modo a mais de interagir com vocês.
Eu as vezes recebo comentários fazendo perguntas do desenvolver da história, e eu realmente amo responder eles, isso mostra que vocês realmente se interessaram pela história, e isso me deixa muito feliz <3
Espero que tenham gostado do cap, espero mesmo <3
Beijos de um dragão faminto <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...